terça-feira, 30 de setembro de 2008

Pensamento meu...











Nunca é demais saber esperar por melhores dias que já vislumbro no horizonte!

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Recordar é viver!

Anos 60/70...ai, ai se aquela mangueira, coqueiro, cajueiro, gagageira ou até a goiabeira falassem eu hoje era um batido de frutas!

domingo, 28 de setembro de 2008

Paul Newman



























Ontem morreu um dos meus actores preferidos.
Vi quase todos os seus filmes e mesmo velhote fez um papel magnífico "Nas palavras que nunca te direi". Lia sempre as suas "irreverências" e uma delas era que jamais deixaria o seu cigarro.
Em Agosto deste ano e depois de uma secção de quimioterapia a um cancro do pulmão quis ir para casa onde vivia com a sua mulher com quem era casado desde 1958.
Tinha 83 anos!
Obrigado Paul pela obra que deixaste e que não me canso de ver!

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Pensamento meu...














Sem nunca abrir mão do que acredito, miro o alvo certo e chuto os problemas da vida que teimosamente nos atordoam a todos!

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Aprendi que...











"A Vida é mais simples quando pensamos menos nela"!
frase de:Paul Pearsall

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Dia Europeu Sem Carros

Um dia é absurdo...
quando deveriamos pensar...
E no exagerado do consumo?...
pense antes de comprar...





















imagens do noVitá - 10/09/2009

domingo, 21 de setembro de 2008

Ana e o Rei!

Um filme de 1999 que estive a ver e gostei muito!














Sinopse
Em 1860, a inglesa Anna Leonowens (Jodie Foster), viúva, viaja até o Sião para ser tutora dos 58 filhos do Rei Mongkut (Chow Yun-Fat). Divergências, choque de culturas e até o início de um romance marcam o relacionamento entre Anna e Mongkut.
Foi graças a este "amor" num choque de culturas que foi abolida a escravatura.

Ficou-me na cabeça uma frase dita pelo rei:

"Quando uma mulher tem a cabeça cheia, o seu silêncio é ensurdecedor!"

sábado, 20 de setembro de 2008

Pensamento meu...














Sempre gostei de observar o que me rodeia, adormecer a transformar o que vi num exercício quase diário.

terça-feira, 16 de setembro de 2008

Tabuletas de Portugal!

Quem disse que a vida está cara?










Aqui o Domingo deixou de ser dia!

domingo, 14 de setembro de 2008

Roger Waters e Scorpions

Mother


Still Loving You

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

11 de Setembro de 2001

O dia em que o mundo parou e mudou para pior...









O meu silêncio às vítimas deste dia tão trágico e a todas que neste anos tombaram e tombarão inocentemente pela maldita "sede de vingança".

But...I HAVE A DREAM!!!!

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Chapeú de uma vida!













Não foi um problema, mas uma enxurrada deles!
Nunca baixei os olhos do céu azul e radioso da esperança, agarrando com força e determinação o cabo do lutar, do ser capaz, do acreditar, do vencer, do sorrir, vendo o cinzentismo de cada um escoar valeta abaixo!
Uma vez mais fechei o meu chapéu porque a Vida é feita de "gomos" uns mais doces e fáceis e outros bem difíceis de serem tragados, mas há que valorizar o que é bom, aprender com os erros e a viver um dia de cada vez!

Mesmo que não acredites, luta e verás que o sol volta sempre a brilhar


Queres o meu chapéu ou já tens um?


(foto roubada descaradamente da Vi)

terça-feira, 9 de setembro de 2008

MEDALHADOS NOS PARALÍMPICOS -PEQUIM 2008

09/09/2008 BOCCIA
Portugal conquista ouro e prata no torneio de BC1







nos Jogos Paralímpicos Pequim 2008, com João Paulo Fernandes a repetir o ouro conseguido em Atenas 2004 no torneio de boccia (BC1) e António Marques a ficar com a medalha de prata.

João Paulo Fernandes venceu António Marques no jogo para atribuição do ouro por 8-1 (2-0, 2-0, 4-0 e 0-1). A medalha de bronze foi para o irlandês Gabriel Shelly, que venceu o chinês Yi Wang.

Esta foi a segunda vez na história dos Jogos Paralímpicos que dois atletas portugueses se defrontaram na final de um torneio de boccia.

Fonte: Lusa
Os que falharam noutras modalidades, não falharam em nada e para mim foram igualmente medalhados.
O que tem falhado e muito são as transmissões televisivas totalmente invisíveis

#################################
Acabei de ver o resumo alargado (mas empacotado) na RTP2, onde davam o final da prova, a tabela da classificação e o pódio de todas as provas do dia de hoje. Hinos? apenas um bocadinho do português. Contabilizei: não chegou a uma hora.

Depois vi os nossos atletas medalhados numa das ruas de Pequim (não percebi se dentro ou perto da aldeia olímpica) totalmente rodeados pelo povo chinês que munidos de máquinas fotográficas e ao som das centenas de cliks sorriam e festejavam os feitos obtidos e deram o mesmo carinho a outros atletas que por ali andavam.
Uma responsável da nossa comitiva onde estava também a campionissima Aurora Cunha, disse que a receptividade, acolhimento, ternura, carinho do povo chinês superou em grande escala a que sentiram nos últimos jogos.
E eu diria mais: aprendamos com eles, porque ser deficiente ou portador de alguma doença crónica jamais deveria ser motivo de descriminação!
###############################################
20/09/2008
Portugal conquistou em Pequim sete medalhas, com o boccia a trazer cinco (uma de ouro, três de prata e uma de bronze), a natação uma (bronze) e o atletismo outra (prata).

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Respondes?







1- O teu dia correu bem?
2- O que foi o teu jantar?
3- Qual foi a última coisa que fizeste antes de vir aqui?

domingo, 7 de setembro de 2008

Abertura dos Jogos Paralímpicos-Pequim 2008










A chama paralímpica acesa por um campeão paralímpico chinês, içado numa cadeira de rodas até ao topo da pira, foi o ponto alto da cerimónia de abertura dos Jogos Pequim2008, um "hino" à força de vontade e à transcedência.
Com uma cerimónia mais simples que a dos Jogos Olímpicos, mas igualmente plena de envolvimento, sincronia e cor, a China voltou a encantar o Mundo e a mostrar, como se propôs, que "toda a vida tem um valor, uma dignidade e um sonho".

Continuem a ler AQUI

OBRIGADOS A TODOS OS NOSSOS ATLETAS E FORÇA PORTUGAL
...................................
08/09/2008 BOCCIA

Três portugueses nas meias-finais

Os atletas portugueses João Paulo Fernandes e António Marques (BC1) e Mário Peixoto (BC3) garantiram hoje presença nas meias-finais do torneio de boccia dos Jogos Paralímpicos Pequim2008. (in O Jogo)

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Eleições na minha terra ANGOLA








Os angolanos estão hoje, sexta-feira - 5/09/2008 a votar em eleições legislativas, as segundas desde a sua independência, em 1975.
Irão escolher as suas preferências de entre um total de 10 partidos e 4 coligações políticas.
Que tudo corra pelo melhor sem confusões e tiros, para que a paz continue no silêncio das armas de há seis anos e tu menino possas acreditar num futuro digno do teu sorriso, como eu ACREDITO!

Sabes Angola, não abro mão dos meus sonhos. No dia em que eu puder voltar a pisar o teu chão vermelho, beijar-te-ei à saída do avião, beberei água do Bengo, farei brincos de gajajas, um colar de maçãs da índia entrelaçadas com pitangas e levarei uma rosa de porcelana à Senhora do Cabo. Os cardeais, as buganvilias, a chuva de prata e os aloendros estarão tão floridos, mas tão floridos como só tu sabes fazer num aproveitamento das lágrimas de todos aqueles que fugiram da guerra mas deixaram contigo o seu coração!
ESPERA POR MIM!

terça-feira, 2 de setembro de 2008

FINAL DE FÉRIAS!













Os portugueses quando vão de férias levam a casa às costas. Depois no regresso e porque tudo incha menos a paciência, marido discute com a mulher, mulher discute com o marido, os filhos bulham e ficam nervosos porque não cabe o balde XPTO e uma data de "porras" adquiridas para nada!
O diálogo, as brincadeiras, os afectos, a imaginação, esses ficaram em casa arrumados na dispensa do esquecimento!
Estafados e aborrecidos quem paga é o moderníssimo "stress pós férias".
Sinceramente nunca percebi este comportamento de muitas famílias!
E tu?

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Obstáculos...


Perante um pedregulho da Vida, raramente o contorno, mas trabalho laboriosamente até ficar na mais fina areia e poder continuar o caminho.