sábado, 31 de dezembro de 2011

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

2012 - "Ano dos Medos"

Procedimentos...



















Dizes mal de tudo
dos políticos, da sociedade,
dos familiares, dos amigos
dos vizinhos
de quem não conheces
dos animais, da natureza
até do que não percebes!
Chega! Basta!
Já é demais
deixa de ser besta!
Faz tu melhor
o que apontas aos outros!
Faz tu melhor
no espaço que ocupas!
Faz tu melhor
sem mágoas e lamentos!
Faz tu melhor
dando exemplos!
Pega na pá com o coração
amanha a terra do teu ser
ao teu jeito e então verás
que tudo na vida
tem a sua razão de ser,
que ninguém é perfeito
que a tua imperfeição
é maior, bem maior
do que d'aqueles
que queres ver
no chão!
e Eu? sim eu...
imperfeita como sou
sempre fiz
da areia da praia
a minha cama
do mar calmo ou bravio
o meu lençol
iluminei o meu caminho
com o brilho do sol
nas noites escuras
peço à lua um carinho
nunca pisei ninguém
no meu caminho
mas...
com dó olho p'ra ti
porque sei e tu sabes
se continuares assim
tão convencido
mas perdido
que existe ali
na estrada da vida
a mesma tabuleta
igual para todos
com a palavra
FIM!

Fatyly (escrito com "raiva" em 1983 - "Ano dos Medos")

e façamos o que pudermos para ultrapassar outra cópia fiel.

Desejo a todos o que desejo para mim e para os meus: não se deixem ir abaixo, porque só assim venceremos e tudo passa tão rápido!

domingo, 25 de dezembro de 2011

Bolo Rei Escangalhado com votos de um BOM ANO NOVO!

Antes de começar, há que seleccionar devidamente e com todo o cuidado, todos os ingredientes porque, COMO EM TUDO, há bons e maus! As marcas são mera coincidência!

Arregacem as mangas e vamos lá?

INGREDIENTES:

Fermento de padeiro TROIKA
Farinha FMI
Manteiga Merkozy
Passas ou sultanas Coelho & Companhia
Rum BCE & Companhia
Açúcar Partidário
Sal Seguro & Companhia
Ovos Corruptos & Criminosos
Frutos secos e velhos Partidários
Ovos de avestruz Sindicalizadas no "Bigodes & Zarolho,Limitada"
Doce de gila "Cunha & Graxa"
Leite Euros
Pincéis Capachinho & Companhia (se não tiverem procurem na praça política que há vários)
Martelo Mjölnir (se não tiverem peçam ao Deus Thor)

Colocar o rum e as passas num reactor nuclear! Se não tiverem à mão peçam à vizinha Espanha, que é muito prestável!

Dissolver o fermento de padeiro, em leite a ferver, juntar a farinha, amassar com o martelo e deixar levedar até estar com o dobro do volume!

Com o mesmo martelo, bater o açúcar com a manteiga, sal e os ovos.

Juntar o fermento já volumoso e martelar novamente muito bem.

Junte aos poucos a restante farinha e martele de novo e se for necessário junte um pouco de leite a ferver até obter uma massa borbulhante.

Misturar à massa, as passas com o rum, os frutos secos martelados e a gila.

Deixe a massa levedar, até obter o dobro do volume inicial, mas vão deitando o olho não vá algum ingrediente não estar bem "envolvido".

Unte com manteiga os dois submarinos e encha-os com a respectiva massa. Pincela-se com o ovo batido com o memorando e ajustamento, de megas processos de corrupção, e deixe levedar de novo para preencher totalmente as formas, deitando de vez em quando mais "uns indesejáveis de última hora" untados de jindungo!

Colocar algures na zona marítima portuguesa e deixe cozer durante de 50 anos com uma bóia de sinalização com um tipo maçónico da actualidade que tem o riso e olhar do mais sacana que há!

Fácil? Claro que não! Impossível? nestes moldes claro que sim!

Já vivi filmes terríveis mas NENHUM DE NÓS E MUITO MENOS OS POLÍTICOS, sabe o futuro, porque na vida nada é fácil e não há impossíveis que não possamos ultrapassar - EXCEPTO A MORTE - e façamos TUDO para ACREDITAR num mundo melhor.

Como acredito...Cantas comigo de mão dada ou se quiseres até agarradinho(a), e façamos um brinde à VIDA, tu com o que preferires e eu com uma Coca-Cola fresquinha (hei brasileiros...geladinha sim)?

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Fim de ano - Epidemia de solidão

Este será o meu postal de Natal para todos vós!

Leiam até ao fim este MAGNÍFICO POST do blogue

Luz de Luma, yes party!

sobre uma realidade das sociedades actuais!

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Carta ao meu PAI NATAL!















1- Já tive muito, mas muito dinheiro na mão e nada, mesmo nada para comer, vestir ou calçar. Ainda sinto ódio e muita dor.
Hoje é o contrário, recebo o fruto de muitos anos de trabalho e não posso comprar o que pretendia, mas dá para não ter fome e ainda dar o que posso a quem já passa tão mal e por vezes tão perto de nós. Há trinta e tal anos que andamos quase todos assim. Nada fizeram, só estragaram e esbanjaram o dinheiro dos nossos impostos. Porquê?

2- Quando cheguei a Portugal, senti-me dentro de uma caixa de fósforos, o que perdura até hoje! Porquê?

3- Não consigo olhar para os "S" metálicos dos talhos, porque vejo "corpos" de inocentes do passado! Porquê?

4- Sou teimosa por natureza e quando se me mete uma coisa na cabeça, ninguém me demove! E se sei que tenho razão ainda pior! Porquê?

5- Há figuras políticas que quando morreram, jamais lamentarei a sua morte! Porquê?

6- Não sei o que estará por detrás de quem julga que tem o poder na mão numa dando discursos de inseguranças, medos e o raio que os parta, que me leva aos tempos ditatoriais e nada versus nada em termos de esperança, blá, blá os portugueses sabem, blá, blá, blá os portugueses sabem, blá, blá, blá os portugueses sabem. Porquê?

7- Porque é que PPC aconselha a emigrar e não emigra ele e todos os seus amigos do peito?

8- Portugal está a entrar em coma mas o povo que há anos leva com os ferros cirúrgicos e os políticos em almoços, jantares, reuniões, visitas, parlamento etc. mostram bem "a sua enorme preocupação" numa ostentação e gastos desnecessários. Porquê?

9- Numa visita oficial, o povo junta-se, bate palmas, oferece coisas da terra. Grandes noias! Porquê?

10- Modernissimos como somos, agora já temos duas máquinas de investimento em barras de ouro e moedas, quando todo o cuidado é pouco ao levantamos o nosso pouco dinheiro. Um gasto que a meu ver vale ZERO. Porquê?

11-Hoje meti na ordem um "menino bilheteiro" na estação dos comboios, que tratou abaixo de cão, uma senhora de idade e com duas canadianas e fez o que lhe competia - levantar o cu da cadeira - e vir cá fora ajudar a pobre criatura a tirar o bilhete da merda da máquina! Podia ter assobiado para o lado, mas o que me leva a actuar desta forma? Porquê?

12- Adoro o Natal e nesta altura não compro nada, porque os pequenos presentes PARA TODOS OS MEUS e INCLUINDO ALGUNS AMIGOS foram comprados e guardados durante o ano todo. Longe de multidões, gosto de ver as montras, apreciar o comportamento das pessoas e imaginar no que vão a pensar e ouvir o riso das crianças. Calhou ver uma filmagem de uma "entrevista de rua" (a quem eu disse que não e proibia a minha imagem na tv) de pessoas a dizerem que este ano só compravam presentes para as crianças e eu a ver carradas de sacos com coisas para adultos, protegidos pelo pessoal da "peça"!
Que se deve poupar isso já sei há muitos anos, mas com o mesmo gasto podemos dar um mimo a todos, mas mentirem para a caixinha mágica? Porquê?

13- Os pais delegam a boa educação dos filhos, nos professores ou até nos avós? Porquê?

14- O cinismo, a hipócria, o colher beneficícios ou subir na vida usando os outros, a mentira, a falta de respeito por quem é diferente, as acessibilidades que não respeitam os deficientes, a falta de solidariedade, de civismo, julgamentos populares, a cegueira por cargos sem perceberem pivea de nada, prejuízos numa REN, EDP, SMAS, CP, METRO, TAP, ESTRADAS DE PORTUGAL, PONTES, CÂMARAS e JUNTAS etc. são coisas que me tiram do sério e estas últimas por serem a mais vil MENTIRA porque muitos ROUBARAM na habitual CORRUPÇÃO num compadrio político tão nojento e ninguém é chamado às barras dos tribunais. Porquê?

15- A criminalidade aumentou e cada vez mais violenta e as forças de segurança não podem fazer mais do que fazem. Pena é que todos os que nos governam não sintam na pele o que muitos já sofreram, para tomarem medidas como a redução de um cem número de leis ineficazes e fazerem duas ou três eficazes. Um reunião de governates só agora porquê?

16- Tu que me conheces bem...1973, 1974, 1975, 1980 a 1986, 1990 a 1995, 2000 a 2011...anos de crise e mais crise e para quê dar cabo da cabeça das pessoas com o 2012? Mudanças de mentalidade apregoam eles...quando as mentalidades de todos eles é pior do que a nossa, porque nós e principalmente as mulheres sempre souberam gerir e ainda gerem muito melhor o orçamento familiar. Porquê?

Caramba, Pai Natal chego aos sessenta anos e não consigo alterar a frase que dava logo como resposta quando via a famosa "menina dos 5 olhos" ou ouvia o grito de guerra...Fatylyyyyyyy vem cá imediatamente:

Sou como sou, e não sei deixar de ser quem sou!

Peço-te uma, ou melhor duas prendas:

Dá-me colo e conta-me uma história bonita onde eu adormeça com o sonho do qual nunca abri mão: ACREDITAR, SORRIR, HONESTIDADE, SOLIDARIEDADE e FAMÍLIA e num futuro melhor para os meus onde incluo os amigos e amigas que sabem que me preocupo com eles, até aqueles que se afastaram sem eu nunca ter questionado o Porquê?

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

PARABÉNS ODELE e FLAVIA...

e acredita que mesmo longe tens imensos abraços...e estes serão especiais por ser o dia do vosso aniversário!

Pega:





Dá-me um Abraço de Pedro Gameiro

Dá-me um abraço que seja forte
E me conforte a cada canto
Não digas nada que nada é tanto
E eu não me importo

Dá-me um abraço, fica por perto
Neste aperto, tão pouco espaço
Não quero mais nada, só o silêncio
Do teu abraço

Já perdi, sem rumo certo,
Já me venci pelo cansaço
E estando longe
Estive tão perto
Do teu abraço

Dá-me um abraço, que me desperte
E me aperte, sem me apertar
Que eu já estou perto, abre os teus braços...
Quando eu chegar

É nesse abraço que eu descanso
Esse espaço que me sossega
E quando possas dá-me outro abraço
Só um não chega

Já perdi, sem rumo certo,
Já me venci pelo cansaço
E estando longe
Estive tão perto
Do teu abraço
(bis)

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

13 anos separam estes rostos que falam por si!

Pais do pequeno Rui Pedro Teixeira Mendonça que desapareceu em 4/3/1998.









Como é possível alguns inspectores da Policia Judiciária terem falhado, omitirem ou simplesmente esqueceram-se de "valorizar e ou dar credibilidade" a depoimentos/declarações que lhes foram dados após o desaparecimento do garoto? Se fosse com um filho deles o "esquecimento seria o mesmo" ou é a prova cabal que a justiça tem dois pesos e duas medidas? O que estará por detrás de tudo isto?

Não faço julgamentos, mas é devastador e nem consigo imaginar o sofrimento de quem nunca mais soube nada dos filhos que se esfumaram numa bruma tenebrosa!

Todos falhamos...mas como todos sabem estes pais que não deram tréguas e
tristemente apenas 13 anos depois é que decorre o julgamento deste caso, , que a meu ver e porque a testemunha chave foi aconselhado pelo seu advogado a não proferir qualquer palavra, julgo que vamos chegar a "nenhures", mas vivo ou morto estes pais, como todos os pais, deveriam ter o direito de saber o que acredito que em muitos casos seja muito difícil...mas nada impossível!

Neste site da Policia Judiciária Portuguesa existe duas páginas com toda a informação e a foto: "Desaparecidos" e "identificação de cadáveres" que ninguém reclamou o corpo por desconhecimento ou por outro motivo qualquer, não sei.

Muita gente não tem Internet e desconhece a existência do mesmo. Julgo que são processos sem prescrição jurídica e nunca arquivados e qualquer informação que seja dada o mesmo é remexido. Será?.

Não seria dever da Polícia Judiciária versus Governo, de vez em quando publicar em jornais ou eventualmente em folhetos e distribuídos pela população numa "utilidade pública" em vez da tal publicidade da "trampa" que diariamente nos entope as caixas do correio?

Terrivelmente assustador...no entanto a crise, os cortes, os ratings, o poleiro político, os mercados financeiros, o FMI, etc. etc. valem MAIS QUE A DOR DE QUEM SOFRE DRAMAS DESTES e o arrastar de milhares de processos igualmente assustadores e nocivos...para não falar da onda de violência que ocorre de norte a sul de Portugal e que presos vêm em liberdade com "pulseirinha, apresentações periódicas no posto mais próximo e continuam a fazer o que todos sabemos num aproveitamento da "Crise", pois claro!
Depois alguns "tubarões" queixam-se das instalações da preventiva e ao contrário da maioria, são-lhe concedidos as mordomias.

Investir neste país é deitar dinheiro à rua por serem constantemente assaltados, porque as forças de segurança fazem o que podem mas há muito que os militares (elementos que respeito igualmente) deveriam patrulhar e em conjunto, protegerem as populações e sobretudo as CRIANÇAS. Os militares vão em missões de paz, muito bem, ok...mas cá dentro deixa-se instalar a guerra?

Eu mesma já "plantei a guerra" quando apareci numa esquadra na hora de um jogo de futebol.

Também as instituições de "protecção de menores" há muito que deveriam ser revistas, porque FALHAM, FALHAM E TORNAM A FALHAR!

ACREDITO NA JUSTIÇA E NA ACTUAL MINISTRA E TAMBÉM NA NOSSA POLICIA JUDICIÁRIA QUE É UMA DAS MELHORES DO MUNDO, mas tenho sérias dúvidas em muitos que trabalham para o mesmo!

sábado, 10 de dezembro de 2011

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Robim dos Bosques onde páras?














Se pessoas tão informadas, intelectuais, inteligentes, licenciados/doutorados, políticos, reformadores, com grande experiência não se entendem o que havemos de dizer a uma turma de meninos mal comportados?

Todos os representantes dos 27 estão reunidos depois dum jantar (qual terá sido o menúú?) ou talvez apenas os 17 numa União Europeia que foi cada um a puxar por si e sempre girando em torno do seu umbigo e que se deixou vergar por meia dúzia de irmãos metralhas que nos últimos 20 anos governaram tão mal os seus próprios países, numa gestão danosa e na mais vil mentira.

Quem são os verdadeiros criminosos?

Quem quis ter uma vida melhor através do seu trabalho?

ou de quem se abotoou com os dinheiros públicos sem qualquer penalização, dos despedimentos vergonhosos e insultuosos que se fazem até em locais que nunca pensei e com parte da "nata cerebral" que tudo deram e dão por este país?

Os criminosos versus assaltantes deveriam era ter a coragem de irem a casas dessa gentalha e tirarem os seus pertences e deixar em paz a gentinha que trabalha no duro, paga sem bufar e ainda é espoliada do pouco que tem e comprado com tanto sacrifício.

Que expluda o EURO, que vá para o raio que o parta e que leve com ele o pai e todos os mentores desta vergonhosa crise europeia, que acabem todos os comparsas por se afundem na lama que criaram e que aprendam que ao serem eleitos por um povo não lhes dá o direito de destrui-lo.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Besta Célere - Alexandre O'Neill



















Há quem lhe chame, por brincadeira, besta célere para caracterizar a qualidade mediana (tomada por média) desse produto cultural (agora é tudo cultural!) e, ao mesmo tempo, a rapidez com que ele se esgota em sucessivas edições. O best-seller é um produto perfeita (ou eficazmente) projectado em termos de «marketing» editorial e livreiro. É para se vender - muito e depressa - que o best-seller é construído com os olhos postos num leitor-tipo que vai encontrar nele aquilo que exactamente esperava. Nem mais, nem menos. Os exemplos, abundantíssimos, nem vale a pena enumerá-los. Convém não confundir, pelo menos em todos os casos, best-seller com «topes» de venda. Embora seja cabeça de lista, o best-seller tem, em relação aos livros «normais», uma característica que logo o diferencia: foi feito propositadamente para ser um campeão de vendas. A sua razão de ser é essa e só essa. E aqui poderia dizer-se, recuperando o lugar-comum para um sentido sério, que «o resto é literatura».

Estou a pensar em bestas céleres como Love Story ou O Aeroporto. Não estou a pensar em «topes» de venda como O Nome da Rosa ou Memórias de Adriano. estes últimos são boa, excelente literatura que, por razões pontuais e, muitas vezes extrínsecas à sua própria leitura, conheceram grandes êxitos de venda, o que é bastante diferente. Enquanto o best-seller é esquemático, quer dizer, não comporta mais do que o necessário, em termos de ingredientes, para comover (ou motivar, como é costume dizer-se) os simplórios, o livro «normal» nem pensa nisso. Nascido de uma necessidade interior, o livro «normal» chega ao leitor de dentro para fora. O best-seller é exactamente construído ao contrário: chega de fora para dentro ou, até de fora para fora, visto que a sua penetração no leitor não é nenhuma, ao passo que a sua propagação é imensa.

Habitualmente, o best-seller, ao fim de alguns anos, está esquecido ou, então, foi posto em cinema ou em TV e será, durante uns tempos, ainda lembrado, quase nunca em termos de literatura, que não é, mas apenas de história. O cinema ou a TV não podiam senão tornar ainda mais liso o que liso e correntio era.
Editores com o sentido da oportunidade aproveitam, então, para lançar ou desenterrar tiragens. que às vezes se vendem, outras não, mas sempre com a inevitável cinta: Um grande sucesso agora no cinema (ou na TV). Alimentam, deste modo, curiosidades menores do público: saber com antecipação o que vai acontecer (caso das séries televisivas, aliás «adiantadas» na Imprensa diária e semanal) ou ver até que ponto o cinema respeitou ou não respeitou a história original.

O best-seller é feito a pensar num leitor «espremido» por computador e serve a esse leitor tanto quanto lhe pode servir qualquer objecto de conforto. É um típico produto da chamada indústria cultural. Toma, exteriormente, a forma de livro para melhor se confundir com os verdadeiros livros. É uma espécie de ornamento (do espírito, da estante ou do caixote do lixo...) e cumpre, quase sempre, o seu papel, virada a última folha.
O best-seller pode ser preparado com muita habilidade e, para os desprevenidos, constituir, até, uma obra de qualidade. A propaganda fará o resto. Mas isso será só ilusão. O best-seller tem a qualidade apenas necessária para não comprometer a quantidade que alcançou ou deseja alcançar. Esse é o seu verdadeiro objectivo: quantidade e mais quantidade.
Hoje, que a literatura integra áreas cada vez mais vastas, uma há que não poderá integrar, a do best-seller, sob pena de se trasnformar no contrário de si mesma: o fabrico e o consumo de um produto que por acaso se chama livro.

Alexandre O'Neill, in "Uma Coisa em Forma de Assim"

(Poeta e escritor português, nascido em Lisboa a 19 de Dezembro de 1924 e onde faleceu a 21 de Agosto de 1986)

sábado, 3 de dezembro de 2011

DESPORTO

Taça do Mundo 2011/2012 - Saltos de Esqui

Áustria domina arranque da época em Kuusamo















Os saltadores austríacos abriram a Taça do Mundo 2011-2012 cheios de força, na cidade finlandesa de Kuusamo. Depois do vento ter adiado a prova de sábado, no domingo passado, conquistaram a competição por equipas e horas mais tarde o trio Kofler, Schlerienzauer e Morgenstern tornou a vencer. Demolidores! (Eurosport)

Hoje foi a 2ª. etapa em Lillehammer, na Noruega e quem ganhou foi:

1º- A Kofler (Austria)
2º- R Freitag (Alemanha)
3º- K Stoch (Polónia)


Também hoje, pela primeira vez começou a participação das mulheres que só entravam na Taça Continental e a justa vencedora Sarah Hendrickson (USA) escreveu o seu nome nos livros de história como ela alegou.
2º- France's Coline Mattel(França)
3º- Melanie Faisst(Alemanha).

Foi uma tarde em cheio!

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Conto sem título!















Avé Maria, Cheia de graça, O Senhor esteja convosco...será que o nosso Chefe Máximo irá aprovar o que nós aprontámos?
Mano, não é aprontámos mas sim aprimorámos, ou seja muito além de...
Cala-te pá olha a TROIKA que pode ouvir!
xiuuuuu deixa ver se irá sair fumo branco!
Branco? Acho que deve sair laranja ou verde!
poooorquê? ai que sono!
Então não viste ontem o chefe a dizer que as abóboras eram diferentes das de Boloqueima?
Boliqueime, seu burro!
Pois e a gesticular as suas mãos de porcelana e depois a mirar os pimentos verdes, o homem inclinou-se tanto que eu ouvi as cruzes e de repente passou a ver pimentos amarelos?
Não digam mal do avô!
Cala-te puto, pega na vespa e vai até ali a ver o que estão a fazer!
bzennnnnnnnnnnnn
Podem dispersar, o chefe adormeceu sobre a secretária.
A sério? Será que lhe deram alguma coisa?
Nada disso palerma, nós escrevemos tanto as palavras "crise, cortes, despedimentos, subida e outras" que não aguentou a pressão e finou-se!
O que é isso papá?
Pois, é, bem, sim, não...olha é o que vamos fazer agora: dormir!
NÃOOOOO eu vou ouvir o FADO, e eu vou ver FUTEBOLLLLLL e tu Maria?
Vou a pé até Fátima e pedir que nos mantenha no poleiro!
Olha-me esta, és galinha?
e de "ovos de ouro" daí termos a caixa de protecção!
Tens razão e pede lá perdão por os termos depenado ao máximo em prol...sabes bem!
Daqui não saio, daqui ninguém me tira, porque fico à espera do Pai Natal!
HO!HO!HO! PUMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM TRUMMMMMMMMMMMMMM TUMMMMMMMMMMMMM
Pai Natal, Pai Natal que aconteceu?
Nada de especial, foi apenas o desmantelar do Euro e restaram algumas figuras que vou pôr no presépio!
Que alívio, vou-me embora e gostei muito de te ter visto e sabes que tenho o mealheiro repleto de esperança, sonho e sorriso!
HO!HO!HO! ainda bem portugalito, mas antes vai dar esta cenoura ao coelho, dois camarões ao cherne, um revigorante ao rei mago Gaspar e espera lá, deixa ver, pois é, com a pressa deixei o resto em casa!
Agora vou limpar a oficina para pôr tudo a funcionar como deve ser e também vou ao mercado buscar uns quantos bonecos safados que precisam de ser limados ou limpos e postos na prateleira de onde nunca os devia ter deixado sair, mas voltarei a tempo e dar-te-ei vários euros novinhos em folha!

sábado, 26 de novembro de 2011

DESAFIO Nº. 22

Pedro Passos Coelho com este olhar angelical e tão tão longínquo...digam lá em que estará a pensar?












(foto SAPO)

1- Agora que trabalho, estou lixado "pá" porque pensava que tudo isto era muito mais fácil! Será melhor emigrar?(minha)

2- Como era aquele trecho da minha última aula de canto? (Boop)

3- O que é que eu faço?, estará ele a pensar. (Observador)

4- Está a pensar em emigrar...(Kruzes Kanhoto)

5- Porque troco tanto os passos? (Wind)

6- O meu patrão, o Ângelo Correia, é que devia estar aqui!(Mfc)

7- Este ano dou ou não uma prenda de natal às minhas filhas? (Bagaco amarelo)

8- Onde vou arranjar dinheiro para um carro novo? (Sideny)

9- "Onde eu estava mesmo a 10 anos atrás? Ou quem sabe ele estava pensando na "bruxa"? (Luma Rosa)

10- está pensativo porque está com dificuldade em inventar um nome! (Francis)

DESAFIO Nº. 21








O código Morse é um sistema de representação de letras, números e sinais de pontuação através de um sinal codificado enviado intermitentemente. Foi desenvolvido por Samuel Morse em 1835, criador do telégrafo elétrico (importante meio de comunicação à distância), dispositivo que utiliza correntes elétricas para controlar eletroímans que funcionam para emissão ou recepção de sinais.(Wikipédia)

Código Internacional Morse
Alfabeto

A .- B -... C -.-. D -.. E . F ..-. G --. H .... I ..

J .--- K -.- L .-.. M -- N -. O --- P .--. Q --.- R .-.

S ... T - U ..- V ...- W .-- X -..- Y -.-- Z --..

espaço entre cada palavra /


Dei com um livro do meu pai "Telegrafia sem Fios", com a sua assinatura e a respectiva data de aquisição e ironicamente foi em 26/11/1943, ainda eu não era nascida.
Lembro-me tão bem como ele dominava o morse, que como piloto de aviação tinha que saber de cor e salteado, não fosse o radiotelegrafista adoecer e terem que estabelecer as comunicações.
Todos os anos viajava com ele apenas dentro de Angola (prémio que dava aos filhos conforme o aproveitamento escolar) e o meu orgulho era demasiado grande para um coração de gaiata.
Ensinou aos filhos e quando estava em casa, dando toques com um ferrinho numa mesa enorme que tínhamos no quintal, quem estivesse atento e decifrasse o que ele queria dizer ganhava um rebuçado de café.

Pai...lembro-me como se fosse hoje e numa ligação com o Além digo-te:


.--. .- .. / ..-. .- --.. ... / - .- -. - .- / ..-. .- .-.. - .- / . /

.... --- .--- . / .--- --- --. .- / --- / - . ..- /

... .--. --- .-. -.. -. --.


o que é que eu disse?:)

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

VEJAM porque todo o cuidado é pouco!

PSP alerta para o "cash trapping" novo esquema de burla no multibanco

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

sábado, 19 de novembro de 2011

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Assunção Cristas, que está...













no Parlamento a debater o Orçamento do Estado para 2012 na especialidade, respondia às críticas do deputado socialista Miguel Freitas, que está contra o aumento do IVA nos alimentos infantis.

"Basta falar com pediatras ou nutricionistas para perceber que boiões de fruta, de carne ou de peixe não é exactamente o que se deve dar aos bebés", respondeu.

(Económico-Sapo.pt)

Quando não concordo digo, mas nisto não podia estar mais de acordo, porque há que organizar o dia para sair de casa com a refeição feita em casa e dentro das marmitas, dá trabalho sim senhora, mas pior seria se a base de alimentação como pão, fruta, legumes, peixe e carne subisse para 23%.

Não sou pediatra, mas sempre disse que os boiões e outros do género só deveriam ser usados numa emergência, embora conheça quem dê todos os dias "este género de alimentação" apenas e tão só...por SER MAIS FÁCIL!

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Faleceu ontem a pessoa que atrapalhava sua vida...

Um dia, quando os funcionários chegaram para trabalhar, encontraram na portaria um cartaz enorme, no qual estava escrito:

"Faleceu ontem a pessoa que atrapalhava sua vida na Empresa. Você está convidado para o velório na quadra de esportes".

No início, todos se entristeceram com a morte de alguém, mas depois de algum tempo, ficaram curiosos para saber quem estava atrapalhando sua vida e bloqueando seu crescimento na empresa. A agitação na quadra de esportes era tão grande, que foi preciso chamar os seguranças para organizar a fila do velório. Conforme as pessoas iam se aproximando do caixão, a excitação aumentava:

- Quem será que estava atrapalhando o meu progresso ?
- Ainda bem que esse infeliz morreu !

Um a um, os funcionários, agitados, se aproximavam do caixão, olhavam pelo visor do caixão a fim de reconhecer o defunto, engoliam em seco e saiam de cabeça abaixada, sem nada falar uns com os outros. Ficavam no mais absoluto silêncio, como se tivessem sido atingidos no fundo da alma e dirigiam-se para suas salas. Todos, muito curiosos mantinham-se na fila até chegar a sua vez de verificar quem estava no caixão e que tinha atrapalhado tanto a cada um deles.

A pergunta ecoava na mente de todos: "Quem está nesse caixão"?

No visor do caixão havia um espelho e cada um via a si mesmo... Só existe uma pessoa capaz de limitar seu crescimento: VOCÊ MESMO! Você é a única pessoa que pode fazer a revolução de sua vida. Você é a única pessoa que pode prejudicar a sua vida. Você é a única pessoa que pode ajudar a si mesmo.

"SUA VIDA NÃO MUDA QUANDO SEU CHEFE MUDA, QUANDO SUA EMPRESA MUDA, QUANDO SEUS PAIS MUDAM, QUANDO SEU(SUA) NAMORADO(A) MUDA. SUA VIDA MUDA... QUANDO VOCÊ MUDA! VOCÊ É O ÚNICO RESPONSÁVEL POR ELA."

O mundo é como um espelho que devolve a cada pessoa o reflexo de seus próprios pensamentos e seus atos. A maneira como você encara a vida é que faz toda diferença. A vida muda, quando "você muda".

Luís Fernando Veríssimo

domingo, 13 de novembro de 2011

Vamos Sorrir - 14

Que queres amigo? Agora não dá porque a lotação está esgotada:)


































(As minhas netas quando falam da piscina, muitos julgam que é uma piscina a sério e esta foto (mal-comparado) fez-me sorrir porque me lembrei delas:):) e sempre expectante que a "piscina" rebentasse:).

Para o próximo verão tem que ser maior porque já serão três netos à solta dentro dela.


(fotos do FUNPIC)

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

DESAFIO Nº. 19

Quando os homens querem... tudo poderá ser diferente. Merece a pena ver!






(recebido por e-mail)

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

PARABÉNS MINHA NETA

















Hoje fazes 6 anos e já estás no teu primeiro ano de escolaridade com vontade de quereres aprender mais e mais. Para trás ficaram as birras mas sabia que fazia parte do teu crescimento e comigo assim que começavas, esperava pacientemente que te passasse.
És fã da bola, jogas sempre que podes e defendes o teu Benfica com unhas e dentes.
Já te dei os parabéns e na tua voz docinha pediste: "Avó dréde"* podes ir lanchar comigo e cantar os parabéns? Claro que sim MEU AMOR! Ai avó eu também te amo muito e vou pedir à professora para fazer um desenho para ti!

* Para estas duas agora sou Dréde, já me disseram o significado, mas sinceramente não me lembro, sei que é algo carinhoso e nem sei se é assim que se escreve. Tenho que perguntar de novo e já as estou a ouvir: avó tens que tomar "ferro" porque andas muito esquecida!

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Vamos Sorrir - 13

A Vespa chega e sobra

Embora Jorge Coelho já tenha renunciado à sua pensão vitalícia, o Estado continua com problemas nas contas públicas. Por essa razão, o Governo decidiu acabar com os transportes públicos.

Perguntará o Leitor mais preocupado: Mas e agora, o que será das pessoas que precisam de ir para o trabalho?

Calma, o Governo pensou nisso. Em breve, as pessoas que precisam de ir para o trabalho porque ainda têm trabalho cabem na Vespa do ministro da Segurança Social, pelo que os autocarros, os comboios e os barcos tornam-se um luxo que o Estado, por enquanto, não pode auferir.

E se por algum motivo, nomeadamente o trabalho sazonal, a Vespa não for suficiente para transportar todos os trabalhadores, o Governo compromete-se a adquirir um ‘sidecar’ para a lambreta.

Relativamente aos patifes que utilizam o transporte público sem ser para ir trabalhar, abusando de bens públicos para, entre outras coisas, passear, ir ao médico ou tratar do cartão do cidadão; para esses, a mensagem é clara: ide a pé.

A estratégia do Governo para o sector é clara e orienta-se pelo princípio pedestre de que “o caminho faz-se caminhando”.

O Editor em Chefe
(Zé Pedro do blogue "Imprensa Falsa" cujo link se encontra na barra lateral)

sábado, 5 de novembro de 2011

DESAFIO Nº. 18

Em discursos televisivos:

Sarkozy fala a sua lingua - francês, Angel Merkel o seu alemão, Papandreau o seu grego, Obama o seu inglês, etc, etc. e este "sem adjectivo"













não fala português porquê?

É certo que todos entre si devem falar inglês, o que eu há uns longos anos sabia e bem, mas com a reviravoltas da vida o meu pc cerebral fez delete, mas que a pouco e pouco vou recuperando.

Sinceramente fico pasma e sem saber a razão porque é que quando o oiço percebo quase tudo o que diz? e nos altos e baixos da sua voz o "sotaque" soa-me tal mal, que só me apetece enfiar um estaladão!

Vocês que falam e percebem, que raio de inglês é que este ... usa?
Calma aí ...kimbundo não é de certeza:)



As coisas estão de facto muito más em que o povo anda numa de aperta o cinto deste capitalismo absurdo de uma direita quase radical ONDE VALE TUDO EM PROL DOS MESMOS, mas por favor cuidem-se, não se deixem ir abaixo e tomem resmas de














mas ver partir um filho e ou a família para "novos horizontes" é lixado...tal como os meus pais sentiram x 4 e outros milhares de pais que por lá ficaram.

Ainda dizem que a história não se repete? São as tais "vagas" que o meu pai tanto falava!
Mas faço sempre o que ele nos dizia:

"Não abras mão dos teus sonhos e em vez de esperares sentado vai à luta, mas nunca deixes de acreditar e sorrir por um futuro melhor. Deixa a vida rolar porque entre mortos e feridos alguém há-de escapar!"

e por ter sido crente na sua igreja, terminava...

"Nada acontece por acaso e entrega o teu fardo a Deus, como eu sempre fiz, até no dia em que enterrei o vosso irmão João"!

É isso mesmo pai e obrigado por teres sido o maior educador e crítico das politicas de então e como gostavas tanto de Sá Carneiro e da sua AD, faz aí uma jogada e mandem umas bolas de chumbo aos actuais políticos para acabar com tanta "chulice"! Quais? Pai, tu não me lixes estarás distraído com o teu Sporting?:)

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Coisas que me tiram do sério

1- OE: PS tem abstenção como mais provável mas exige cedências

Andamos numa luta terrível para que nas eleições, referendos etc. não exista a "abstenção" e estes e outros políticos que já fizeram o mesmo por acaso não têm tomates para dizerem SIM ou NÃO?

Se não concordam digam que NÃO...agora absterem-se?

2- Acho que este governo está a utilizar um "método Soarista" da década de 80 a 86, ou seja: primeiro lançam para a opinião pública uma "medida a tomar e sobretudo com intimidação de coimas" e esperam pela reacção e conforme esta, avançam, recuam ou fica em banho maria.

Falo do pedido de facturas e vêm com a brilhante ideia da declaração de 5% no IRS (tretas). Não compete ao governo fiscalizar e exigir a todas as empresas "a máquina registadora com esse fim" de forma que não fujam à entrega do IVA ao Estado?

Há milhares de locais que nem é preciso dizer, dão o respectivo talão "que serve de factura como nas farmácias" e a discriminação da despesa com o IVA aplicado!
Olho, confiro e deito no lixo e agora sou eu que tenho que guardar mais papelada para além dos 5 anos da água, electricidade, gás, IRS, telefone etc?

Será que estou a ver mal a coisa?

Ora digam lá da vossa justiça!

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Pequenas coisas minhas que sempre fizeram diferença!

1- Não bebo água engarrafada, mas sim da torneira.

2- Nos produtos alimentares, de limpeza ou higiene opto sempre pelas marcas brancas e nunca trago nada que esteja fora da lista que levo. Nunca compro fruta que não seja da época e até esta é "linha branca". Vou uma vez por mês e outra com a minha mãe e amiga. Os legumes, peixe e carne congelo-os por doses.

3- Até vir a água quente para o duche, o chuveiro está dentro de um balde que depois é aproveitada para a sanita, lavagens e até para beber (aqui ponho um garrafão).

4- Só ligo a televisão quando quero ver algo, ao contrário de muitos que mal chegam ligam para sentirem "companhia".

5- O despertador avariou, era digital e optei por um velho de corda e luminoso! Antigamente nem dava pelo seu tic-tac que agora irritou-me, mas já me habituei e já não o oiço!

6- Não deixo nada em stand-by e só tenho lâmpadas economizadoras. Com as recentes LED ainda pouparia mais, mas são imensamente caras e para já não compensa o investimento.

7- Tudo que possa fazer a pé, não levo o carro e chega a estar parado uns dias para compensar outros que seja preciso!

8- Como estou atenta aos preços dos combustíveis, opto sempre pela mais barata. Felizmente o meu velho carro continua a gastar muito pouco. Quando vou a casa da filha mais nova ponho sempre numa de uma grande superfície (o que aqui não temos por perto) e poupo!

9- Já não me lembro da última vez que fui a um restaurante...minto, na última vez que tive de SOS avó almoçava fora...no alpendre.

11- Tudo o que sobra é guardado, congelado e como sabe tão bem andar uns dias sem cozinhar!

12- Bebo um café de manhã e compro duas carcaças. Como não gosto de pão, quase sempre sobra uma e congelo. Depois estou uma semana sem comprar.

13- O papel da impressora é reciclado e tudo que é imprimido e depois não é mais necessário, corto aos quadrados e serve de bloco de notas!

14- Volta e meia vou aos cadernos das filhas, porque mãe que se preze fica sempre com "tralha dos filhos que já voaram". Aproveito as folhas que não estão escritas e servem para os desenhos, recortes, aviões, etc. que as netas tanto gostam de fazer.

15- Não tenho vergonha nenhuma em aproveitar roupa que me dão e os meus também não! E Com crianças porque não "rodar" a roupa entre familiares e até amigos com filhos de idades diferentes? pois, muitos têm vergonha mas nós nunca tivemos!

15- Raramente faço fritos, mas quando faço não deito o óleo pelo ralo abaixo. Ponho numa garrafa de plástico e bem embrulhada num saco igualmente deito no lixo comum, por não ter por aqui "recolha de óleos". Faço a reciclagem de todas as embalagens!

16- Ando sempre com sacos de plástico que só depois de muito gastos é que uso novos que me são dados no hiper!

17- Felizmente só tomo um medicamento por dia e optei pelo genérico. Outros, como pomadas mas não comparticipadas, também procuro "genéricos" que fazem o mesmo efeito!

18- Mas não há bela sem se não...fumo, embora muito pouco, mas fumo 5 cigarros por dia! Há meses deram-me uma máquina para fazer cigarros e com paciência faço-os na perfeição e sem desperdiçar nada. Compro um saqueta de tabaco - 2,95€ que dá para 55/60 cigarros. Uma caixa de 300 invólucros com filtro por 1,75€.
Cada maço do que gastava, com 20 cigarros custa 3,50€...e fazendo contas...tenho poupado muito! Deveria cortar, mas ainda não consegui!

A vida é dura mas há que saber viver com o que se tem e melhores dias virão e aí poderei fazer uns extras!

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Coisas que me tiram do sério!

1- "Cerca de 400 antigos políticos recebem subvenções vitalícias. Entre ele, estão os gestores que acumulam a pensão com o actual vencimento.

Em 2005, José Sócrates criou uma lei que extingue estas pensões, mas apenas a partir dessa data. Por isso, as subvenções são ainda um peso para o Estado. Só no ano passado, custaram quase 9 milhões de euros."

Desde Carlos Melancia que recebe a mais alta, passando por Armando Vara, Dias Loureiro, Bagão Félix, Manuela Ferreira Leite e outros, é LEGAL mas para mim é IMORAL quando apregoam "como senhores da verdade" que devemos fazer sacrifícios, mas nenhum deles se chega à frente e abdica de tal em prol dos sacrificados de sempre! Nove milhões...eu diria dez milhões de euros é muito dinheiro...e assim se vê como é tão bem "gasto" o dinheiro dos contribuintes.

2- No OE2012 consta uma barbaridade de dinheiro que irá ser gasto em medalhas e condecorações. Brincamos senhor Pedro Passos Coelho e senhor Paulo Portas, isto não é gordura do Estado? Tenham vergonha!!!!

3- Na saúde há isenções para doentes crónicos como taxas moderadoras, exames, medicamentos e transporte. Já houve alterações, mas numa "desernoteada correria para o cumprimento das (des)medidas orçamentais", não houve tempo de "olharem caso a caso" e já há muita gente que não faz os tratamentos e ou a medicação porque a sua misera reforma e solidão...não dá! Para muitos "o lanche" que lhes davam enquanto faziam a hemodiálise servia de jantar e até isso foi cortado (não sei se em todos os centros)! Mas todos sabemos que há tantos que poderiam "pagar a sua parte" em "prol de quem realmente não pode", mas se forem pelo IRS...tudo ficaria na mesma!

4-Mas não é só protestar, também há que louvar, se realmente for verdade, a renúncia ao subsídio de alojamento por parte:

do Ministro da Defesa Nacional Jóse Pedro Aguiar Branco, do ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, do secretário de Estado das Comunidades, José Cesário.

Quem mais "terá a coragem, honestidade e coerência" em abdicar de tantas e tantas mordomias desta máquina devoradora de dinheiros públicos que daria para colmatar tanta coisa que se adquiriu graças ao 25 de Abril?

e as palavras de Francisco Sá Carneiro continuam tão presente e reais:

«O nosso Povo tem sempre correspondido, nas alturas de crise. As elites, as chamadas elites, é que sempre o traíram (...)» - Discurso no convívio do Vimieiro - 2 de Abril de 1978

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

PARABÉNS MINHA MÃE

pelos teus 82 anos!










Sei que andas triste e bem preocupada com a tua prole e eu também mas também sabes que nenhuma de nós pode ajudar a não ser dar força para que lutem e não desanimem. Já passaste...passamos tanto mãe!
Estás na tua casa, felizmente ainda autónoma e com uma cabeça bem melhor que a minha, mas sei que gostarias de ter por perto os teus 4 filhos, 10 netos e 12 bisnetos...mas só me tens a mim e não gosto de te ver assim.
Raramente te telefonam, mas telefonas tu e falas com todos e quando não gostas de algo...sou eu que levo por tabela. Não faz mal mãe, desejo que seja assim por muitos mais anos!
Tens aqui o teu espaço, bem como na casa do mano Y, mas compreendo que queiras o teu "cantinho", mas as malditas escadas cada vez são mais penosas daí não te apetecer sair mais vezes.
Queria que fosses ver o mar, andares um bocado no paredão como tantas vezes fazemos, mas adorava conseguir levar-te até pertinho dele porque tens muitas saudades de molhar os pés...mas há muito que não consegues andar no areal. Já pensei em mil formas mas não aceitas nenhuma!
Hoje vou almoçar contigo e levo a nossa muamba.
Mãe vamos imaginar que estamos as duas em Luanda no quintal que era vosso e a sentir o calor e a brisa do cajueiro, recordar o nosso João e o pai que adorava aquele recanto que cuidava com tanto primor e rir a bom rir quando o pai dizia: apre, não sei como vocês conseguem comer cola de sapateiro (funge)!

Se eu pudesse ia já hoje e não voltava e sabes bem disso!

Amo-te muito minha mãe!

sábado, 22 de outubro de 2011

DESAFIO Nº. 17

Pergunto aos amantes do futebol:


1- A Federação Portuguesa de Futebol é pública ou privada?

2- As eleições para o novo Presidente será a 10 de Dezembro, e numa altura grave que atravessamos como é que há vários candidatos que são presidentes de câmaras, entre eles o meu (salvo seja) Fernando Seara?
Se for eleito, deixa a Câmara ou acumula funções juntamente com mais uns quantos cargos?

4- A mesma Federação terá os impostos em dia?

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Quero ler estes livros...

mas irei aguardar pelos saldos!




terça-feira, 18 de outubro de 2011

Vasculhando Sótãos...

Ser campeão é lutar até ao fim por aquilo que queremos Ser campeão é acreditar que é possível conquistarmos os nossos sonhos Ser campeão é ser Benfiquista. Ser campeão é acordar todos os dias e termos o desejo de vitória. Ser campeão é andar na rua de cabeça erguida. Ser campeão é olhar de cima para baixo Ser campeão é mostrar que somos capazes. Ser campeão é tentar até ao fim mesmo quando não conseguimos os nossos objectivos. Ser campeão é................................................... (estão livres de acrescentar mais frases)

Francisco Castelo Branco do blogue "Olhar Direito" em 28/10/2007
*************************************************************

Os compromissos da selecção nacional estão à porta












O "mister" ajuda-me e eu faço de si um "special one".

Observador do blogue Reflexos em 6/10/2010
***********************************************************

Uma fotografia por dia...nº.951










Têm ideia de quando viram o mundo, pela primeira vez, de pernas para o ar?! Não se preocupem... nem eu! Mas acho que devo ter repetido a cena para tentar perceber o que se estava a passar, já que era uma novidade total. Hoje já poucas surpresas vamos tendo, mas ainda assim surgem, aqui e acolá, algumas!

Postado por mfc do blogue Pé de meia em 31/102007
*******************************************************************
(os links estão na barra lateral!)

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Vira o disco e toca o mesmo!

Estive a ouvir o nosso 1º. Ministro que tirou vários coelhos "pretos" da cartola. Tenho que dizer que foi frontal e com coragem para dizer tudo o que muitos não seriam capaz de fazer, mas claro...ele é ele e...eu sou eu! Percebem?

Fui ler os comentários à notícia...e cada vez menos percebo o povo português, porque no meio de tanta palermice ainda aparecem os famosos insultos entre clubes de futebol. Em vez de comentarem construtivamente, aquilo é uma vergonha e tudo tem limites, aliás quem quer reportar "como abusivo pode fazer".

Não entro em arruaças nem manifestações, porque todos deveriam era canalizar as suas energias e em frente ao Ministério Público exigirem ao Procurador que os processos dos corruptos e companhia que levaram ao estado actual do país, fossem analisados, julgados e punidos e os bens confiscados para serem abatidos à dívida e só sairiam de lá depois de...mas não lhes faltaria duas refeições, um café, água da torneira, duche frio e um colchão para descansarem.

Eu posso participar nessa vigília se for pacífica!

Ao longo dos anos tivemos o que merecemos porque "não votar" não significa dar um cartão vermelho! Votaram? Agora tenho que respeitar a vontade do povo

mas uma direita, direita...é tão perigosa...como uma esquerda, esquerda...

e agora vou pôr-me no centro da minha cama porque amanhã vou ter os 4 netos incluindo a minha "almôndega de quase 1 mês", com um pecado meu: as netas mais velhas vão faltar à escola da parte de tarde pois irei buscá-las antes do almoço. Nunca faltam e uma vez sem exemplo não fará mal!

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Coisas que me tiram do sério!

A mais extraordinária bofetada dada com luva de pelica!

Em muitos educandos e alguns pseudo-educadores.





Verdadeiro ou falso, quando o vi só me veio à cabeça um agradecimento aos meus pais por me terem ensinado o valor da responsabilidade, empenho e determinação e graças a isso posso dizer que se não fui mais longe não foi por vossa culpa, mas que fez de mim a pessoa que sou hoje, a mãe e pai que fui e na mesma sintonia ver que os netos levam a mesma educação que me transmitiram.

Recebido da Wind, que ao longo destes anos faz deste mundo de cabos uma transmissão de valores, bem estar, respeito e cortesia a quem tenho o enorme prazer de dizer: obrigado amiga!

domingo, 9 de outubro de 2011

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Steve Jobs um grande homem

que fez a obra que fez e este discurso perante milhares de jovens que vale a pena ouvir e apreender.









principalmente num triste País como Portugal, onde por meia décima um aluno não entra em medicina, tendo ganho a medalha de bronze nas Olímpiadas de Química, onde quem trabalha e é bom no que faz, é despedido, onde não posso conceber porque não acredito que as nossas Faculdades dêem prejuízo, porque não acredito que enquanto não se correr SIM com péssimos gestores que além da reforma de outros empregos ainda recebem vencimentos chorudos e nada fazem em prol de...este país continuará na "merda em que mergulhou", que nas privadas tudo é possível na mesma proporção onde ninguém valoriza o sacrifico dos pais e a maioria dos alunos e sobretudo o empenho dos docentes em prol dos mesmos e para que não percam "poleiros" começam a varre-los e até investigação a todos os níveis...lá fora consegue-se valorizar e evoluir em 3 meses o que aqui não se consegue num ano ou mais.

Sr Ministros, políticos e afins ponham os olhos no testemunho deste grande homem e se os jovens apreenderem as suas palavras...vocês, os que agora andam por aí a dar lições de grandes "pensadores" que só gostam de cadeiras estofadas, discursos enervantes e derrotistas, jantaras e cores políticas...em 5/10 anos serão velhos e levarão o maior tombo que alguma vez imaginaram, porque os demasiado LOBIS deste pequeno país...onde até a Igreja deveria ter um papel importante pela Concordata ou acabar com essa fachada hipócrita de "bom samaratino", se eles quiserem...terão os dias contados!

Portugal Sr. Steve aposta em incompetentes, em graxistas, em tachos e panelas " em detrimento de quem quer queimar e queima as pestanas e neurónios como o Senhor fez, em tantas áreas, MAS ACREDITO E MUITO, NOS JOVENS QUE TAL COMO O SENHOR NOS SEUS 30 ANOS VOLTOU À ESTACA ZERO...ELES IRÃO VENCER NUM FUTURO PRÓXIMO, MAS INFELIZMENTE A MAIORIA LONGE DO PAÍS QUE OS VIU NASCER, porque cá nao há qualquer reconhecimento e deixam fugir a prata da casa!

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

É uma tristeza ver como se encontra ...

o país que me acolheu, após ter sido libertado das garras da ditadura.

Foi para isto que eu e milhares como eu, lutamos usando as armas que cada um tinha e podia? Não, não foi, mas até ao fim dos meus dias irei continuar a lutar e ajudar/ensinar quem me rodeia para que não caiam nas malhas da depressão!

Digam o que disserem, para mim uma das figuras mais hipócritas, após o 25 de Abril e já num governo formado, foi e é Mário Soares. Os mais sabedores da matéria podem vir com retóricas, ou até os filiados no PS que, eu sendo apenas um mero peão mas que senti na pele o resultado das suas ideias, não retiro uma única virgula no que toca a este senhor, cujos interesses pessoais ou partidários estiveram sempre em primeiro lugar. Talvez já se tenha esquecido que foi pai da péssima descolonização de Angola, dos anos de governação de 80 a 86 e da brilhante ideia de entrarmos na CEE, hoje UE, sem nunca ter consultado o povo. Porque será? A troco de quê?

Não, jamais estendo-lhe o tapete vermelho...e só desejo que se dedique exclusivamente à família, felizmente bem na vida sem sofrerem na pele as brilhantes alterações laborais, judiciais, económicas etc. e tal, feitas pelo seu partido que de partido já nada tem, como outros, que a meu ver, há que alterar o nome para "estilhaçado".

Mas há muitos mais no cenário político português e venham atrás de mim se faz favor e tentem não sair do trilho:
PIIIIIIII...apita o comboio

- Aos comandos o Sr.Cavaco Caladinho...mas sem saber ou dizer o destino, vai avisando que se compre produto nacional quando estamos todos de tanga porque na:

1ª- Carruagem Vip: Durão Barroso-saltou-do-barco-que-metia-água-por-todo-o-lado-e-foi-afundar-a-UE-e-cá-substituído-pelo-D.Juan Percebe-que-agora-é-das-Misericórdias-e-na-UE-juntou-Vítor-Constâncio-Portugal-falhador(existe?)-na auditoria-ao-BPN-deixando-a-SLN-de-fora pudera- e-que- como 2º.-do-BCE-não-tarda-dá-o-berro-a-não-ser-que-Guterres-com-o-seu-ar-de-bom-samaritano-desvie-para-cá-algumas-ajudas-humanitárias-num -Tratado-de -Lisbon-cujas-450 páginas-devem-dar-para-uma-parte-da-viagem-deste-comboio-com-rodas-quadradas-e-que-só-funciona-para-alimento-de-reformas-mais-reformas-e-tachos-e- tachos-com-generais-à-mistura-que-não-percebo-porque-os-consideram-Vip's!

2ª. Carruagem de 1ª.Classe: Governação-laranja-com-o-mais-africano-de-Massamá-e-com Portas-felizmente-com-dois-ou-três-Ministros -Janelas-Renovadoras-dignos-credíveis-mas-que-todos-tentam-através-do-povo-sacrificado-fazer-cumprir-as-ordens-da-Troika-mas-ainda-não-satisfeitos-porque-um-tal-Jardim-andou-na-plantação-do-sabe-se-lá-o-quê-veio-tramar-ainda-mais-a-laboriosa-manutenção-deste-comboio-com-mais-ladrões-onde-o-crime-tem-sido-recompensado-e-gestões/direcções-danosas-que-falham-mas-não-largam-o-tacho-pois-é-mais-simples-despedirem-o-povinho-que- deu-sempre-o-seu-melhor-numa-prova-mais-que-provada-porque-se-assim-não-fosse-toda-esta-malta-da-pesada-já-tinha-ido-com-a-TROIKA!

3ª. Carruagem de *****: os-reformados-uma-geração-à-rasca-os-que-deveriam-ser-mesmo-subsidiados-mas-que-não-são-em-prol-de-outros-que-dão-lustro-às-esplanadas-feiras-que-nunca-fizeram-a-ponta-de-um-corno-e-ou-nunca-pagaram-e-ou-pagam-impostos-os-desempregados-os-polícias-portagiratória-ladrões-criminosos-os-deficientes-e-os-deficientes-das-forças-armadas-das-antigas-colónias-Ponto!

Portugal é um país de ladrões de toda a espécie, onde o crime tem sido recompensado, tem direcções/gestões que são uma nulidade subindo à custa de quem de facto "é bom"!Tenho esperança porque ACREDITO na actual ministra da Justiça! A ver vamos!

Para terminar...não poderia estar mais de acordo com:

(...)"Mentirosos a governar"

Defendeu ainda que uma eventual ação judicial deveria incidir sobre os governantes dos últimos 10 anos.Era seleccioná-los, porque houve uma data de mentirosos a governar", argumentou. (...)Alegou que o caso da Madeira "só existe" porque Portugal "chegou ao estado de abandalhamento completo" e que a questão só foi tornada pública dado o período eleitoral na região autónoma."É fruto muito de haver eleições agora. Se não houvesse isto passava relativamente bem", afirmou.

"Rouba-se aqui. Rouba-se acolá" (...)"antes da Madeira, houve várias Madeiras" em Portugal. "Por toda a parte se nota que falta dinheiro aqui e ali. Rouba-se aqui. Rouba-se acolá. Nunca ninguém é julgado. Nunca ninguém presta contas. Eu atribuo uma importância relativa à Madeira", sustentou. Sobre eventuais novas "surpresas" em termos de dívida escondida, (...)que em Portugal "tudo é possível em matéria de dinheiro" num Estado "onde realmente não há rigor, não há seriedade, não há verdade".Medina Carreira in-EXPRESSO-20/09/2011

«Portugal não é um país de futuro para jovens» e as únicas saídas profissionais estão no estrangeiro" Marinho Pinto

Uma certeza eu tenho, vamos sair desta "pessegada", como não sei...só sei que será mais rapidamente do que muitos julgam... pelas mãos de milhões de jovens atentos, preocupados, empenhados, honestos, empreendedores e com esperança... ao invés de outros que se banqueteiam apenas com futebol, novelas, fado e arruaças!

sábado, 1 de outubro de 2011

Rescaldo...
















Voltei depois de mais uma semana estafante, Enquanto estavam na escola fiz de tudo um pouco...porque não sei estar parada e nego-me a ver programas da treta e também

Ser mãe de quem vai para onde o diabo perdeu as botas...cansa
Ser avó arbitro de futebol, domadora de feras, fã do Tom & Jerry...cansa
Ser avó que corta a fruta aos bocadinhos com mimo...cansa
Arrumar, passar a ferro, limpar e obrigar as netas a arrumar a tralha...cansa
Fazer arroz sem capim, sem feijão, sem cebola, sem cenoura, sem couves, sem alho, sem tomate, mas triturado fica arroz colorido da avó e marcha todo...cansa
Ir a lenha porque sabe bem sentir aquele contacto e cheiro com a natureza...cansa
Ter que subir 4 andares sem elevador para ir ver a minha mãe...cansa
Perder o meu rico desporto...cansa
Falar, gritar e barafustar com as paredes...cansa
Ir ao café e voltar a ouvir as mesmas lamúrias...cansa
etc, etc, etc.

mas já dizia o poeta..."tudo vale a pena quando a alma não é pequena"!

Mas dormir não cansa e é o que vou já fazer de imediato!

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Para e pela Odele e Flavia...

Sensacional e Inacreditável!




(recebido por e-mail da amiga Wind)


...........................................................

De amanhã até sexta vou estar um pouco mais ausente numa de SOS AVÓ e no final de semana irei repor em dia os meus livros de bolso!

e como estamos NUM MUNDO REPLETO DE TUBARÕES HUMANOS NADA DÓCEIS, depois de verem até ao fim toda esta relação de ternura ao som de uma canção de aconchego,

peço a todos que me seguem e que ainda não o fizeram, que assinem a petição que se encontra na barra lateral e que foi lançada por Odele no seu blogue.

Não dói, não paga imposto, bastar perder dois minutinhos e ser solidário e se pelo menos conseguir mais umas assinaturas ficarei IMENSAMENTE FELIZ.

sábado, 24 de setembro de 2011

Uma carta de amor!

Olá avó, eu sou a X

Nasci no hospital de Setúbal no dia 16 de Setembro de 2011, por volta das algures entre as 17:30 e as 18h, e peso 3,210kg.

Pelo que o meu papá me disse, os doutores fizeram uma maldade a mim e à mamã, pois insistiram num parto normal e quando se depararam com as dificuldades já era tarde para cesariana.

Mandaram o meu papá sair da sala e tentaram por duas vezes puxar-me com umas coisas chamadas ventosas, que me deixaram uma marca na cabeça, como não conseguiram tiveram de usar uma coisa chamada fórcepes e podiam fazer a mim e à mãe dodóis muito grandes. Mas enfim as coisas lá se resolveram em cinco minutos. O meu pai acha que os pontos que a minha mãe levou são mais que os pontos que o Sporting vai ganhar no campeonato, ou mesmo até os do Sporting, do Porto e do Benfica juntos, porque até há bem pouco tempo até as reticências tinham mais pontos que o Sporting.

Tenho um "galo" das ventosas, tenho a orelha esquerda e o lado direito da testa negros e o olho esquerdo inchado, mas sou uma bebé cheia de coragem e de sorte por ter uma super-mamã que sofreu muito para me trazer ao mundo.

Mas felizmente ainda assim eu e a mamã estamos bem. Não sou chorona, gosto muito do leitinho da mãe, tanto até que já tentei encontrar mamocas no ombro do papá duas vezes, já adormeci ao colo dele, e ele como é óbvio todo babado. Só amanhã me vão medir mas os papás dizem que encho o body todo e tenho dedos muito compridos, vou ser a rainha do SMS e dos chat's da net (hehe). Dizem que amanhã vou conhecer o meu mano, que riu à gargalhada quando viu uma foto minha.

Se tudo correr bem, no domingo vou conhecer a minha casa e gostava de te conhecer, vem cá visitar-nos!!!

Mando-te então juntamente aos meus papás e mano um grande beijinho.

Do seu genro X, sábado, 17/09/2011 - 4,30h

...............................................

Acreditem que quando abri a caixa electrónica e deparei-me com esta carta acompanhada de uma outra foto da neta, ninguém calcula como fiquei. Aquele homem não deve ter dormido e o orgulho deve ter ido além dos seus 1,86m de altura:)

No sábado fui à visita das 14h às 15h, para ver a minha pequenina que nos seus 1,44m de altura, aguentou e teve aquela boneca tão gordinha. Fiquei tão comovida por ver que era o retrato fiel da minha filha e igualmente "marcada", que não consegui pegar nela e como aguardavam imensas visitas saí...e cá fora fartei-me de chorar.

Tiveram alta no domingo de manhã, depois de serem vistas e revistas quer por pediatras e ginecologistas. Só têm a dizer bem! Estava tudo bem e que aquelas "maldades iriam passar". Perdeu 130grs.

Na quinta-feira fui visitá-las com a minha mãe...porque falar pelo telefone é uma coisa (sei quando estão bem ou mal, estava bem) mas eu preciso ver e sobretudo olhar nos olhos para saber se efectivamente está tudo bem. A minha filha já muito recomposta, a neta completamente isenta das "maldades" e já engordou 110grs. É muito sossegadinha e com 5 dias se está de lado e acorda com fome põe-se de barriga para o ar e estica braços e pernas. O irmão com dois anos, sempre atento, mas todo o cuidado é pouco, fica aflito quando ela chora e diz...mamã "a menina" tem fome:)
Claro que dei imensa atenção ao neto, brinquei com ele de tal forma que adormeceu no sofá completamente estourado. Perguntei-lhe se dormia na cama dos pais e ele põe os braços ao alto e diz: não avó eu durmo no meu quarto porque já sou "gande", a mana dorme no "Beço" com os papás porque é pequenina. E quando acordas? Chamo e vou ter com eles. De facto assim é e felizmente dorme a noite toda, que nem o choro da pequenita o acorda!

Vim completamente descansada e hoje foi a irmã e o marido e as minhas netas que ainda não a tinham visto. Adoraram a prima.

Já disse aos quatro...por favor fechem a loja que me matam de sufoco, APREEEEEEE!

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

DESAFIO Nº.16

















(recebido por e-mail)

terça-feira, 20 de setembro de 2011

XV




















As folhas do salgueiro
partem com grandes sonhos de oiro
mas apodrecem na terra.

Manuel Filipe in "O Rosto Remoto", pág 23

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Mais uma portuguesa...














Possa como custou...mas a cegonha já chegou. A minha neta nasceu às 17h,44m, 3,250kgs e 52 cms.

Mãe e filha estão bem e eu atropelada:) mas amanhã irei vê-las!

Um beijo a todos e obrigado pelo apoio!

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Missão Cooooomprida!!!

Hoje terminei mais uma faina de SOS avó.

A filha mais velha está a chegar (estou aqui a acompanhar o voo que está quase) e as netas que têem pilhas alcalinas bem queriam que eu fosse com eles ao aeroporto, mas baldei-me!

A minha mais nova foi à maternidade e o "figo está muito bem mas ainda não totalmente madurinho" e agora só irá na terça dia 20 mas para ficar mesmo, se até lá a "matulona" não contrariar a médica e resolver nascer.

Ando um bocado atrasada na leitura dos vossos blogues que são os meus livros de bolso, mas agora meus amigos, porque ainda não é taxado vou fazer o que mais gosto: esticar-me ao comprido a ver televisão e depois do telefonema da filha ou do genro...dormir!

Amanhã será novo dia...Olarilólé:)

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

"Já não amo a América"

Isto comoveu-me muito, mas muito, porque também me sinto "uma carta fora do baralho"!



O escritor Pedro Paixão partiu para Nova Iorque pouco tempo depois dos ataques terroristas de 2001. Num texto inédito, explica como digeriu aquela nova realidade. "Se a Europa morreu nos fornos de Auschwitz, a América sofreu um ataque cardíaco no 11 de Setembro", afirma.


Eu amei a América

Antes de ir pela primeira vez à América eu já amava a América. Na verdade, eu já tinha estado na América antes de lá ir pela primeira vez. Para dizer a verdade inteira: eu nasci na América, lá ir foi apenas regressar. Soube disso mal aterrei no aeroporto de Nova Iorque e depois, durante muitos anos, falando, vendo, lendo, ouvindo e escrevendo, fui sabendo melhor porque nasci na América, e a amei por isso.

O amor é um sentimento confuso: não tem fronteiras fixas, razões que lhe bastem, é inútil tentar controlá-lo: é ele que nos apanha, nos leva consigo e depois nos deixa, para que, sempre outro e o mesmo, tome de novo conta de nós. A América foi o lugar que permitiu ao meu avô materno vencer a fome e a miséria, o primeiro, da minha minúscula família, a ler livros e jornais, a apreciar música, a cultivar o ócio que permite pensar. Nunca deixo de lho agradecer e pedir ao meu filho que nunca esqueça de onde viemos. A minha família nasceu na América – curiosamente numa pequena cidade a uns dez quilómetros do lugar onde foi construída por judeus portugueses, livrados do Santo Ofício da Inquisição, a primeira sinagoga da América do Norte, com o peculiar nome de Touro.

Voltei a nascer na América quando quis ser astronauta e vivi empolgado, com oito ou nove anos, a fantástica aventura da conquista espacial. Depois nunca mais deixei a América. Eu acreditei que a justiça, sempre de novo derrotada, vivia na América, que John Ford era mais do que realizador de cinema mas quem fizera do cinema a arte do século XX, que nada seria mais fascinante do que passar uma tarde com o Andy Wahrol a falar do que a América quer dizer. E, como se não bastasse, havia o Pollock e o Rothko, e havia o Miles e o Chet, e havia Duchamp e Frank Lloyd Wright, e uma maravilhosa criança chamada Marilyn Monroe. E ainda teve tempo de inventar tudo o que faltava inventar: a luz eléctrica, a pílula, a internet. Claro que ninguém pode ignorar a violência, a discriminação, as bombas de napalm. A América não é um país com problemas. A América é o país que mais problemas tem, sempre teve. Tudo está na vontade de os resolver. E a América, é, sempre foi, antes de mais, vontade.

Eu já não amo a América. Estou cansado, velho e desiludido. Se a Europa morreu nos fornos de Auschwitz, a América sofreu um ataque cardíaco no 11 de Setembro. Ter ganho a Guerra Fria, oferecendo-nos cinquenta anos de paz e riqueza, deixou-a falida económica e, sobretudo, moralmente. Já não tem alma para gritar: somos os melhores, porque o merecemos. A liberdade, não de escolher entre isto ou aquilo, mas de poder fazer o que deve ser feito, custe o que custar e sem aguardar recompensa, perdeu a sua última possibilidade. Num mundo estilhaçado onde já ninguém sabe quem é, berrando o contrário, a vontade da América deixou de querer ser simplesmente o que é, vontade. Deixei de amar a América. Não vou amar mais.

Pedro Paixão

(in Sapo.pt)

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Coisas que me tiram do sério

mas que hoje fizeram-me rir que nem uma perdida. Ora escutem...

Ando de cabeça cheia. No próximo sábado até quarta feira à noite vou estar de retaguarda às netas e ao genro, porque a minha filha vai para fora mas em serviço. Depois na próxima quarta logo pela manhã, se a neta não nascer até lá, a minha filha mais nova baixa ao hospital. Uma chega de viagem, outra no hospital e eu "num sufoco" entre o ir buscar as netas, fazer a janta e esperar por... JÁ NASCEUUUUU...MÃE JÁ CHEGUEI VAMOS AGORA PARA CASA!!!!

Mãe que é mãe, sozinha, velha e taralhoca, alturas como estas faço coisas tão absurdas, desde falar com os móveis que coitados só me ouvem e soltar assim uns palavrões, sabem, não sabem? é tudo ao mesmo tempo, já não dou para as encomendas etc e tal...mas fico sempre muito mais aliviada! Mas falo baixinho não vá alguém chamar o 112!

Levantei-me com as galinhas, arranjei-me muito bem disposta e fui ao pão, mas resolvi ir o mais longe possível para andar um pouco mais. Sentia-me incomodada e pensei, raio que me parta já emagreci de novo e as calças bailam e quem inventou a roupa devia ser fuzilado. Tudo me picava...arrreeeee!

Entrei no café com a mesma disposição de sempre, um cumprimento sonoro e pedi um café sem moinho (odeio o barulho desse malvado) e duas carcaças. O Sr. X...disse a rir-se ...ena hoje a senhora vai ter uma prenda. Eu? Porquê? Olhe para si...tem a t-shirt do avesso.

Soltei uma gargalhada, saboreei o café (sempre ao balcão) entre dois dedos de conversa e vim calmamente no habitual bom dia com quem se cruzou comigo.

Cheguei a casa e fiquei aparvalhada de todo: Acham normal vestir tudo do avesso: cuecas, soutien, calças de ganga e t-shirt?

Como hoje foi dia de sair com a minha mãe, não lhe disse nada, porque se soubesse dir-me-ia o que oiço desde que me conheço como gente: oh rapariga despistada, andas sempre de cabeça no ar!

Pois é, quando estacionei o carro, fechei a porta e pus-me na palheta com um vizinho meu e esqueci de fechar as janelas. Passado tempões e no melhor "ponto" de ténis do US OPEN, batem à porta...vizinha tem o carro com os vidros abertos.

Não lhe digam por favor porque mãe que é mãe...tem quase sempre razão:)

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Vamos Sorrir - 10



(...)
Vou mostrar-vos uma nova terra
Agora sem guerra
Angola, do meu coração

Mangolé não se deixa
Não vacila a hora é essa
Dá-me a tua mão

Para junto comigo bombar
Nossa Angola juntos levantar
Angola, do meu coração

Letra e Música: Matias Damásio

sábado, 3 de setembro de 2011

Depois de...

uma semana de SOS Avó hoje e amanhã estarei assim mas com um olho nos Campeonatos do Mundo de Atletismo (Coreia) e no US OPen - Ténis (States)













mas se quiseres também cabes mas avisa ok?

(foto Google)

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Os três Porquinhos! Desculpem...os 27!

Na Alemanha, investidores e empresários também estão mais pessimistas em relação ao rumo da economia.














(Económico - Sapo.pt)

Eu ACREDITO que como todas, esta crise irá passar! Também disse que no dia em que os MAIORES desta (DES)UNIÂO EUROPEIA sentissem na pele a insatisfação de quem representam...a banda teria que mudar de maestros e tocarem outra sinfonia!

Pela cara da senhora... já começou a sentir o efeito LAXANTE!

sábado, 27 de agosto de 2011

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Vamos Sorrir - 9

Já assisti a situações tão ridículas que por vezes fico espantada e hoje conto apenas:

1- Há dois ou três anos fui para a minha Praia Grande e como detesto "tralha", levei um saco com uma garrafa de água, uma caixa com 4 peças de fruta e a toalha ao ombro e documentos em local que não digo. Nunca usei besunto (os dermatologistas que não me oiçam) porque lá usava Coca-Cola, mas cá como fico das 7h ao meio dia, ou das 18h às 20h não preciso. Gosto de me sentar (raramente me deito) mesmo quase perto do mar, portanto na areia molhada onde ando sempre num vai-vem e nunca no areal seco e levar com resmas de areia de crianças (que não digo nada) e das boladas de "candidatos-a-adultos-metido-à-besta", com estes refilo. Às tantas vejo vir uma famelga de "estranjas", com uma tralha dantesca e pensei logo...portugueses armados em finórios. Um cagaçal de primeira e sempre em francês. Como atraio melgas, um garoto de 5 anitos veio e sentou-se na outra ponta da minha toalha bem velhinha (tem estampado um golfinho enorme) e de costas para mim. A mãe e outros em altos gritos, quando estávamos a dois passos e com a praia quase vazia berraram várias vezes: "Vien ici Michael". E o garoto nada. Virei-me e disse-lhe...vai lá olha que ainda levas da tua mãe. O puto não ligou e continuou sentado na cabeça do golfinho todo feliz. Depois oiço: anda cá cabrão e filho de uma grande puta tu não ouves? Caíram-me os tomates e não os tenho e o "verniz" de todos caiu por terra e quem ouviu fartou-se de rir.
O miúdo não está a incomodar-me, mas com a praia quase vazia também poderiam ter ficado mais longe o que desejo quando oiço pessoas do género.

2- Há dias estacionou aqui mesmo debaixo da minha janela um mono volume XPTO de matrícula estrangeira. Saiu uma senhora com duas crianças e ficou o condutor que falava consigo próprio...e começo a ver que despejava moedas de centimos para o chão e dizia só deixam "pretos" aqui. Peguei num saco, desci e disse-lhe tome lá e não se enerve. Mas eu não quero nada disto, então se o senhor não quer eu levo, agora para o chão jamais, mas olhe que é dinheiro. Só gosto de notas grandes. Ok...Apanhei as do chão e ele deitou as restantes no saco e ficou mais leve. Agradeci e subi.
Contei e tinha 10,50€ e para mim os "pretos" uma vez mais foram amigáveis e foi como se tivesse jogado no euro-milhões.
Voltei à janela e já o carro estava a arrancar, cheio de bagagem até não caber uma agulha.

3- Sentada no aeroporto da Portela em Lisboa e enquanto espero, aprecio quem parte e quem chega e como é notório diferenciar quem é português, porque 90% LEVAM A CASA ÀS COSTAS. O mesmo se vê nos automóveis que fico espantada como conseguem conduzir, porque o carro por vezes até vai de lado e o condutor sem qualquer visibilidade excepto pelos retrovisores laterais!

4- Todo o cuidado é pouco e fico incomodada quando deixam à vista, dentro dos carros, no carrinho do super mercado, em cafés e até no areal praia... carteiras, porta-moedas, telemóveis e mais um infindável material. Não custa nada terem precauções, e sobretudo na praia deixarem tudo debaixo de um montão de toalhas ou toalha e pedir à pessoa mais próxima para deitar um olho se estiverem sós e se forem muitos alguém que fique de guarda porque o larápio que se passeia constantemente, quando rouba é que fica a sorrir!

Eu de facto cada vez mais me sinto menos portuguesa e quando saio é com o mínimo dos mínimos e para a praia a maioria das vezes nem documentos levo! Já parei numa operação stop e disse que iria à esquadra X apresentar porque eles estavam bem próximos:)

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Gostaria de ver esta atitude nos portugueses

e locais não faltam...em vez de manifestações patéticas que não levam a lado nenhum!

Já imaginaram o que seria na nossa Assembleia da República, num dia de trabalho em que os "tadinhos dos deputados" mergulhados em suor, tudo parar... e mais não digo...excepto que a música é contagiante numa união impar...


sexta-feira, 19 de agosto de 2011

DESAFIO Nº. 15












Amanhece na minha cidade
contemplo-a da fortaleza
o mar na sua masculinidade
acorda Luanda com subtileza!














Lá se foi a saudade...aprendeste comigo? safado...mas sabe tão bem não sabe?



quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Não falarei mais em crise nem política e politiqueiros...




















mas apenas naquilo que nos deve animar a vida e evitar que eu e quem aqui venha não entre nas estatísticas dos "tristes e depressivos"!

A imagem diz tudo e não me importava nada de seguir atrás naquela água tão transparente!

E tu?

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Morre José Manuel Osório aos 64 anos


















Faleceu hoje, 11 de Agosto, aos 64 anos, o fadista e investigador do fado José Manuel Osório, pai do jornalista Luís Osório e também conhecido por ser o mais antigo doente de SIDA em Portugal. A notícia foi avançada pelo Museu do Fado.

(Correio da Manhã online)

Nestes 27 longos e penosos anos, nunca baixou os braços, fez e deixou um legado fantástico e o livro escrito pelo seu filho foi um dos mais belos que li!

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Pedro Santana Lopes

















poderá ser o novo provedor da Santa Casa da Misericórdia.

Pedro Santana Lopes deverá ser o novo provedor da Santa Casa da Misericórdia.

Pedro Passos Coelho convidou o antigo primeiro-ministro para o lugar na semana passada. O atual vereador da Câmara de Lisboa não deverá ser remunerado uma vez que já recebe a subvenção vitalícia pelos anos de exercício de cargos políticos.

A Santa Casa da Misericórdia é uma das instituições que vai executar o Programa de Emergência Social.

(RTP online)

A meu ver, entre o "poderá ser" ou "deverá ser" existe uma distância pouco significativa.

Fiquei pasma pelo convite feito por PPC. Ando a reparar que o actual governo tem a mesma postura do dos anos 80, ou seja...lançam a "bisca" aguardam o impacto na opinião pública e depois avançam ou recuam.

Se querem a minha opinião sobre este assunto, NÃO A TERÃO, apenas digo que os anteriores eram os "boys" e que adjectivo posso dar a este compadrio partidário?

Não haverá NO DESEMPREGO mais ninguém com outras qualidades e competências?

foto GOOGLE

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Vasculhando Sótãos...

Às Urnas
Porque nunca marcaram eleições para o dia 1 de Novembro?
Resolviam de vez o problema grave da abstenção.
Vocês iam ver como seria grande a afluência às urnas!

de MFC - 30/10/2004 - blogue "Pé de meia...".

mulheres e futebol
Dos jogos do Beira-Mar no antigo estádio Mário Duarte, quando eu era criança, lembro-me essencialmente de três coisas: o Manecas, um defesa direito memorável; os tremoços e as pevides vendidos em sacos de plástico pequeninos e papel de jornal e, por último, o mar de automóveis na rua das Pombas com mulheres sozinhas lá dentro.
Das mulheres que ficavam sozinhas no automóvel enquanto os seus maridos viam o jogo, umas passavam o tempo a fazer tricô, outras sem fazer nada. Era só isso, ficavam no carro a olhar para a monotonia do tempo enquadrada por um pára-brisas sujo.
Este fim de semana fui ver o Beira-Mar - Penafiel e, ao regressar, passei por um automóvel onde uma senhora idosa esperava sozinha pelo fim do jogo. Fixei-a durante uns segundos e reconheci-a. É uma senhora que há trinta anos já fazia o mesmo: esperar pelo marido durante os jogos. Há coisas que nunca mudam...

de bagaco amarelo - 27/04/2010 - blogue "Não compreendo as mulheres".


Penso eu de que









Uma reputada jornalista, conhecida apoiante de causas fracturantes, manifestou no blogue em que habitualmente escreve a sua indignação contra os pensos rápidos. Não que, aparentemente, tenha alguma coisa contra este artigo de tão grande utilidade quando fazemos um pequeno golpe – daqueles que sangram, claro está – mas porque não acha adequado que os ditos pensos tenham, por norma, a cor da pele. Têm, argumenta em defesa do seu ponto de vista, a particularidade de uma resoluta recusa da diversidade do mundo. Ou, por palavras minhas, são uma forma intolerável de discriminação de todos os cidadãos não brancos. Imagine-se o desagrado de um negro, por exemplo, que quando se corta tem de passar pela humilhação de colocar um penso da cor da pele de um branco. Embora não sejam conhecidas estatísticas acerca de tão preocupante tema, acredito que haja por aí muitos negros que preferem esvair-se em sangue a colocar um adereço daqueles. Será, portanto, mais uma situação de racismo a que é urgente pôr cobro.
Claro que tão fracturante assunto não podia passar despercebido à blogosfera e as reacções não se fizeram esperar. Nem o levantar de outras questões, de igual importância, em que igualmente se verifica uma preocupante insensatez na côr dos produtos que nos passam pela epiderme. Houve quem lembrasse, muito acertadamente, que a linha de sutura é preta. Coisa para causar danos psicológicos irreparáveis a qualquer cidadão de pele branca - ou rosácea, vá – que de repente se veja cozido com fios de uma cor que nada tem a ver com a sua.
A mania do politicamente correcto e de ver em todo o lado, mesmo nas coisas mais insignificantes, algo que pode ofender alguém provoca-me níveis de irritabilidade bastante elevados e faz aumentar em proporções alarmantes o desprezo que esta intelectualidade me causa. Embora não aprecie contendas confesso que, perante disparates destes, sinto vontade de atacar alguém. À bofetada. De luva branca, evidentemente.

de Kruzes Kanhoto - 4/11/2010 - blogue "Kruzes Kanhoto"!


AZENHAS DO MAR EM MARÉ BAIXA













Depois do fecho do Café do Mar. No dia 25 de Julho , o Parque Natural Sintra Cascais por motivo de perigo de desmoronamento das arribas encerrava o MIRAZENHA, que ocupava também um local previlegiado, e um verdadeiro refúgio a quem queria fugir ao bulício dos fins-de –semana nas praias , e pretendia desfrutar de um local com uma paisagem maravilhosa sobre o Oceano, ler o jornal e tomar o seu café.















(Fotos:Pedro Macieira)

Ontem voltei lá, encontrei aquele espaço fechado e com diversos apelos da dona ,Rosalina Arrais colados nas portas , pedindo apoio para continuar aquele projecto e inverter aquela situação .Como o comunicado traduzia o meu pensamento sobre aquele lugar que frequentava há muitos anos, mesmo nas anteriores gerências que aquele espaço teve, transcrevo algumas frases que me parecem retratar de algum modo o pensamento dos seus mais frequentes utilizadores.

“Acabaram-se as tardes serenas á beira-mar sobretudo os queques da Lena ou as tortas de laranja”

“Acabou-se a amena cavaqueira dos amigos habituais que com desculpa de um cafézinho se reuniam domingo após domingo durante todos estes anos.”

“Acabou-se assim os fins do dia a comer os famosos caracóis da Lena”

Acabou-se assim mais um espaço, que mesmo que seja instalado em outro lugar nunca será o Mirazenhas que temos na nossa memória.

(Fotos:Pedro Macieira)

de PEDRO MACIEIRA - 26/08/2006 - blogue "Rio das Maçãs"

digo EU: tantas vezes fui a este café com a minha mãe...e até hoje está tudo na mesma!

PS: Não pus os links porque os blogues estão "já ali", na barra lateral:)