quarta-feira, 27 de agosto de 2014

terça-feira, 26 de agosto de 2014

LEITURAS

Transporto para aqui este texto do blogue "Luz de Luma, yes party!", que acompanho já há uns anos.
Gosto imenso de o ler por ser uma escrita fácil, mas por vezes tenho de o fazer aos aos poucos para absorver toda a informação, como foi no caso deste. Excelente!

TECNOLOGIA E O FUTURO DAS PROFISSÕES

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

FÉRIAS!



(foto Google)

Os meus vão estar até domingo, numa zona rural onde podem praticar ciclismo, atletismo e natação. Queriam que eu fosse, mas prefiro ficar no meu sossego.
A pergunta que fiz: e quem vem tratar do Lucky e da Pantera (uma gata que não dá trabalho algum)?
Deitado aos meus pés, mal me ouviu sentou-e e fixou-me tal e qual como o da foto.
Tinham quem lhe fosse dar de comer, mas numa mistura de riso e seriedade perante o ar de S.Exª., disse que não era preciso, eu ficaria lá em casa e arrematei, não é Lucky?

Não consigo descrever a "parvoeira em que entrou", saiu disparado, correu que nem maluco, deu duas voltas à casa e trouxe-me uma bola, aliás "os restos mortais de uma bola" e deixou-a cair à entrada de casa (não entra com ela porque assim foi educado) e sentou-se a olhar para mim com um ar tão feliz.

Ele sabe quando saem se o vão levar ou não. Quando lá estou e tenho de ir buscar a neta à escola, mal me vê pegar na carteira, vai logo para a varanda e deita-se na sua poltrona:)

Vai-me saber muito bem esta pausa, fazer o que me apetecer, escutar o silêncio e os "peeeessssarinhhhos"... LIVRE



e não tenho de todo ao afirmar que vou de FÉRIAS por causa das duas "sombras negras":):):)

BOA SEMANA PARA TODOS!



segunda-feira, 18 de agosto de 2014

CINEMA



Um filme que todos os pais deveriam ver, rever e tornar a ver, já para não falar nos avós como eu...porque sim!

Lidar com um trauma não é fácil como não é fácil ser-se mãe de um filho tão revoltado, mas, pelo menos para mim, encontrei e encontro sempre que o vejo "pequeninas ferramentas para compreender mais e melhor o mundo das crianças e ou adolescentes"


sábado, 16 de agosto de 2014

DESPORTO - PARABÉNS JESSICA

Jessica Augusto conquista bronze na maratona

Portugal conquistou a primeira presença no pódio nos Europeus de atletismo em Zurique.




De: Sapo Desporto

Vi em directo e foi magnífico!

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

CRÓNICAS DA PRAIA - Encontrei o Tuga

CRÓNICAS DA PRAIA - Encontrei o Tuga

Hoje na praia encontrei o Tuga, ou melhor, um exemplar do Tuga, uma espécie característica do nosso habitat. No encontro de hoje na praia tratava-se de um adulto, acompanhado da mulher e dos filhos, ainda crianças pequenas.
O Tuga, braços tatuados e cabelo curtinho, chega ao areal equipado com uma camisola de alças vermelha, com o emblema do glorioso e com uns calções amarelos e verdes compridos, quase a tocar nas havaianas brancas. Carrega o chapéu de sol, uma geleira e ainda consegue rebocar um dos filhos. Traz um boné de pala e em cima desta poisam uns óculos escuros.
A tribo do Tuga poisou logo bem encostadinha às pessoas que já estão na praia, o Tuga não gosta de estar sozinho. Espetado o chapéu de sol, os miúdos são besuntados com creme protector pela mãe Tuga, enquanto o pai arruma a geleira debaixo do chapéu e em voz bem alta avisa-os para se portarem bem senão volta tudo para casa.
Em seguida pega numa bola e com um pontapé atira-a para longe dizendo aos miúdos para irem jogar e terem cuidado com as pessoas. A bola atirada pelo Tuga tinha, entretanto, acertado num velhote que passeava no sítio errado.
Com o olho nos putos o Tuga senta-se a ler o Record e puxa de um cigarro cuja cinza vai sendo depositada na areia.
Passado pouco tempo os putos aparecem, um deles a chorar porque o outro lhe tinha batido. Aí o Tuga, senta o mal comportado na toalha, acende mais um cigarro, põe os óculos na cabeça, como sabem os Tugas não usam os óculos nos olhos, é na testa ou na cabeça, e vai ele jogar com o irmão.
Dois minutos depois volta e diz para a família ir ao banho. Ouvem-se uns protestos da mãe Tuga, mas a voz alta do pai Tuga é persuasiva e vai tudo para a água.
Quando voltam, a protestar pela frieza da água, juntam-se à volta da geleira donde emergem umas "sandes" para todos, colas para os miúdos, sumo para a mãe e uma mini para o Tuga.
Durante o lanche surge uma discussão sobre a que horas sairiam da praia a que o Tuga, sempre em alta voz, pôs termo dizendo que sairão à hora que ele disser. Esta cena foi-se desenrolando acompanhada de vários telefonemas do Tuga por causa de um problema com a bomba de água do carro de que boa parte da praia ficou ao corrente.
Aquietado o estômago, o Tuga e a família deitam-se nas toalhas e ele volta ao Record e a mais um cigarro, cuja beata irá fazer companhia às anteriores no areal da praia.
Mais não pude perceber porque a minha praia acaba cedo. É sempre um prazer encontrar o Tuga.

do blogue "Atenta Inquietude" - 30 de Julho de 2010

Fujo destes cenários que continuam inalteráveis

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

DESAFIO Nº. 34

Desafio aceite: Descreve a frase que tens no teu perfil!

SOU COMO SOU E NÃO SEI DEIXAR DE SER QUEM SOU

Vamos lá então e vai de seguida sem olhar ao "bom português" e se der erros emendem por favor:):):)

Todos vamos no mesmo comboio da vida. Eu não sou excepção!

Detesto gente burra, estúpida e hipócrita, uns porque o são por natureza e outros que adoram passar por...!

Os burros, literados ou não, continuam sentadinhos à sombra da bananeira e esperam sempre por algo. Não ligam, não querem saber de nada nem de ninguém que vá além do seu mundinho. Melhor dizendo, muitos usam estas capas, sabe-se lá porquê!

Os estúpidos, literados ou não, não aprendem com os erros, não se esforçam em olhar para o que fazem, dizem e pensam. Melhor dizendo, muitos usam estas capas, sabe-se lá porquê!

Os hipócritas, literados ou não, caem quase sempre nas suas próprias armadilhas e quando dão por elas ficaram plantados algures na paisagem da vida. Melhor dizendo, muitos usam estas capas, sabe-se lá porquê!

Nesse mesmo comboio vão os gananciosos, invejosos, doentes, deficientes, bons, menos bons e maus, ricos, remediados e pobres, abandonados, velhos, novos, jovens, bébes, todas as etnias, religiões e sexo!

Nunca fui, nem sou e nem pretendo ser, excepção dentro desse mesmo comboio há 63 anos!

Tenho defeitos? Muitos
Revolto-me com muita coisa? Sim até quase a partir da loiça toda
Refilona? Muito
Crítica? Em absoluto, mas muito mais de mim própria
Não sou perfeita, longe disso!
Choro? claro, há que lubrificar os olhos, mas mais quando vejo um filme tipo "colher de chá" ou uma música:)
Momentos tristes? Alguns, mas mal os pressinto levanto-me, sacudo a poeira e avanço!
Passado? Só permanece bem luzidia a vontade enorme de ir morrer à minha terra - Luanda, como sabes:) O resto é pouco lembrado, porque tudo que foi nocivo dei-lhe o tratamento certo e acreditem que já me esqueci de tanta coisa!
Não sei estar quieta e uma das coisas que mais gosto é sentar-me em algum lugar e apreciar os outros que passam.
Perante uma "derrocada" (e já foram várias) enfrento tudo e todos com uma calma inexplicável!
Nada materialista, se tenho 20 copos dos quais só preciso de um, porque não dar 19? Percebeste?:)
Sou mulher, mãe/pai, sogra e avó.
Acima da amizade que nos une sou MÃE e já com vidas constituídas e nos seus ninhos, se for preciso...sai na hora o que muitas vezes não gostam de ouvir e se ainda for preciso ir mais longe, vou mesmo!
Não me meto nem vasculho as suas vidas e ajudo sempre no que posso sobretudo no SOSAvó! Se me pedem uma opinião dou com toda a certeza, mas jamais faço o que sempre detestei: LIÇÕES DE MORAL!
Sou filha de uma "super mãe", mas que ainda não viu que há muito tempo deixei de ser adolescente e como tal, "prontos, tá-se bem":)
Retribuições? Eu pá? Não espero retribuições de nada nem de ninguém, porque tudo o que fiz e faço é sempre "gratuito" e acreditem que dou o meu melhor. Afectivas, claro que sim, mas qb e nada em exagero.
Detesto o quê? Amarras e regras que me toldam o pensamento e sobretudo o meu modo de ser e estar!
Durmo bem e raramente me lembro dos sonhos.

Num aprendizado profissional de décadas, tento sempre ver os dois lados de algo que acontece. Julgar por julgar e sobretudo em praça pública é muito mais fácil do que o contrário! Não analiso as pessoas pelo modo de vestir e ou aparência, pela forma de falar com calão ou sem ele!
Tenho alergias a "lamechas de barriga cheia", a "nham, nham" que não levam a lugar algum e andar no diz-que-disse-mas-não-disse!
Enquanto trabalhava era o motor de uma secção, conforme os meus colegas tantas vezes o disseram. Também a todos eles devo o enorme apoio que tive nos momentos mais difíceis da minha vida e foram vários! No dia em que me divorciei e saí do tribunal a correr para ir apanhar o metro para regressar ao trabalho, ver e sentir à entrada deste, seis braços que me abraçaram e levaram-me (por ordens da administração) lanchar e depois vir para casa? é das coisas que jamais esqueço.
Nunca percebi a razão de os meus superiores porem sempre ao meu lado "colegas depressivos de outros sectores". Acho que talvez tenha sido pela minha maneira de ser e vi "monstros cerebrais" que nunca pensei que existissem. O certo é que "sem mostrar pena e nunca usando os famosos tadinhos, maluqinhos, etc" foram recuperando e a maioria voltou aos seus locais iniciais!

Não sei explicar o porquê, de onde vem a minha força interior por nunca ter perdido a "esperança, o acreditar, o sonhar e o meu sorriso"!


Não vivo do, ou no "QUERIA", vivo sempre no "quero, no vai mudar, no vou conseguir, no...na...no..." e luto, luto, luto e quando é preciso, saio do comboio e estendo a minha mão, empurro, encosto, puxo... até não aguentar mais!!!!

Como? olha o exemplo que te dou:)

domingo, 10 de agosto de 2014

sábado, 9 de agosto de 2014

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Coisas que me tiram do sério! Parlamento Europeu

Ao fazer zeping calhou ouvir Marinho e Pinto, um homem que pode ter muitos defeitos tal como eu, mas que não tem medo de pôr a descoberto e após conhecimento real para que serve, o que fazem, quanto ganham os eurodeputados.

Depois somos nós "povo" que estamos a pagar a factura pelo desvario porque vivemos acima das nossas possibilidades.

Isto deu-me a volta ao estômago.

Vejam e digam de sua justiça!


http://www.tvi.iol.pt/programa/voce-na-tv/2015/videos/128760/video/14176810/1

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Veja a espantosa foto que venceu o concurso da National Geographic



A fotografia de um tornado a formar-se nos céus do Colorado, EUA, venceu a edição de 2014 do concurso de fotografia da National Geographic, ao qual concorreram mais de 18.000 entusiastas.
Marko Korošec recebeu o primeiro prémio com a imagem que captou enquanto andava a «perseguir tempestades» em Julesburg, Colorado.
(...)
O prémio de mérito foi para Sean Hacker Teper, com uma foto do «baloiço no fim do mundo» (ver galeria), tendo como pano de fundo o Mt. Tungurahua no Equador. Segundo o fotógrafo, após captar a imagem tiveram que sair a correr porque vinha a caminho uma nuvem de cinza vulcânica.



Leia e veja tudo no "diário digital"

Gosto muito de ver fotografias ao invés de eu própria as tirar.
Um trabalho de excelência que merece a pena partilhar!

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

VAMOS SORRIR - 35

O NOVO BANCO




sábado, 2 de agosto de 2014

FUGA...



Sinto uma leve aragem
galopando sem destino
o que me dá coragem
a seguir o meu caminho!

(foto Google)