quinta-feira, 18 de outubro de 2018

FUTSAL FEMININO DE OURO NOS JOGOS OLÍMPICOS DA JUVENTUDE



"A Seleção Nacional de futsal feminino de sub-19 conquistou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos da Juventude, que decorrem em Buenos Aires, na Argentina. Na final, Portugal bateu o Japão por 4-1 com Fifó em destaque ao apontar todos os golos da equipa das Quinas.(...)"
de: A BOLA

Ontem vi em directo e gostei da garra destas jovens. Existe em todas elas muito trabalhinho e dedicação.

OS MEUS PARABÉNS PARA TODAS

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Outono numa vida... (reedição por ser sempre actual)



Manhã bem cedo. Abro a janela e senti frio. Aconcheguei a roupa e vejo que a paisagem mudou.
Oiço palavras dos “vendilhões do templo” num cenário tão triste para uma época ainda mais triste. Ora faz frio, ora faz calor e as árvores despem-se das suas vestes e a pouco e pouco para gáudio dos políticos, vejo o vergar de tantos seres perante a exaustão da luta diária sem tréguas.
Há o embarcar na propaganda maquiavélica de compra hoje e pague amanhã, num acumular de contas por pagar sem saberem como.
Há regalias para os velhos, para as crianças, para os estudantes, para os novos empresários, para tudo..., mas quase tudo não passa do papel.
Interrogo-me como é possível ver que a depressão vai tomando conta de todos, numa caminhada corrosiva e silenciosa deitando por terra as árvores que seriam o futuro de amanhã.
Não é possível estar parada perante este cenário e nada fazer. Mas o que fazer?
Já sei, vou levantar um a um e se pelo menos convencer dez que tudo poderá ser diferente, sentir-me-ei gratificada.
Há tantos meios de fazer alguma coisa em prol de...
Há que saber que não é no café, na família, no emprego, nos vizinhos, na estrada que se deve descarregar a nossa raiva mas em pequenos actos diários que nos são impostos contra os quais não concordamos mas silenciamos e que se pensares bem podem mover montanhas empedernidas.
Hoje não paguei o que por incompetência me exigiram pagar e educadamente ainda apresentei queixa. Ganhei sim senhora!
Mas há quem se cale e eu jamais me calarei.
Levanta-te por favor e dá cá a mão porque não é o Outono que te põe assim, mas o gelo que te imobilizou os neurónios.
Aconchego-te para ser aconchegada e vamos acreditar que o futuro será bem mais risonho.
Fecho a janela mas deixo sempre a porta aberta!

Fatyly (2007)

terça-feira, 9 de outubro de 2018

ALERTA DO BANCO DE PORTUGAL: NÃO ACEITE NOTAS COM TINTA



Para além da presença de tinta, as notas com falta de cor ou que estejam coladas também não devem ser aceites

O Banco de Portugal lançou um alerta para que tanto os consumidores como os comerciantes não aceitem notas que tenham excesso de tinta, falta dela ou que estejam muito coladas.

“As manchas de tinta na nota podem resultar da atuação de sistemas inteligentes de neutralização de notas. Os sistemas inteligentes de neutralização de notas são mecanismos de segurança instalados em caixas automáticos (os ATM) ou em malas de transporte de dinheiro, que marcam ou destroem parcialmente notas na sequência de tentativa de roubo ou furto”, alerta a instituição.

O Banco de Portugal informa que as manchas de tintas – que podem ser violeta, verde, azul, vermelho e preta – infligidas por sistemas inteligentes de neutralização são mais concentradas nos extremos das notas, fluindo para o centro e num padrão característico.

Para além de notas com tinta, “por vezes, os criminosos tentam remover as manchas da tinta de segurança por lavagem ou com recurso a produtos descolorantes. É por esta razão que deverá igualmente recusar notas com aspeto descolorado", acrescentam.

“Embora a maioria dos sistemas inteligentes de neutralização de notas inutilizem as notas por tintagem, há outros que usam cola para unir as notas em bloco, de forma permanente e irreversível. A remoção de uma nota do conjunto não é possível sem que a nota se rasgue em pequenos fragmentos. Se alguém tentar entregar-lhe um maço de notas nestas condições, também deve recusá-lo", pelo que alertam para que rejeitem maços de notas que estejam colados.

As notas danificadas pelos sistemas inteligentes de neutralização das notas não são possíveis de trocar, a não ser que seja o proprietário original, vítima do crime ou um agente designado. O Banco de Portugal aconselha quem estiver na posse de uma nota que esteja tintada a dirigir-se à instituição ou ao seu banco de forma que seja encaminhada para as autoridades competentes.

De JornalI

domingo, 9 de setembro de 2018

TÉNIS - US OPEN- US Open, uma final fora do comum. Quem é Carlos Ramos, o árbitro português a quem Serena Williams chamou "ladrão e mentiroso"

ASSISTI EM DIRECTO. SERENA WILLIAMS PODIA NÃO TER VISTO O GESTO DO TREINADOR A DAR-LHE INSTRUÇÕES O QUE NÃO É PERMITO, MAS NÃO LHE DOU RAZÃO pelo seu comportamento nunca visto, MAS SIM AO ÁRBITRO PORTUGUÊS.



EIS O ARTIGO:

A final do US Open que deu a vitória à japonesa Naomi Osaka podia ser só uma final surpreendente do ponto de vista desportivo. Surpreendente porque teve a matéria que torna o desporto, em qualquer modalidade, um campo de sonhos. E ontem o sonho foi o de uma miúda de 20 anos que venceu a tenista que idolatra, nada mais nada menos que Serena Williams. Mas a notícia não foi só essa - no epicentro desta final esteve um nome português, Carlos Ramos, o árbitro da partida a quem Serena Williams chamou ladrão e exigiu um pedido de desculpas.

Não é frequente darmos pelos árbitros nas partidas de ténis. Eles estão lá. sentados bem acima do nível do court para poderem ter uma vista privilegiada do jogo e, ainda que lhes caiba variadíssimas decisões como em qualquer jogo, são um elemento secundário - afinal, os olhos dos adeptos estão centrados nos tenistas. Não foi o caso de ontem numa partida transmitida à escala global. Em uma hora e dezanove minutos de jogo - que foi quanto durou - foram várias as vezes em que as câmaras se centraram no árbitro português e nas suas interações com Serena Williams. E porque foi uma partida de um torneio de topo existiram todas as condições para se ouvir o que a tenista foi dizendo a Carlos Ramos ao longo das três advertências que lhe foram feitas e até ao momento final em que foi derrotada por Naomi Osaka.

Num primeiro momento, Carlos Ramos fez uma advertência (warning) a Williams por “coaching”, ou seja, por estar a receber indicações do seu treinador, o francês Patrick Mouratoglou, a partir da bancada, o que não é permitido de acordo com as regras do ténis (ainda que seja frequentemente discutido). “Eu tenho uma filha, não sou batoteira. Prefiro perder a fazer batota”, atirou Serena ao árbitro a quem se dirigiu em tom de protesto.

Seguiu-se uma segunda advertência, quando a tenista, irritada por ter perdido um ponto, atirou com a raquete ao chão, partindo-a, numa situação a fazer lembrar, para quem segue a modalidade há mais anos, os famosos ataques de raiva de John McEnroe. Serena voltou a dirigir-se ao árbitro exigindo um pedido de desculpas por estar a ser, na sua opinião, discriminada com as advertências.

Se o confronto entre a jogadora e o árbitro já se tinha transformado numa espécie de partida paralela com a mantida no court frente a Osaka, o copo transbordou de vez com Serena a chamar ladrão e mentiroso a Carlos Ramos, o que lhe valeu a terceira advertência e consequentemente a penalização de um jogo. A tenista não se conteve, gesticulou e exigiu explicações a Carlos Ramos e pediu mesmo a interferência dos supervisores, tendo afirmado inclusive que o árbitro só a estava a tratar assim por ser mulher. Mas a penalização manteve-se - um jogo perdido para a tenista inglesa.

Mais irritada que nunca voltou ao court, numa altura em que a adversária estava já à beira da vitória, e deu luta - ganhou os dois primeiros lançamentos mas veio a perder o terceiro e consequentemente o jogo e a final. Naomi Osaka venceu Serena Williams, com os parciais de 6-2 e 6-4.

Mas a norte-americana não saiu do campo sem voltar a repetir a Carlos Ramos que este lhe devia um pedido de desculpas.

Já esta manhã foi tornado público que Serena Williams foi multada em 17 mil dólares pela sua conduta na final do US Open, e a história não deverá ficar por aqui. A ex-tenista Billie Jean King e a National Organization for Women já se pronunciaram sobre o que aconteceu, considerando que existe duplo critério no ténis na forma como trata mulheres e homens.

A exaltação de Serena contrastou com a pelo menos aparente serenidade com que Carlos Ramos foi respondendo aos vários episódios. Não sendo um nome conhecido da maioria dos portugueses, é um nome bem conhecido no ténis internacional, tendo arbitrado já várias partidas com os principais nomes do ténis mundial. Incluindo estrelas como Nadal e Djokovic que, sendo homens, foram igualmente alvo do rigor com que aplica advertências em campo, como se pode ver, por exemplo, nesta partida.

Tem 47 anos, é considerado um dos melhores árbitros do mundo (uma elite de cerca de três dezenas que tem o certificado mais elevado) e já esteve nas finais dos quatros Grand Slams (Austrália, Roland Garros, Wimbledon e Estados Unidos), tendo arbitrado também a final do torneio de ténis dos Jogos Olímpicos, em Londres, em 2012.

Iniciou a carreira de árbitro internacional em 1991 quando percebeu que não seria um grande jogador de ténis, modalidade que descobriu aos 11 anos de idade, como contou nesta entrevista ao Observador realizada em 2015. Nesse mesma entrevista, referiu-se aos jogadores mais conflituosos nos seguintes termos: “(…) em situações de conflito com o árbitro sentem logo se ele está à vontade ou não. Se demonstra receio, medo ou falta de coragem, aí alguns caem em cima. E depois há situações, quando está muito coisa em jogo ou quando há mais nervos, em que o árbitro tem mesmo de ter uma atitude muito segura de si. E a linha que separa um árbitro seguro de si de um que é arrogante, é muito fina. Um árbitro não pode dar a impressão de arrogância aos tenistas, é das coisas que eles têm mais dificuldade em aceitar. O importante é ser seguro e convincente”.

de SAPO DESPORTO

quinta-feira, 6 de setembro de 2018

TÉNIS - US OPEN 2018

Nadal vence o austríaco Dominic Thieme num jogo de quase 5 horas e chega à semifinal do US Open. Não vi em directo mas valeu a pena ver em diferido. Um jogo disputado até ao último ponto.

No final foi esta a atitude de Nadal e gostei!



Noto no entanto que os campos são autênticas saunas e quase todos os jogadores suam demais o que anteriormente só acontecia após vários jogos e encharcados por diversas vezes têm de mudar de equipamento.

Ao ler as notícias deparo-me com isto no SAPO DESPORTO e porque também vi a simpatia desde jogador fora de jogo, ficará aqui nos meus registos:


DJOKOVIC 'DISPARA' CONTRA A ORGANIZAÇÃO DO US OPEN: "É COMO JOGAR DENTRO DE UMA SAUNA"




Roger Federer já o tinha feito e agora foi a vez de Novak Djokovic. O tenista sérvio criticou a organização do torneio US Open, após a vitória frente ao australiano John Milmann, pelo extremo calor que se faz sentir no terreno de jogo.

"Foi muito duro, passei por alguns problemas, mas aconteceu com toda a gente. Tive de mudar várias vezes de roupa mas no fim acabei por encontrar a solução para vencer. Não são condições fáceis para jogarmos, acho que nunca tinha suado tanto como este ano. Creio que a organização deveria dar conta disto, é como se estivéssemos a jogar dentro de uma sauna, não há circulação de ar no campo!", disse Djokovic.

Gostei imenso de ver os dois australianos, Dominic Thieme derrotado por Nadal e John Milmann que derrotou Roger Federer mas perdeu com Novak Djokovic que se viu grego para vencer!
..........................

Nos intervalos mudava de canal e todos os portugueses só falam de futebol e da pouca vergonha que se passa nos meandros da bola. O tal "rapazinho verdinho" continua a senda do "daqui não saio, daqui ninguém me tira" e agora é no Benfica?
Porque no final deve ficar tudo em águas de bacalhau, sinceramente não tenho pachorra e nem o jogo da selecção irei ver como não tenho acompanhado a volta à Espanha em bicicleta porque nunca gostei.

Quem são os CONVENCIDOS DA VIDA?

No corre-que-corre, o convencido da vida não é um vaidoso à toa.
Ele é o vaidoso que quer extrair da sua vaidade, que nunca é gratuita, todo o rendimento possível. Nos negócios, na política, no jornalismo, nas letras, nas artes. É tão capaz de aceitar uma condecoração como de rejeitá-la.
Depende do que, na circunstância, ele julgar que lhe será mais útil.
Para quem o sabe observar, para quem tem a pachorra de lhe seguir a trajectória, o convencido da vida farta-se de cometer «gaffes».
Não importa: o caminho é em frente e para cima.
A pior das «gaffes», além daquelas, apenas formais, que decorrem da sua ignorância de certos sinais ou etiquetas de casta, de classe, e que o inculcam como um arrivista, um «parvenu», a pior das «gaffes» é o convencido da vida julgar-se mais hábil manobrador do que qualquer outro.
Daí que não seja tão raro como isso ver um convencido da vida fazer plof e descer, liquidado, para as profundas.
Se tiver raça, pôr-se-á, imediatamente, a «refaire surface».
Cá chegado, ei-lo a retomar, metamorfoseado ou não, o seu propósito de se convencer da vida - da sua, claro - para de novo ser, com toda a plenitude, o convencido da vida que, afinal... sempre foi.

Alexandre O'Neill, in 'Uma Coisa em Forma de Assim'

SEMPRE ACTUAL PELO QUE VEJO E OIÇO NESTE PAÍS!

segunda-feira, 3 de setembro de 2018

TÉNIS - US OPEN 2018

NADAL MARCA ENCONTRO COM THIEM E SERENA DERRUBA KANEPI



O espanhol Rafael Nadal e a norte-americana Serena Williams garantiram hoje a qualificação para os quartos de final do US Open em ténis, último 'major' da temporada, numa jornada em que ambos chegaram a vacilar.

Número um mundial, Rafael Nadal voltou a sofrer no Arthur Ashe Stadium, à semelhança do sucedido na terceira ronda frente a Karen Khachanov, para regressar aos quartos de final do US Open, desta feita vencendo Nikoloz Basilashvili pelos parciais de 6-3, 6-3, 6-7 (8-6) e 6-4.
(...)Na competição feminina, a antiga número um mundial Serena Williams 'tremeu', mas não caiu ante Kaia Kanepi (44.ª), que, pela primeira vez, conseguiu 'roubar' um 'set' à adversária, mas não foi capaz de levar a melhor, tendo Williams vencido por 6-0, 4-6 e 6-3, em uma hora e 36 minutos.

DE: SAPO DESPORTO

Passei um domingo em cheio:)))

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Momentos simples que fazem toda a diferença!

Há anos que a minha mãe, diz que tem saudades de tocar no mar e na areia, ela que adorava praia!

Pensei como lhe satisfazer esse desejo. Falei com os banheiros da Praia das Maçãs disseram que sim, seria possível já que têm quatro carrinhos para isso mesmo.

Falei do assunto com a filha e genro porque tinha medo de ir sozinha com ela não fosse haver algum acidente. Eles falaram com os banheiros e anteontem foi o dia. Perguntaram-me se eu queria ir, mas sinceramente não me apetecia pegar no carro. Sem aviso prévio às dez da manhã foram ao lar e arrastaram-na para tomar um café. Depois disseram que iam para a segunda surpresa. As bisnetas estavam doidas por lhe dizer e claro que os pais disseram que sim. Começou logo a ladainha que não, nem pensar, estava frio, tinha medo blá, blá:)

Chegaram e um dos banheiros trouxe o carrinho e aí ela teve vergonha de dizer não, apenas que não a metessem dentro de água o que não iriam fazer pelo frio e neblina que estava. Andou empurrada ora por uns ora por outros com meio carro à beirinha do mar onde ia com a mão a tocar na água e as bisnetas suavemente molharam-lhe os pés. Foram até fundo da praia, passaram pela foz do rio e regressaram.

Por volta do meio dia chegou ao lar e claro, telefonou-me imensamente feliz e só lhe disse: minha mãe valorize sempre esses pequenos momentos e esqueça um pouco o passado.

Ainda bem que consegui o que tanto desejava porque ver o mar é bem diferente do que tocar nele:)





Pôr do Sol na minha Praia Grande








Sentada à beira mar olhava para ti no ponto exacto aonde irias acordar o pessoal da minha terra. Agarrei-me a ti e fui descendo devagarinho num sonho tão velho como eu mas do qual não abro mão. O mar já batia nos meus pés e deixei de te ver mas tenho a certeza que só tu me ouviste e só tu me compreendeste.

Saudades? Talvez a única que retenho dentro de mim que se não a colmatar em vida farei depois de morrer.

Levantei-me e tu mar...lavaste-me a alma tornando-me ainda mais forte para as agruras da vida.

(fotos minhas)

domingo, 12 de agosto de 2018

NÉLSON ÉVORA SAGRA-SE CAMPEÃO EUROPEU NO TRIPLO SALTO



O português Nelson Évora sagrou-se hoje pela primeira vez campeão europeu do triplo salto, conquistando o ouro nos campeonatos disputados em Berlim, com a marca de 17,10 metros na final.

de:SAPO DESPORTO

Parabéns rapaz e como gostei de te ver em directo!

quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Coisas minhas!

1- As obras na casa da filha terminaram ontem. Desde o dia 1 que passei ao meu registo: ir quando me apetece e também visitar a minha mãe!

2- O pé do abacateiro está bem vivo e a crescer. Trato-o como a narrativa do livro "Meu pé de laranja e lima" e vejo que gosta:)

3- Em Julho e Agosto tratar de assuntos em organismos públicos é um pavor e sobretudo se for por telefone. Atrasos em tudo e tentar saber a sua razão é um autêntico calvário.

4- Os fogos voltaram a mostrar mais uma vez que quem mais sofre é a população e os bombeiros. Apetece-me ir "às fuças" de alguns superiores. Mesmo assim é confrangedor ver a tristeza e o medo estampado no rosto de pessoas humildes e que culpam os "Écaliptos" e nunca por nunca os autarcas e seus comparsas. Reportagens que mostram o real mundo do interior o tal rural, onde os mais velhos que cultivam para seu sustento e dar aos filhos que os esperavam nesta altura é confrangedor e o desalento é mais que evidente pela falta de forças. Os incendiários deveriam levar uma penalização mais pesada para acabar com este maldito negócio "da terra queimada". A EDP que tem tido "pouquíssimo lucro" há muito que deveriam ter enterrado os cabos eléctricos e o país continua "pendurado". Chiça!

5- Estive a ouvir um imbecil do PSD a falar da ferrovia portuguesa e a mandar balas ao actual executivo. Enquanto países da UE investiam na ferrovia por cá um tal "cagarra" gastou tudo que vinha em auto-estradas & companhia, mas devido ao seu custo elevado em portagens é o que todos sabemos. Em quatro anos privatizaram empresas fulcrais que davam lucros a Portugal e ficaram com as não rentáveis...porque terá sido?

6- Mudando de registo gostei imenso da reportagem que o Dr.Sobrinho Simões deu numa rubrica da TVI24. Um médico e senhor altamente profissional e humano!

7- Depois de quatro anos fui a Lisboa recordar locais que me eram familiares. Minha Nossa Senhora...tudo mudou locais para melhor e outros para pior e ver uma Avenida da Liberdade em que não souberam reabilitar prédios centenários é confrangedor. Não, não gosto da nova Lisboa!

8 Vou dar uma volta a pé para arejar as ideias!

quinta-feira, 2 de agosto de 2018

Dei uma volta pelas notícias e...



1- Discussão sobre dinheiro de Ricardo Robles mete marca de roupa no “trending topic” do Twitter

Robles esteve mal, como muitos outros políticos devem estar ó...ó.., mas estes estão noutros partidos nada ou quase nada defensores sobre o despejo desmedido e respectiva especulação imobiliária não vá o diabo descobrir mais "robladas"!

Deixando Robles em paz fiquei a saber que sou tão pobre...ora leiam esta afirmação de Sofia Vale Rocha vereadora do PSD na CML:

“Durante cinco anos vi um rapaz fingir-se de pobre, tão pobre como aqueles que defendia. Vi um rapaz que só vestia camisolas Quechua que era, afinal de contas, um milionário.”

2- Altice passa a controlar a Siresp SA. Estado fica com 33% ao adquirir posição da Galilei


3- Isto só mostra a falta de civismo de muitos portugueses e vislumbro que muitos irão vasculhar e espalhar o conteúdo dos contentores para ganharem mais uns tostões:

Nova campanha incentiva à reciclagem em troca de descontos no supermercado

4- Neste momento aqui estão 45ºgraus e estou na maior. Só ouvia as tais lamechices que o calor nunca mais vinha e quando veio em peso agora lamentam-se, arfam e bufam por todos os lados. Povo insatisfeito e cansativo de ouvir, mas mais cansativo é a repetição televisiva exaustiva sobre as precauções.

FIQUEM BEM QUE EU FELIZMENTE ESTOU BEM:)

domingo, 29 de julho de 2018

TOUR DE FRANCE- 2018



"Geraint Thomas é o virtual vencedor do Tour-2018. O britânico da SKY fez o terceiro melhor tempo no contra-relógio de 31 quilómetros, mas perdeu apenas 14 segundos para Tom Dumoulin e 13 para o colega de equipa e ultra-favorito ao triunfo final, Chris Froome.

Se nada de absolutamente anormal acontecer no último dia, um dia de consagração e reservado aos sprinters nos Campos Elísios, Geraint Thomas obtém a maior vitória da carreira e inscreve pela primeira vez o nome numa longínqua linha de campeões."(...)

Tirado DAQUI

Ainda me encontro de "serviço" SOS-Avó e Mãe que terminará no dia 31:)).

Chegada a casa via apenas os últimos 40 kms. Ontem vi em directo a parte final da etapa do contra-relógio, etapa que ao longo dos anos dispenso por ser chata demais.

Hoje tenho o lanche de aniversário do neto na outra banda mas desta vez irei de boleia...ufa que maravilha:) e como tal já sei quem será o justo vencedor isto se não ocorrer algo grave com o mesmo porque o Tour terminará hoje.

Ando ausente e sobretudo em falta com vocês e não tarda irei pôr a leitura em dia.

terça-feira, 10 de julho de 2018

Conforme denuncio o mal faço o mesmo em relação ao bem: Galamares, Estrada Nacional 247

Galamares, Estrada Nacional 247

O problema referido no meu post de 28 de Maio e outros anteriores, que se arrastava desde Novembro do ano passado, finalmente está em fase de conclusão.

Não tenho fotos porque não consigo tirar.

De qualquer forma digo que a insistência/persistência do cidadão fazendo valer o seu dever de cidadania pode mudar muita coisa neste "mundo de loucos".

quinta-feira, 28 de junho de 2018

Coisas minhas que me limpam a alma! - 2

Um mês depois o caroço de abacate já está numa pequenina árvore:)



Nova flor está a aparecer e em breve mostrará o seu explendor



Uma flor que plantei em casa da filha e que tem resistido às obras que ainda não acabaram:)



(fotos minhas)

quinta-feira, 21 de junho de 2018

PAUSA ATÉ ME APETECER:)

Obras que nunca mais acabam.

Mãe abalada emocionalmente e quem leva por tabela sou eu!

Duas adolescentes totalmente diferentes e repito/vivo a dose que tive com as filhas!

Bombardeamento de notícias más a toda a hora!

Cansaço...mas luto para manter-me:



sábado, 16 de junho de 2018

BOM FIM DE SEMANA E BEM MEREÇO DEPOIS DE DIAS ASSIM

O estaleiro naval da ou na casa da filha. O que vale é que apenas todo o exterior da casa. Valha-me Deus!!! Um mal que foi necessário  mas tudo leva o seu tempo, mas nisto é tempo demais!

Para não morderam quem anda a trabalhar, esta é a zona vedada onde ficam e são libertados mal o pessoal se vai embora. É aí que começa o forró:)))


ZARA depois de brincar com o Lucky no morro de terra e gravilha


À minha espera porque sabe que só entra em casa com a minha ordem


Lucky depois da brincadeira


Fotos minhas!

domingo, 10 de junho de 2018

TÉNIS- ROLAND GARROS 2018 - FINAL MASCULINA

Rafael Nadal conquista 11.º título



O espanhol Rafael Nadal venceu hoje pela 11.ª vez o torneio de Roland Garros, segundo ‘Grand Slam’ do ano, ao derrotar na final o austríaco Dominic Thiem, pelos parciais de 6-4, 6-3 e 6-2.

de:SAPO24

sábado, 9 de junho de 2018

CANOAGEM - PORTUGAL CONQUISTA QUATRO MEDALHAS NOS EUROPEUS DE CANOAGEM, DUAS DE OURO

FERNANDO PIMENTA TRICAMPEÃO EUROPEU DE K1 1000 METROS
ao vencer a final no campeonato da Europa a decorrer em Belgrado, na Sérvia.



DO JORNAL: A BOLA

Adenda: de 10/6/2018

O português Fernando Pimenta terminou hoje em terceiro lugar na final de K1 500 metros do campeonato da Europa de canoagem, um dia depois de se ter sagrado tricampeão em K1 1.000, em Belgrado.

Já soma duas...à valente:))) e como não há duas sem três ganhou a terceira em K1 5.000

Mas as mulheres também deram cartas e estas jovens Joana Vasconcelos e Teresa Portela ganharam uma medalha de de ouro em K2 200

TÉNIS- ROLAND GARROS 2018 - FINAL FEMININA

SIMONA HALEP CUMPRE "SONHO", AO BATER SLOANE STEPHENS EM PARIS



Tenista romena conquistou o seu primeiro torneio 'Grand Slam' da carreira em Paris.

de :SAPO DESPORTO

Palavras minhas: ó piquena não deverias berrar tanto e mesmo com duas advertências pois gritastes antes de bater a bola, continuaste e para mim foi muito cansativo. De qualquer forma gostei de te ver tão lutadora. Há muito que merecias.

COISAS MINHAS - 2

1- Afinal o reboliço sobre a construção de um ALDI na mata do Banzão não passou de uma limpeza eu diria mais uma razia de pinheiros, embora eu fique sempre com a pulga atrás da orelha que isto não passe de uma mera maquilhagem de algo mais grave:
Ler aqui: https://riodasmacas.blogspot.com/

2- Tocam os sinos a rebate: finalmente a obra da EN247 - Galamares já começou a ser arranjada. A obra durará 45 dias, mas como nisto eu "sou como sou e não sei deixar de ser quem sou", acho que são 45 dias + os dias de chuva com que temos sidos brindados.
A chuva faz falta, mas já liguei ao S. Pedro (não vos dou o contacto porque os dados são confidenciais":)) para acertar o relógio do tempo porque já estamos em Junho e aplica-se totalmente o velho ditado:



3- Não gosto de futebol, mas leio tudo sobre o dito e como não sou árbitro e muito menos juíza, desde bem cedo sempre tive muito interesse em tudo que envolva a justiça e medicina, digo que o que se passa no Sporting (clube da minha irmã mais velha e de duas sobrinhas-netas) é altamente corrosivo, vergonhoso e para quem critica tanto os órgãos de comunicação os usa a seu belo prazer. Já não tenho paciência e disse o que disse à minha irmã que soltou uma sonora gargalhada, mas com todo o meu respeito para as mulheres/mães que padeçam deste mal:
O que se julga "dono daquilo tudo" só pode estar com uma depressão pós parto!
Um desporto que junta famílias inteiras e milhões de adeptos...andam nisto? Ufa...ainda bem que não sou nem sócia e muito menos adepta de futebol e muito menos de qualquer clube português. Nem da selecção e se os "Palancas Negras" jogassem eu torceria por eles, só porque sim!

4- A minha mãe continua mais ou menos bem, menos agressiva(tadinha) e ontem levei uma rebocada dela porque vi algo que não gostei por parte de uma funcionária (culpo a minha mãe porque permitiu) e falei com a direcção. Falei para bem dela, sei que não é nada de grave, mas se eu permitir coisas pequenas é meio caminho andado para ocorrerem coisas mais graves. Faço o meu papel e o resto entra nos meus ouvidos a 100 e sai a 200!!!!

5- A casa da filha parece um estaleiro naval porque teve de ser arranjada por fora...o tempo não perdoa, mas gosto de lá estar, esperar pelas netas mas quando o "pessoal vai embora" soltamos os cães e entram em casa que nem balas e com eles resmas de terra, lama etc, etc. e deitam-se no tapete todos contentes. Fartamos-nos de rir, mas as netas pegam nas vassouras e fazem o que eu tinha feito antes. Ora pois claro nem mais.

terça-feira, 5 de junho de 2018

TÉNIS - Roland Garros 2018 - hoje tive uma tarde cheia e torci pelo italiano:)))

Marco Cecchinato nas meias-finais do Roland Garros, ao eliminar Novak Djokovic


O tenista italiano Marco Cecchinato, 72.º jogador mundial, qualificou-se hoje pela primeira vez para as meias-finais de um torneio do 'Grand Slam', ao bater o sérvio Novak Djokovic, 22.º, nos 'quartos' de Roland Garros.



O transalpino, que só conta um título no circuito mundial, conquistado já em 2018, em Budapeste, superou o campeão de 2016 em quatro ‘sets’, pelos parciais de 6-3, 7-6 (7-4), 1-6 e 7-6 (13-11), em três horas e 26 minutos.

Nas meias-finais, Cecchinato, que já tinha afastado o belga David Goffin e o espanhol Pablo Carreño-Busta, vai defrontar o austríaco Dominic Thiem, oitavo jogador mundial, que superou o alemão Alexander Zverev, terceiro, por 6-4, 6-2 e 6-1.

DE: SAPO DESPORTO

domingo, 3 de junho de 2018

O que dizer disto?

Foi você que pediu um ALDI no Banzão? II

A história de Colares ficou mais pobre com a destruição de um património arbóreo centenário , seguindo-se a destruição da casa Camacho, na Avenida Atlântico 40 , no Banzão - destruição anunciada, para a construção de um hipermercado ALDI - ontem foi o dia em que a economia e a chegada aos "tempos modernos" apagaram deste local uma parte da sua história.

Continuar a ler...