segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Dia Europeu Sem Carros

Um dia é absurdo...
quando deveriamos pensar...
E no exagerado do consumo?...
pense antes de comprar...





















imagens do noVitá - 10/09/2009

16 comentários:

  1. Sinceramente já não me vejo sem carro e estes dias para mim são um bocado uma fantochada, como por exemplo o dia de qualquer coisa por ano.
    Beijocas

    ResponderEliminar
  2. Wind
    concordo contigo, é uma farsa "o dia de..." quando a maioria precisa do carro porque não tem alternativas para fazerem "o favor" de irem trabalhar neste país tal mal governado.
    Mas melhores dias virão:)

    Uma beijoca

    ResponderEliminar
  3. De facto, estou como a Wind.
    Hoje, de manhã, fui levar a minha mulher à escola e reparei que havia mais carros a circular do que é costume...
    Para comemorar o Dia Europeu sem Automóvel, não esteve mal...
    Mas eu vejo, por exemplo, o meu caso.
    Se fosse ali apanhar o autocarro (fica apenas a 5 minutos de casa), chegaria lá e estaria, quase de certeza, 20 minutos à espera. Viria cheio e teria de ir apertado. Demoraria mais 15 minutos a chegar ao destino.
    Francamente, não é apetecível. por muita consciência ecológica que eu tenha.
    E os governantes? Pensam a sério nestas coisas ou estão a brincar aos "verdinhos"?
    É que o Metro para Gondomar, já tantas vezes prometido e que criaria uma via de transporte não poluente para muitos milhares de cidadãos, não sai do sítio.
    Ota e TGV é que são importantes...

    ResponderEliminar
  4. Aqui também esta esta campanha.
    Mas como, tem carro pra xuxu...e os governantes nada fazem para deixarmos os carros em casa.
    Se locomover como ?
    É um problemão....

    ResponderEliminar
  5. Peciscas
    Tens toda a razão no que dizes, porque devido ao excesso de carros os autocarros não andam. Em todas as estradas de norte a sul de Portugal, deveria haver uma faixa só para autocarros, como há nos outros países com coimas pesadas para os xicos espertos que a usassem indevidamente. Aí aumentariam a frota dos transportes públicos.
    As entradas em Lisboa é um horror, mas mais cedo ou mais tarde vai ter que ser - Lisboa sem carros, excepto para transportes públicos e moradores!
    Aqui muita gente optou pelo comboio, mas para convergirem para as estações a empresa dos autocarros aumentou a sua frota, o custo dos bilhetes individuais e reduziu nos mensais.
    Depois alguns vizinhos, juntaram-se e vão 4 num carro, rodando semanalmente:)
    Quanto à OTA e TGV, tenho as minhas dúvidas que irão p'ra frente.

    Guilherme Pião
    É um facto e se há trinta anos era um inferno andar na grande S.Paulo, imagino agora!
    O problema é o mesmo...os governos só fazem o que querem em seu proveito porque não andam metidos no inferno.

    Beijos e obrigado pela vossa opinião

    ResponderEliminar
  6. Andei hoje em lisboa e nem percebi que era o dia sem carros.
    so vi carros por todo o lado.
    mais uma panhacada, e os grandes vao para o trabalho de transportes.
    entao nao vao!!(deviam ir)
    e como as outras coisas ,e so uma vez por ano.
    beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Eu se pudesse nem comprava, mas então, como faria?

    Sabes que um dia, apenas um dia a diferença que faz no ambiente?
    Melhor seria, se pudessem ser mais.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Fatyly

    Cada passo na defesa do ambiente representa decerto a salvação do meio em que vivemos.

    Urge agir, mais do que nunca.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  9. Sideny
    a maioria nem sequer sabia que dia era e quando cortaram o trânsito foi um pandemónio.

    Coragem
    Não é o comprar, é comprar bem ou pelo menos fazer a manutenção devida nos carros e electrodomésticos.
    Claro que sei, mas não deveria ser um dia por ano, deveria ser por exemplo um dia por semana, corte total, ou melhor proibição total e a ver se não se habituariam:)

    Paulo
    Como é óbvio assim é que deveria ser :)

    Beijocas e obrigado a todos

    ResponderEliminar
  10. como sempre tens toda a razão amiga, o problema é que o carro já se tornou num objecto quase imprescindível para mim, principalmente porque as alternativas em termos de deslocação para o emprego são quase nulas!
    beijos doces

    ResponderEliminar
  11. só para rir este dia sem carros ...

    e, falando de Lisboa ... é só em certas zonas da cidade ...


    mas quem é que pode andar de transportes públicos quando eles são mais caros que andar de carro ... pelo menos na margem sul do Tejo é assim ... é so fazer as contas do autocarro para estação, do comboio da Fertagus + o transporte para deslocação em Lisboa ... se não for para Sintra, Cascais ... ou outro sítio qualquer ... mesmo sendo só uma pessoa a deslocar-se de carro sai mais barato ....


    beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Carla
    para ti e para muitos, mas caminhamos para a alternativa de transportes públicos que terão de aumentar e com esse aumento forçosamente baixa o custo do mesmo.
    Depois há questão se eu fosse comprar agora um carro, faria o que fiz quando comprei este há uns anos: baixo consumo e nada de máquinas dantescas...tal como o da foto, que além de perderem o norte com a alta velocidade ceifando vidas, comem o triplo de gasolina, manutenção e mecânica!

    Beijocas

    ResponderEliminar
  13. Isabel
    compreendo e já respondi o mesmo nos comentários que fiz:)

    Mfc
    realmente são imagens fabulosas e retiradas do blogue que indico, para mim um lugar que adoro visitar:)

    Beijocas e obrigado

    ResponderEliminar
  14. Adoro quando gostas do que gosto...beijos

    ResponderEliminar