quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Concordo!

Henricartoon


42 comentários:

  1. Também concordo!
    Sou contra a violência!
    Se bem que pode dar-se a hipótese de serem grupos que foram contratados para deixar mal vistos os manifestantes. Sei lá é só uma hipótese.
    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Subscrevo inteiramente e estes grupelhos deveriam ser banidos!

      Beijos e obrigado

      Eliminar
  2. Olha, alguns manifestantes foram vítimas de pedras da calçada que eles próprios arremessaram. As pedras bateram nos escudos dos polícias e fez ricochete. Foi um karma instantâneo, hahaha.
    Ainda não perceberam que as greves têm que ser proibidas. Ou não querem perceber.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ouvi dizer, caríssimo, que vai fazer parte do grupo encarregado de rever a Constituição.
      :D

      Eliminar
    2. Quando começar a haver mortes, talvez comecem a querer mudar um pouco de opinião. Até agora as greves nada resolveram, antes pelo contrário.

      Eliminar
    3. Tiveram o que mereceram...mas acho que as greves não devem ser proibidas, faz quem quer e quem pode. Se os sindicatos pagassem o dia ao trabalhador como a maioria dos sindicatos lá fora...então dir-me-ias se as "coisas não mudariam à força".
      Mas sou totalmente contra com este tipo de violência de infiltrados e bêbados e ou drogados para provocarem a destabilização e darem cabo de tudo por onde passam.

      Beijos e obrigado

      Eliminar
    4. Pois é Fatyly, por isso é que não fiz greve, para não perder o dinheiro de um dia de trabalho, assumo.
      Beijocas

      Eliminar
    5. Fatyly,

      Uma coisa é a greve ser um direito. Outra coisa é abusarem desse mesmo direito. Porque é que não abusam dos deveres, já agora? Já viste como eram muitos dos que foram manifestar-se? Putozecos menores de idade que sabem alguma coisa da vida? E que dizer de todos aqueles que correm o risco de perder o seu emprego se por algum motivo, como por causa da greve dos transportes, não conseguirem ir trabalhar?

      Deve haver direitos e direitos: o direito a manifestar-se e o direito a prejudicar os outros...

      Eliminar
    6. Que façam greve sim, como podem e melhor entenderem... mas deixem os que querem trabalhar em paz e não os prejudiquem! Agora dizerem que concordam com as greves e mesmo assim irem trabalhar só porque não querem perder o dia é no mínimo contraditório. Parece aquelas senhoras que foram entrevistas e que foram prejudicadas por não poderem ir trabalhar porque não tinha transporte... Ah e tal, concordo que eles se manifestem mas assim não podemos ir trabalhar... Tivessem perdido o emprego que é para depois poderem manifestar-se, ora pois!

      Eliminar
    7. Frehead já jurei a mim mesma não escrever nada para ti e não o vou fazer.
      Estou na blogosfera por prazer e não para entrar em confronto com ninguém, por isso meu caro, está descansado, não verás mais nada meu escrito a ti e não verás mais respostas minhas.
      Passa bem:)

      Eliminar
    8. Por mim é como tu quiseres, caríssima. Gosto sempre de te responder se te dirigires a mim, directa ou indirectamente. :)

      Eliminar
    9. Fire
      Eu nunca fiz greve alguma porque sempre precisei do dia ou dos dias, mas deixo ao critério de cada um o fazer ou não - por fazer parte da liberdade e democracia. A minha manifestação ou manifestações foram sempre direccionadas em sede própria.
      Sofri na pele os trambolhões que levava com a greve dos transportes...porque pelo que sei e está na Constituição - a greve é um direito exercido pelo trabalhador à entidade empregadora - e no caso dos transportes por exemplo...para fazerem reivindicar os direitos...lixam o povo e sempre, mas sempre após a cobrança dos passes para ficarem com os ordenados garantidos. Para mim não há direito algum em prejudicar seja quem for no contexto que dizes.
      Não vou a manifestações excepto se for apanhada no meio de alguma...ao que fujo de imediato...mas respeito quem lá estava, o que não respeito é a atitudes de grupelhos. Depois...mesmo que eu lá estivesse por bem, não ficaria a assistir impávida e serena ao apedrejamento e falta de civismo. Como não poderia agarrá-los...vinha me embora de imediato...mais a mais fala quem viveu já uma guerra civil...que todo aquele cenário seria propício para...
      A meu ver não é em desfiles destes com cartazes e cantorias que nos fazemos ouvir ou mudar o quer que seja...e aponto um caso único sem megafones e afins mas numa postura irredutível...que esse sim surtiu efeitos: a dos camionistas que paralisou quase o país.
      Tudo é discutível meu amigo e

      beijos e obrigado

      Eliminar
    10. E depois querem que este país ande para a frente, Fatyly. Com tantas greves o caminho é para trás. Direitos? Então e os deveres? Só se pode ter direitos quem tem deveres, mas neste país só se fala dos direitos. É direitos para aqui, direitos para ali. Os tipos dos sindicatos são os maiores chulos que andam por aí à solta mas ai de quem lhes tocar. A raia miúda é que se lixa, como sempre, que eles vai continuando a encher os bolsos à pala dos supostos oprimidos. E viva a liberdade!, é só o que eu tenho a dizer.

      Eliminar
    11. Pois é Fire, todos sabemos que temos direitos e deveres...e o exemplo deverá vir de cima, de quem nos (des)governa e eu e milhares como eu que lutamos por uma liberdade e até muitos da tua geração que foram educados para tal usufruindo no respeito/dever/obrigação, que cumprimos e continuamos a cumprir, temos que chupar a pastilha de aturar uma cambada de chulos que há décadas destroem os direitos adquiridos em proveito próprio e não só?

      A minha liberdade termina quando começa a tua e assim sucessivamente..."é só o que eu tenho a dizer":) porque o resto já escrevi na minha resposta anterior.





      Eliminar
    12. Mas então numa democracia a culpa não é do povo? Quem é que colocou os governantes no poleiro? Em democracia paga-se o justo pelo pecador.

      Eliminar
    13. Se as pessoas que fazem greve não pensassem só nelas próprias então porque é que prejudicam os que não querem fazer greve?

      Se os chulos são os que nos governam, então porque é que os colocaram no poder? Que importa se eles não têm qualidades se foram eleitos? Porque isto é uma democracia, não?! Democracia significa, literalmente, poder do povo. Portanto o culpado é o povo.

      Ainda bem que há críticas que são transversais a qualquer ideologia política. Pois, do mesmo modo o socialista Sócrates - que estava metido em todas: era a Independente, era a Face Oculta, era o Freeport, etc. - está agora a viver à grande e à francesa, o Guterres tem um tacho lá com a cena dos refugiados na ONU, o Sampaio algo do género também por aí, o Soares com a sua fundação financiada pelo povo...

      Nos tempos do Salazar o parlamento era assim?

      Não ilegalizem as greves. Fico contente por saber que há pessoas que ainda nunca foram atrapalhadas por esse direito. Ainda bem para elas. Claro que a maioria nem sequer eram sindicalizados... havia lá tanto puto que nunca deve sequer ter trabalho na vida deles... daqueles putos que têm todos os gadgets da última geração oferecidos pelos papás (capitalismo?), que nunca passaram fome, que depois das greves vão às discotecas ou aos bares enfrascarem-se e tal...

      Na altura das vacas gordas e do crédito sem fim andaram todos a viver convencidos de que eram ricos. Créditos para carros, créditos para casa, créditos para férias... julgaram que os parolos que nos emprestavam dinheiro estavam na verdade a emprestadar-nos tudo e que o payback is not a bitch. Pois, agora elas mordem - é a consequência de tantos anos de irresponsabilidade (repito: de sucessivos governos eleitos democraticamente) - e todos fazem birra e batem com o pé. É claro que há povo que não fez dívida, como eu, mas o dinheiro que eu não gastei, gastaram-no por mim. O problema é mesmo esse, é o tal de Estado social, é para todos, pagam todos por um e um por todos...

      Não se calaram quando as vacas estavam boas para a matança... E agora resmungam, quais virgens ofendidas, não sabiam - que ingénuos! - que isto ia acontecer, eram todos uns iludidos, o dinheiro não acabaria nunca e Portugal era a terra do nunca...

      Antes capitalismo que comunismo. Quem gosta do segundo sistema, é favor conhecer por exemplo a Coreia do Norte. Mas esperem lá... não aprenderam com a História? Acho que é esse o problema.

      Mas a revolução dos cravos serviu para quê afinal? Para hoje termos apenas o direito de nos expressar sabendo que, pelo que já li por aí, estamos a voltar aos tempos do Salazar! Irra, que tragédia! Ainda bem que os maias dizem que o mundo acaba já no próximo dia 21 de Dezembro!

      Quanto ao Salazar, é verdade! O gajo era muito mau! Tirou Portugal da bancarrota, aquele bandido! Devia ter deixado Portugal morrer assim lentamente como estava... Oh foda-se, ele é que era o grande ladrão, roubou tudo aos portugueses, aliás, destruiu Portugal que tinha tudo, que era rico... O Cunhal, que era um traidor pró-Moscovo, é que devia ter tomado conta disto porque já estou a ver que há muita gente que brada aos quatro cantos "avante, camarada! O sol brilhará só para nós!" Isto seria um satélite da URSS, a magnífica mãe Rússia!

      Foda-se, haja pachorra mesmo para tamanha falta de respeito...

      Desculpa lá o desabafo, Fatyly.

      Eliminar
    14. Não tens que pedir desculpa de nada e minha nossa Senhora dos aflitos me acuda.

      Oh rapaz Salazar tirou Portugal da bancarrota? Onde é que leste isso?
      O povo votou e a maioria do povo não andou nestes anos a "fazer vida de rico". A partir de 1980( como dizes que és trintão) ainda deverias ser um puto, não havia casa para alugar e as que havia era só mesmo para ricos...e toda uma geração teve que comprar uma para seguir o seu futuro e ou para formar uma nova família e não depender da casa dos papás.
      Salazar tinha a pata em cima de um povo e como diz setesois, a maioria não podia estudar...etc.etc. Faxista da época de nojento que foi Salazar, hoje seria apelidado da direita radical, o que não seria aplicado porque temos a liberdade de expressão, ninguém vai preso, torturado até à morte ou simplesmente deitado aos tubarões na baía de S.Tomé, ou enfiados no Tarrafal só porque pensam diferente. Certo!

      Olha que ele não faltou ao respeito, tal como tu deixou a sua opinião, que em algumas coisas é contrária da tua e ali em baixo defendeu-se e voltou a opinar.

      Tu também em muita coisa mostras esse lado bom...mas noutros "misturas" tudo com radicalismo de direita e já te disse que o radicalismo extremo - de direita ou esquerda - dão uma curva tremenda e os pólos unem-se e baralham-se, explodem e a meu ver vira um fanatismo absurdo que nos tolda as ideias sem sequer pensarmos que cada um de nós pensa e sente como entende.

      Há um outro blogue que deixei de frequentar por ser tão radical a favor do actual governo e do seu PSD, que não dá liberdade de expressão versus opinião, mas sempre como grande senhor e sabedor da verdade.

      Chegamos a este ponto porque há 20 anos e ou após a entrada da UE o que fizeram os sucessivos governos? Sabes porque já referiste.
      Dinheiros da UE mal empregues e outros direitinhos para os bolsos de corruptos + corruptos de toda a estirpe política, ética, moral e alguns até iam à missa todos os domingos...e conheci vários.

      Sabes por acaso quem foi o primeiro comunista do mundo? Pela sua postura, acção, bondade...foi precisamente Jesus Cristo...mas não o actual comunismo dentro de um contexto político, porque por cá a maioria (há excepções) vivem da política e não para a política...o contrário de Jesus Cristo e ele jamais quis impôs os seus ideais e sempre deu liberdade a todos e só seguiu quem quis. Certo meu amigo?

      Gosto do que escreves porque és frontal e compreendo-te que deves ser explosivo como eu heheheheh

      Desabafa à vontade, aqui todos o poderão fazer...porque além de ficarmos mais aliviados...por vezes é da discussão que sai coisas boas.

      Fica bem e até amanhã.

      Eliminar
    15. Fatyly,

      Ó amiga, não vale pena discutir certas coisas sobre o passado... há muito revisionismo por aí e não quero estar a debater todos os pequenos pormenores.

      Cristo não era comunista nem socialista. Mais radical que Ele não houve muitos. O comunismo ou o socialismo é contra a doutrina católica. É verdade que Ele nunca impôs nada a ninguém. Mas foi claro quando disse que quem não está com Ele está contra Ele (Lucas 11:23) e que quem não crer no Evangelho será condenado (Marcos 16:16). E agora? Ele foi ou não foi radical? Deu a liberdade para quem se quiser condenar que se condenasse. "Ide malditos para o fogo eterno" (Mateus 25:41), disse Jesus aos que Ele queria que se retirassem dEle.

      Beijinhos.

      Eliminar
    16. setesois,

      É aqui que eu te respondo porque tu pelos vistos não tiveste a frontalidade suficiente (quiçá também a dignidade) de te dirigir a mim. E, de novo, arranjei mais um inimigo que eu nem sequer conheço e que, à falta de argumentos, enveredou pela via do insulto fácil. Acaso dei-te confiança para isso? Não me lembro... Como tal, faço valer o ditado "quem diz quem é". Está bem?

      Quem é que disse que tu defendes o Cunhal ou a Coreia do Norte? Fui eu? Sabes ler? Queres ver que temos aqui alguém que não é nem carne nem peixe?

      Coitado do Anders... era lunático e tal... tal como os muçulmanos que violam as norueguesas a cada ano que passa (no ano passado todas as violações na Noruega foram cometidos por muçulmanos) e que o ofendem imenso. A ditadura hoje em dia está bem viva... chama-se ditadura das minorias...

      Se nos fodiam antes do 25 de Abril não é problema meu. Preocupo-me é com o facto de nos foderem agora. Mas como tu pelos vistos preferes a foda de agora, arranja vaselina porque vem aí mais fodão (Fatyly, desculpa aí o palavreado). Prepara-te.

      Ah não? Pronto. Era mito. Aliás, o Salazar não deixou o país com superavit na balança comercial sequer. Nem sequer fartou-se de juntar ouro (até porque era nazi, né?) para a escumalha abrilesca ir papando. Pois... hoje todos têm acesso aos estudos... e todos os licenciados arranjam trabalho, não é assim? Hoje já não há pobreza nem miséria... onde foi que eu li que há não sei quantas crianças a passar fome... deve ter sido num sonho qualquer ou assim. Agora é que estamos bem, claro. Aliás, daqui a nada vou sair para comprar um submarino de última geração que é para brincar um pouco com ele porque o 25 de Abril trouxe prosperidade para a minha famelga.

      Quem é que não aceita a democracia aqui? Eu estou no pleno exercício da minha liberdade de expressão tal como tu e tu é que ficaste ofendido com isso. Repito: quem é que não aceita a democracia aqui? Ou, lá está, cosmologia esquerdista funcionando a 100%, a democracia é só para alguns? Se amas esta democracia, cala-te e come. E não te queixes, percebeste? Porque gente como tu andou a pedi-las. Queres ser mais pidesco que a própria PIDE, estou a ver.

      Mais de 50% não vota? Votasse! Olha que porra! Quiseram a democracia para depois não participarem nela? Mais um tiro valente nos pés! É ilegal? Tornassem obrigatório o voto como em certos países! Com tantos países no mundo (como a China) onde o povo suspira pelo poder de participar nos destinos do país e nós aqui com esta república das bananas onde o grosso da população eleitora prefere ir ao shopping ou à praia porque, dizem, todos os políticos são iguais e não muda nada! Então viva a democracia mesmo!

      Iletrados? Pois... em tempos havia pouca gente com estudos mas essa gente era boa mesmo. Hoje há tanta gente com canudo e que nem sequer sabe escrever minimamente bem o português. Há coisas fantásticas, não há?

      Agricultura? E agora, Portugal é autosubsistente neste aspecto como nos tempos do mauzão do fascista Salazar? Cadê a agricultura agora? Cadê os sectores da produção? Cadê as indústrias? Ah pois é, maldita ditadura, o raio que a parta, queremos é ser um país de ricos que presta serviços... Agora temos o resultado! Embrulha! O 25 de Abril de 1974 não conseguiu acabar com êxodo rural nem com a emigração. Fantástico, melga!

      Enfim, não vale a pena.

      Eliminar
    17. Fire
      Já te disse que estejas à vontade e aplica o palavreado que entenderes, como qualquer um que o queira fazer, porque é dentro de um contexto sem ser direccionado à própria pessoa, o que a meu ver nunca ultrapassaste/ultrapassaram a barreira da qual não abro mão!

      Também afirmo o que dizes "não vale a pena discutir coisas do passado" ao que acrescento nem do presente e muito menos do futuro, porque cada um tem a sua própria visão das coisas mas que se tocam em alguns pontos. Em tudo deve haver concessões, recuos e avanços e com isso aprendemos todos...porque se todos gostássemos, utilizássemos e tivéssemos os mesmos ideais e visões o mundo seria uma absurdo.
      Também é mais difícil debater por escrito do que numa conversa.

      Um abraço


      Eliminar
    18. Fire e outra coisa, o setesois-Fernando Moreira dirigiu-se a ti SIM e se há pessoas frontais ele é um deles.

      Talvez não tenha respondido aqui (sitio certo) mas lá em baixo refere e dirige-se ao teu nick, portanto ao ser humano que és.
      Relê amigo e desculpa pá e ninguém aqui precisa de advogado de defesa, chamo apenas a atenção para esse pormenor!

      Munguenê ou Inté:)

      Eliminar
    19. Eu refiria-me sim a isso. É que se eu não voltasse aqui para esta posta e lesse também o que os outros escreveram lá em baixo, não teria como saber que andaram a falar de mim.

      Nós temos boca e temos dedos. O que não consigo encaixar é gente que quando não tem argumentos para debater parte para o insulto. Se querem que eu tenha os mesmos pontos de vista que eles para me admitirem, então o melhor é arranjarem um cãozinho que lhes faça as vontades.

      Eliminar
    20. Ainda bem que viste e desejo fortemente que esta minha cubata seja um local de debate, embora conforme disse seja imensamente mais difícil "argumentar" pela escrita e não pela oralidade.

      Respeito a opinião de cada um e como somos todos diferentes, uns reagem mais a quente e outros com mais calma, é natural amigo, mas todos nós temos os nossos argumentos...e quem nunca "insultou" que atire a primeira pedra.

      Eu que ando neste mundo de cabos há cerca de 15 anos, já li e comentei tanto, mas tanto...sempre com a mesma postura, fui alvo de insultos e sei lá mais o quê, mas debaixo do "anonimato" e aí tenho uma tecla essencial...Delete.

      Se forem anónimos que comentam educadamente e no contexto do post ou posta como dizes:) aceito e respondo.

      Não rapaz, quando por exemplo eu contesto, ou contrario a tua forma de ver as coisas, o que já fiz várias vezes, longe, bem longe de querer que "tenhas os mesmos pontos de vista" que os meus e como te disse andei alguns tempões a ler-te quer em comentários, quer no teu espaço...e mesmo discordando digo-o sem medos e não é por isso que "não te admiti-gosto mais aceitei" e sabes porquê? Porque ao ler opiniões divergentes das minhas e até coisas que desconhecia...vou aprendendo e em algumas coisas limar alguns "bicos" que tenho na noção real de tantos factos.

      Força aí e continua a tua forma de estar e pensar e digo-te apenas uma coisa que irás guardar para mais tarde recordares, porque por ordem natural eu morrerei primeiro: Com a idade e balanços da vida, mudamos tanto a nossa forma de ser, pensar e estar e ao olharmos para trás, paramos e dizemos: pôxa eu fui ou fiz isto e afinal não era bem assim!

      Uma beijoca

      Eliminar
    21. Amiga, é impossível debater com quem não sabe debater. Tu viste como duas pessoas me trataram aqui simplesmente por eu não pensar como eles. Que por eu exprimir que sou contra o direito à greve, caíram-me logo em cima... chamaram-me burro e asno, que no fundo são a mesma coisa, e falta ainda o adjectivo jerico. Certamente que são esquerdistas e, como tal, pensam que a verdade está exclusivamente do lado deles e que um gajo com ranço direitista como eu é fasço, é salazarenta (palavra muito na moda agora), é um intolerante, é um fanático, blá blá blá Whiskas saquetas. E acredita que eu tenho dado o meu máximo para ser educado e não baixar ao nível deles... até porque não vale a pena. As palavras e as acções ficam com quem as profere e pratica.

      Tu ainda vais viver muitos e longos anos, amiga. Haja sempre muita saúde e lucidez por aí, mas também muita fé, pois ela ajuda-nos a viver e a transformar as tristezas em alegrias.

      Beijinhos.

      Eliminar
  3. Estou a juntar umas quantas pedras.
    Já tenho uma fisga e um bocado de fio de cobre roubado ao vizinho do lado.

    Não tenho medo de ninguém.
    Nem dos escudos da polícia. Porque estão desactualizados.
    Não deveriam ser euros?

    :)

    ResponderEliminar
  4. Essa das greves serem proibidas fez-me dar uma forte gargalhada:)
    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado por dares importância (talvez até demais) ao que eu escrevo. :)

      Eliminar
    2. Talvez queiras mudar de ideias quando alguém que te é próximo perder o emprego que tanto precisa directa ou indirectamente por causa das greves.

      Eliminar
  5. Não podia estar mais de acordo!!
    Bjs e votos de bfds

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tal e qual:)

      Beijos, obrigado e BFS para ti também

      Eliminar
  6. Estou de acordo.
    Um abraço amigo.
    Kao.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. junta-te ao clube e

      outro abraço sincero para ti:)

      Eliminar
  7. Estou de acordo com todos.
    Os que dizem sim e os que dizem não.
    Só não suporto os que se ficam pelo 'nim'.
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha, olha finalmente uma águia:):):)

      Claro que temos de estar de acordo com o sim e o não...mas já o nim não faz parte de mim:)

      Beijocas e obrigado

      Eliminar
  8. A violencia nao nos leva a lado nenhum nem nos dá descanso de espiirito, sim digo como tu, quem quiser que faça greve, eu fiz e muitas mesmo sabendo que me custaria no final do mês, ma fiz nao me arrependo, mas aquelas direccionadas com a minha profissão, nem sempre para aumentos de ordenado mas sim melhorar o estatuto
    kis .=)

    ResponderEliminar
  9. Ora aí está precisamente o que também penso...cada um faz o que a sua consciência...mas jamais é de tolerar a violência e digo-te que tiro o chapéu às forças de segurança. Malharam também em quem não deviam? Numa barafunda levam todos e não ouviram os avisos da polícia? Pois estavam afinal de contas a assistir a "um filme de violência".
    Santa paciência!!!!!

    Beijocas e obrigado

    ResponderEliminar
  10. Olá amiga boa noite, o pá eu fico mesmo fodido e começo a perder as estribeiras. Então as pessoas que fazem greve só pensam nos seus direitos? Essa está boa foda-se, então os chulos não são os que nos governam? Chulos sem terem feito nada de útil na vida, um primeiro-ministro que se licenciou aos 37 anos e numa faculdade privada! Não será ele o chulo? Outro que fez uma licenciatura num ano. Temos aqueles betinhos do CDS que nunca tiveram trabalho algum a não ser viver á custa dos pais. Temos um parlamento que não é mais do que um escritório dos chulos advogados que fazem as leis em proveito próprio.
    Afinal quem elege os ditos cujos dos sindicalistas é o povo sindicalizado!!. Humm algo aqui não esta a bater certo. Os radicalismos seja de que parte for não nos levam a lado algum, mas ilegalizar a greves essa é mesmo boa, puta que pariu.
    Todos estamos a ficar sem direitos, estamos só a ter deveres, é um dever pagar uma divida que o povo não fez, é um dever dar dinheiro ao bancos porque eles coitados foram enganados pelo povo. Temos o dever de calar porque isto está tudo fodido e o melhor é só olhar para o chão e nem levantar a cabeça para respirar. Temos o dever de um modo geral de sermos servidores dos capitalistas, esses mesmo que nos roubaram durante décadas, antes 1974 e estão a voltar de novo.
    Somos um povo mesmo palerma toleramos todas a mal feitorias dos que estão no poder e não toleramos quem faz uma grave, enfim que país é este? Somos um povo que defende que o salazar devia voltar ( alguns quero dizer) um energúmeno que mandava fazer campos de concentração, um cão de guarda de burguesia que mandava matar que pensasse diferente dele, foda-se amiga já não dá para aturar isto.
    Um abraço dos nossos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Finalmente amigo soltaste as amarras do teu norte, caraaaaago...e por há anos te conhecer pessoalmente e saber bem o ser humano que és...tiro-te o meu chapéu e aplaudo-te de pé!

      A maioria que faz greves nem sequer é sindicalizada e sabes bem até porque já falámos imenso, mas numa democracia quem faz, deveria respeitar quem não quer fazer.

      Aquele abraço como só os amigos sabem dar e beijos à tua pequenada!

      Eliminar
  11. Primeiro de tudo amiga Fatyly se por algum motivo te sentires melindrada ppor o que escrivo em baixo quero que retires o texto e desde já as minhas desculpas.
    Para o FireHead
    porque este espaço é de uma pessoa que eu estimo como minha mãe, e como eu respeito e muito esta minha segunda mãe porque já perdi a minha,( Fatyly segunda mas que eu amo na mesma maneira) , porque eu amo muito os que me amam e ajudam e isso ninguém mais o fez do que essa grande mãe que é a Fatyly. Logo não vais ter mais alguma resposta, porque radicalismo não é comigo.
    Bem-haja

    Fernando Moreira

    Ó pá tu tens cada uma ó FireHead ou é asno ou não sabes ler, onde é que eu defendi o cunhal, coreia do norte, blá blá e outros mais?. Foda-se mene.
    Fazes-me lembrar um tal paranóico lá para os lados nórdicos o Anders, deves saber bem quem é.
    Pelo que me deu aperceber é demasiado novo para saber com que paus nos fodiam antes do 25 de Abril. Agora essa de que o salazar nos salvou da bancarrota está para rir. Por muito que te custe, por muito que não aceites a democracia, e venhas com esses radicalismos de extrema-direita, ó pá é bem melhor viver neste pais sem o jugo do cão da burguesia, desse assassino, que até defendia o Hitler, foda-se é preciso ser mesmo, asno para defender o fim da democracia. Ó pá nem mesmo esta discussão podias ter, lá vinha o lápis azul e tu estavas fodido.
    Ditadores sejam da esquerda seja de direita seja ela qual for são aberrações, e assassinos em massa.
    Ah outra coisa o políticos aqui em Portugal são eleitos na ilegalidade pois mais de 50% não vota, depois como tu bem sabes somos um povo iletrado muito por culpa do teu mentor politico esse salazar, se não sabes só o ricos estudavam, os meus pais trabalhavam 16 a 18 horas por dia sem descanso, e no duro na agricultura e sem direito algum, e eles como toda a gente foram formatados para serem contra todos os que pensassem diferente do teu mentor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rapaz o teu primeiro capítulo é o teu retrato e sempre me disseste isso porque de facto há tantos anos que a tua mãe partiu e eu surgi de imediato e dei-te a mão e gosto muito de ti e fazes parte do pacote dos meus:)
      Também já te falei que aqui, mesmo empolgados reconheço não haver em todos os comentários/comentadores nenhuma falta de respeito para comigo nem para ninguém o que jamais admitiria, mas uma "bela troca de ideias, empolgadas, menos empolgadas" sinal que cada um tem a sua visão e a coragem de as expor e sobretudo de as defender.

      Ambos católicos e super praticantes, um mais radical em certos assuntos do que outro, não domino muita coisa de política e digo... menino setesois se o Fire responder...toda a resposta merece um comentário...e nisso não estás a ser radical de mais?:) Não, sei que não o és e se não responderes é porque de facto não podes vir aqui porque em primeiro a vida de cada um fora desta tela. Isto serve apenas para descontrair, trocar ideias e não zangarmos-nos porque já todos estamos bem lixados pelos astutos dos políticos jamais eleitos por mim.

      Eu sou bem mais velha que tu e que o Fire (ele diz ser trintão) e de facto poderia ser vossa mãe e o que faria uma mãe no meio de vocês os dois?

      Duas boas palmada ou um shuiuuuuuui e Já para a cama, bebam os dois o chá, respirem fundo que amanhã as ideias ficarão mais claras e calmas.

      Vou dormir e FIQUEM BEM OS DOIS com duas beijocas cada um.

      Certo?

      (Não reli e se houver erros as minhas desculpas)



      Eliminar