domingo, 25 de abril de 2010

25 de Abril de 1974 - Vasculhando Sotãos















Gosto pouco de assinalar datas. Duma forma geral passo por cima delas, mas algumas há que são obrigatórias. Hoje é uma delas. Muito pouco neste país seria o que é hoje se não tivesse acontecido o 25 de Abril... nem este blog seria possível! O Tempo tende a fazer esquecer aqueles que tornaram a nossa vida em liberdade possível. Obrigado a todos eles.
(do Blog "Pé de Meia" 25 de Abril 2008)

Nunca é demais lembrar o SÍMBOLO



















da NOSSA LIBERDADE














(Fatyly 25 de Abril de 2007)


25 de Abril de 1974












Mesmo pequena lembro-me de tudo.
Quis ir logo de manhã para a escola. Fui com a minha mãe e no meio do caminho mandaram-nos voltar para trás.
Passei o dia a ver televisão e a ouvir a rádio.
O meu pai estava feliz, pois já era contra o regime.
Minha mãe sem saber muito bem o que estava a acontecer.
Os dias que se seguiram ficaram-me marcados.
A libertação dos presos da PIDE, fizeram-me chorar.
O 1º de Maio foi de festa, risos , alegria. Eu às cavalitas do meu pai.
Hoje passaram 31 anos.
Muitos ideais de antes já se perderam, mas eu continuo a dizer:
Abril sempre!
(do Blog "WEBCLUB" 25 de Abril de 2005)


A propósito de Abril














"O passado é um país distante
Distante é a sombra da voz
O passado é a verdade contada
Por outro de nós"

Sergio Godinho


A minha geração não sabe o que é viver antes de 1974
Vale-nos a história dos nossos pais
Os nossos filhos não terão a nossa história, terão uma história contada por nós.
E é assim que um "país" vai ficando mais distante.

Um beijo aos amantes da liberdade!

(do Blog "O Canto da Boop" 25 de Abril de 2006)

PS: peço desculpa mas não consegui pôr os links, mas estão na barra lateral.

quinta-feira, 22 de abril de 2010

A Amizade Verdadeira, não tem fronteiras




André Sardet é um cantor e compositor português de quem gosto muito. Este tema está no último trabalho discográfico "Mundo de Cartão" e a ternura, afecto e dedicação é de tal forma contagiante que entendi, através desta música deliciosa que até as minhas netas sabem de cor, chegar a Flavia e a Odele para que a oiçam e consigam sentir o que sinto por ambas e com os meus votos verdadeiros para um rápido restabelecimento.

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Previsões de NATAL!














- Todos os partidos irão dar as mãos por um Portugal melhor!

- Quem recebe o rendimento mínimo e que tenha "corpinho" para trabalhar irá justificá-lo em trabalhos comunitários!

- A Justiça será mais justa e célere!

- A Saúde mais saudável!

- A Educação mais educativa!

- O Fisco com mais isco para apanhar os que fogem!

- Os Bancos plantarão sorrisos com a baixa dos juros e dos "poucos lucros" darão umas gorjetas a TODOS os seus clientes!

- Serão dados LCD's (mas com o símbolo TDT), aos portugueses com rendimentos/reformas mensais até 600 euros!

- A GALP vai ser mesmo regulada e com tectos para o sobe, sobe constante!

- A EDP vai baixar os preços e acabar o que começaram e que deixaram a meio: distribuição de lâmpadas economizadoras

segunda-feira, 19 de abril de 2010

A vida continua...

Dia 12 agravou-se o estado de saúde do filho de uma grande amiga minha. Ela estava internada há uma semana para debelar algo consequente de um problema que tinha. Era previsível a morte do filho que faleceu a 13 mas jamais previsível o dela, que ocorreu a 15.
Não pude estar presente na despedida a ambos e fiquei imensamente triste com tamanha perda, mas a vida continua, porque no dia 14 estava na consulta com a minha mãe e no dia 16 foi operada.

Uma semana com o neto metido numa gastroenterite ainda não totalmente debelada depois de todos terem estado com o mesmo problema, mas lá controlaram e eu apenas dei apoio telefónico, quase parecendo o 808242424!

Meia trôpega pela gripe que me assolou tive que ir buscar forças ao raio que me parta e lá naveguei o barco entre uma espiral de emoções dizendo por vezes uma carrada de asneiras sonoras outras em pensamento, forma que tipicamente um angolano encontra para deitar fora o que nos aperreia a alma.

Ontem não fiz nada de nada e abençoado ténis que me fez espairecer e carregar baterias, não fosse o raio do sofá ser uma porcaria e não ter dinheiro para comprar um "à maneira", a coisa foi-se compondo, porque p'ra frente é que é o caminho.
Numa das finais de ténis, a tenista russa VERA ZVONAREVA que perdia teve um ataque de fúria desfazendo uma raquete! Como gargalhei.!




















Vou comprar meia dúzia ao chinês e sempre é melhor do que os vizinhos eventualmente ouvirem eu a dizer tantos palavrões, a maioria em kimbundo e logo por baixo de mim moram uns angolanos.

(foto Eurosport)

quarta-feira, 14 de abril de 2010

A MINHA PRAIA GRANDE

Candeiros actuais que para além de economizadores e bonitos dão muito mais luz!

















Neste mês o mar leva sempre a areia ficando à mostra os inúmeros rochedos que muito desconhecem


















terça-feira, 13 de abril de 2010

Lições do meu berço...



















Todos podemos ser bons profissionais no que desempenhamos ou até no que pretendemos desempenhar mas sem ATITUDE nada se faz e nada resulta.
Se tivermos ATITUDE até fazemos coisas que julgávamos não serem possíveis.

É nas horas difíceis da vida que deveremos mostrar sempre um SORRISO sentido e sincero porque mais tarde é a vida que nos SORRIRÁ.

Ouviste? Agora vai lá!

domingo, 11 de abril de 2010

Karingana-ua-Karingana (era uma vez...)

















uma "kandengue" (criança) que "m’bora" (ainda) sonhava numa "dingola"(dança)no meio do "dingo" (capim alto) sem nunca perder o seu "dizamba" (chapéu de palha).

Cheguei ao "orioporto" do Funchal. Senti-me uma "buzica" por ir conhecer uma ilha quase tropical, imensamente florida e saborear a sua gastronomia desde o cozido ao pão "feitiado". Igualmente tentar perceber o que dizem gentes tão simpáticas, andar nos "carros cestos", provar a celebérrima "poncha e o seu respectivo caralhinho".
Embrulhada "assem" nos meus pensamentos, vi alguém "açanar", convencida que... mas não era para mim.
Um calor delicioso e lá fui "a butes" aos pontos mais altos, passei pela Ribeira Brava e andei, andei e apesar dos sinais do meu "tendão dos aquilhos" não precisei de nenhum "torpeta, triptolina, teta, tropiata ou fistraputa".
Felizmente não dei de caras com o "zidle chimeco" mesmo quando estive a ouvir "o bailinho da Madeira" ou ter participado nas inúmeras actividades ao ar livre, porque sendo eu como sou não fosse atirar ao pobre uma "gavela" de tomates.
"Põe-te na filha" para que ninguém venha "peguelhar" consigo! Ok, Ok! Petisquei de tudo incluindo um "espada de cebolada" e bem "entujada" pedi "a cuma", que me provocou um "bigode". Tanto?
O fim de tarde estava a ficar "enxombrado" e eu com uma grande "calaceira"! Doiam-me as "arcas" e com uma leve "cangueira na canela" lá adormeci ao som de um "catrapilha".
Pela manhã fui para o "orioporto" com os "peneiros" habituais e com uma grande tristeza de não ter conhecido a família Pulguedo porque "ouvi dizer" que estavam no contenente.

Acordou com um "kabiri" (cão) a lamber-lhe a face e meia "kanvuanza" (confusa) mergulhou no seu mar de Luanda. Regressou à cubata, comeu uma bela muamba e ficou ainda com mais "nguzu" (força).

Mas hoje esta "kilumba" (rapariga nova), sempre bem disposta, está com uma "zoada nas zorelhas", doi-me as "cachadas" e tenho o nariz "brumelho" de tanto "espilrrar". "Pópilas-pópilas" (chiça, chiça) e vou-me deitar no sofá a ver desporto e "capiar" (fintar) esta constipação.


Pai, faz hoje 12 anos que me/nos deixaste e estou/sou como sempre ouvi da tua boca num exemplo de MESTRE: Fatyly vive um dia de cada vez, com muita garra, põe com um sorriso nessa cara "laroca" mesmo que caiam lágrimas!
É isso mesmo pai e sabes bem que SIM!


(kimbundo e madeirense)
foto: google

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Palavras de um peão boiadeiro

conhecido como o filho do diabo que se casou com uma santa, numa roda de viola, numa dessas pousadas da vida...

"Eu imagino Deus como a fonte de toda a energia que criou e mantém o equilíbrio
do universo.

Eu vejo Deus na flor e na abelha que suga o néctar para produzir o mel.

Eu vejo Deus no pássaro que devora a abelha, e no homem que devora o pássaro
e no verme que devora o homem.

Eu vejo Deus em cada estrela no céu, nas minhas noites nas pousadas, e nos olhos
tristes de cada boi, ruminando na invernada.

Eu só não vejo Deus é no homem que devora o homem, por isso acho que ainda tenho muito o que aprender nesses caminhos da vida..."

Benedito Ruy Barbosanascido em S.Paulo, autor das últimas novelas que vi: Pantanal(1990), O Rei do gado(1996) e Terra Nostra (1999), aproveitou estas palavras simples como remate final da novela Paraíso (2009), que não acompanhei e que por curiosidade vi alguns capítulos no Youtube depois de ler a sinopse da mesma.

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Sol e Vento!
















Ontem esteve um dia maravilhoso e sem vento. Brinquei que me fartei com as netas desde fazer bolas de sabão à moda antiga (nada das coisinhas modernas de agora) a jogar à macaca. Pareciam que tinham andado numa carvoaria e colinho e mais colinho, esfrega que esfrega, fiquei igual a elas. Hoje já foram para a escolinha.

Hoje outro dia espectacular não fosse a ventania que se faz sentir em que anda tudo pelo ar. Será que o vento se zangou com o sol e estão a discutir?

Por ser necessário há que arejar as casas mas não serem burros como eu, porque deixei as janelas de trás todas escancaradas quando voltei escrevia-se no chão para além do inúmero de sementes tipo penugem (serão sementes?) vindas da serra.
Que lindo serviço e para além do meu mais que famoso "atchim, atchim" ao qual não ligo nenhuma, toca a limpar tudo que é para aprenderes, bastava uma nesga e nunca tudo escancarado, mas "burro velho não aprende línguas"!
Apre!

segunda-feira, 5 de abril de 2010

"Museus encerraram na Páscoa"

"Ainda assim, na zona de Belém, em Lisboa, registou-se no Domingo de Páscoa uma grande afluência turística aos monumentos e museus da área, como o Museu dos Coches, o Mosteiro dos Jerónimos e a Torre de Belém. Porém, apenas o Centro Cultural de Belém (CCB) e o Padrão dos Descobrimentos, gerido pela EGEAC, estavam abertos ao público, tendo o encerramento dos museus e monumentos da rede nacional sido ditado, aparentemente, pelo IMC e IGESPAR, visto que os empregados prometeram não fazer greve neste fim de semana, ao contrário do que costumava acontecer em anos anteriores." (...)

e esta argolada?

(...)"Em verdade, se a intenção do secretário de Estado da Cultura, Elísio Summavielle, era, com as restrições impostas (e logo de seguida revogadas) às visitas guiadas aos núcleos da rede nacional pelo IMC e pelo IGESPAR (em nome da conservação e da qualidade do serviço), garantir o aumento das visitas de famílias aos museus e monumentos, o encerramento de algumas das principais atracções turísticas da cidade de Lisboa é, no mínimo, contraproducente. No entanto, por considerações logísticas, foi impossível obter declarações junto destes órgãos (...)públicos."

in DN ARTES - Alexandre Elias

Como sempre a história repete-se e interrogo-me se numa altura onde se poderia arrecadar "mais dinheiros públicos" os vários "orgãos de gestão - a meu ver são demais" não poderiam dar a volta à questão e entenderem-se de uma vez por todas entre eles e com os trabalhadores?

Vamos muito bem sim senhora com intenções destas!!
Mas, por outro lado lá viria a velha "greve oportunista por parte de sindicatos caducos" e onde fica "o diálogo?" nesta porcaria toda
Se fizessem greve, como há anos que fazem, poderiam chamar-me que eu iria "ganhar uns trocos" para turista ver! Crise? apenas no meu bolso!

País da treta!!!!

Estarei errada?

domingo, 4 de abril de 2010

PARABÉNS MINHA FILHA



















e meu maior obrigado pelas duas netas lindas que me deram.
Não haverá festa nem almoço da Páscoa mas estarei presente com um bolinho para que apagues as velas e trazer a gripe que vos assolou e deitá-la fora.
Como disseste e bem...já foi muito bom a festarola que fizemos ontem em casa da tua irmã!

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Recolha de Sangue!

Por achar tão descabida a discriminação contra a qual tanto lutei pondo-me sempre do lado dos mais fracos entre aspas, finalmente "Foi aprovado esta quarta-feira o projecto de resolução do Bloco de Esquerda contra a discriminação dos homossexuais e bissexuaisnos serviços de recolha de sangue, avança a Lusa."

Ontem estive a ouvir as notícias da TVI 24, e foi convidado José Soeiro do BE, que falou sobre esta polémica e de um caso de um dador de há dez anos que, ao dirigir-se a um serviço de recolha de sangue no Porto, foi excluído quando afirmou ser homossexual, pergunta que consta nos famosos "inquéritos", com os quais eu gozava em voz alta e à brava por tão descabidos que são. Claro que há perguntas necessárias e que beneficiam os próprios dadores, como por exemplo: nos últimos 6 meses viajou para países tropicais? (Porquê? porque milhares de doenças tropicais só "dão sinais" meses depois, tal como a malária, paludismo. Podemos ter o vírus e não despoletar em nada, mas ao dar sangue poderá ficar activo). Fez recentemente piercings ou tatuagens? (Porquê? porque o organismo está em luta contra corpos estranhos e mais fraco). Tomou medicamentos, esteve hospitalizado, sofreu alguma intervenção cirúrgica, está constipado? (Porquê? pelos mesmos motivos anteriores)

Agora uma das descabidas: "Teve relações com outro parceiro(a) do mesmo sexo?", deixaria de ser se acrescentassem "ocasionais e desprotegidas". Enfim!!!!

Segundo o pivot (não me recordo o nome) referiu a entrevista dada (não consegui ver e nem obter a mesma) pelo Presidente do Instituto Português do Sangue - Gabriel Olim onde proferiu vários disparates sobre esta polémica, mas uma que me deixou pocessa. Mais ou menos isto: o Estado não pode despender "mais meios" para despiste de doenças e o sangue poderia eventualmente ser passado com riscos para os necessitados".
O quê? se for verdade o que o pivot "invocou", este homem é credível para estar à frente de um dos Institutos mais importantes deste país? Não, não é possível e vai daí toca a martelar todas as fontes para tirar a limpo e aguardo pelas respostas.
Como dadora de sangue há trinta e tal anos, respondo ao questionário e já pus a questão a quem de direito que me deu razão:
- e se MENTIREM nas respostas?
- Não se preocupe, cada um responderá por si, porque o sangue é TODO ANALISADO COMO MANDAM AS NORMAS EUROPEIAS e MUNDIAIS.

No site do IPS consta este procedimento a TODAS AS DÁDIVAS:
"Paralelamente, cada dádiva é submetida a um conjunto de análises laboratoriais que, tecnicamente, garantem a melhor qualidade do sangue a transfundir, de acordo com o estado da arte em cada momento.Segundo a legislação em vigor, são efectuadas as seguintes análises:

Estudo Imunohematológico:
- Grupo sanguíneo nos sistemas AB0 e Rh
- Pesquisa de anticorpos irregulares – PAI

Estudo das doenças transmissíveis pelo sangue:
- Hepatite B – Antigénio de superfície do vírus da Hepatite B – AgHBs
- Hepatite B – Anticorpo do “core” do vírus da Hepatite B – AcHBc
- Hepatite C – Anticorpo do vírus da Hepatite C – AcVHC
- Sida – Anticorpo dos vírus de Imunodeficiência Humana – AcVIH1 e AcVIH2
- Sífilis – VDRL
- Leucemia das células T adulato – Anticorpo do vírus HTLV/II – AcHTLVI/II
- Enzima hepático – ALT
- Testes de Ácidos Nucleicos (TAN)"

Passado mais ou menos um mês, recebo em casa duas folhas A4 com o resultado de todas as análises e com a afirmação se posso ou não posso continuar a dar sangue.
Há bem pouco tempo fui chamada devido a uns valores que não estavam bem, pela que precisavam de confirmação. Fui muito combalida, porque 10 dias depois tive uma laringite aguda e uma gastroentrite e recorrer aos serviços hospitalares. Ora pois, os virús estavam lá e resolveram ficar assanhados quando se viram com menos e a automática renovação do sangue. Afinal fazem mais análises para além das referidas "no estudo", o que me confirmaram que sim!

Para mim os homossexuais nunca foram "um grupo de risco" mas sim "TODOS os homens e mulheres" que incorrem em "relações desprotegidas" e "outras coisas", ou seja, mais uma vez querem misturar "alhos com bugalhos" e por vezes "senhores e senhoras" tão in da nossa sociedade são os verdadeiros cowboys da frangalhada e quando dão por ela "as mijadelas fora do penico" dão no que dão e tal como um limpa vidros querem incutir que os "maus são outros" e sempre os mesmos.

Porra, deixai-os em paz e cada um deverá olhar para si próprio e nunca atirar pedras aos outros porque todos temos telhados de vidro! Gostariam de ver um filho(a) a sofrer represálias de "cabecinhas ocas"?
Ninguém pergunta, nem persegue, nem critica os ditos "normais" (ah meu deus quantos santinhos(as) né? pois a benção do Sr.Prior de há décadas é o escudo invisível para toda a vida) porque a SIDA aumentou numa faixa etária 60/70/80 anos e qual a razão de irem "passear sem chapeú de chuva-preservativo" e que lixam com quem dormem ou não dormem sei lá?

Daí o meu maior respeito pelos homossexuais e não tenho absolutamente nada a ver com a vertente sexual de quem quer que seja!

Quero apenas que sejam felizes e todos juntos lutarmos por uma sociedade com menos desigualdades!

quinta-feira, 1 de abril de 2010

PARABÉNS MINHA FILHA




















e que tenhas um dia muito feliz. Amanhã estaremos todos juntos para te comer com beijos e dizer-vos obrigado pelo neto que me deram!