sábado, 19 de janeiro de 2013

O Pior Medo é o Medo de Nós Próprios

O medo é muitas vezes o muro que impede as pessoas de fazerem uma série de coisas. Claro que o medo também pode ser positivo, em certa medida ajuda a que se equilibrem alguns elementos e se tenham certas coisas em consideração, mas na maior parte dos casos é negativo, é algo que nos faz mal. (...) O pior medo é o medo de nós próprios e a pior opressão é a auto-opressão.
Antes de se tentar lutar contra qualquer outra coisa, penso que é importante lutarmos contra ela e conquistarmos a liberdade de não termos medo de nós próprios.

José Luís Peixoto, in 'Diário de Notícias (2003)

17 comentários:

  1. E são tantas as fobias existentes.
    Um abraço
    HS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Precisamente e há que saber encará-las!

      Beijos e obrigado

      Eliminar
  2. O Zé tem destas coisas ... bonitas e verdadeiras.

    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  3. Quer isso dizer que eu sou um inimigo que tem que ser abatido... por mim próprio? :O

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sou boa professora...mas...Não, podes é ser inimigo de ti próprio e se o fores deverás mudar:)

      Beijos e obrigado

      Eliminar
    2. Isso é muito filosófico, amiga. Se nós não gostarmos de nós próprios, quem gostará? Se nós não nos ajudarmos, quem nos ajudará? Se não formos nós a dar o primeiro passo para sermos melhores, quem o dará por nós? A ideia do inimigo interno reside no facto de muitas vezes sermos nós a desistir de acreditar em nós próprios.

      Eliminar
    3. Filosófica eu? Quê nada amigo...escrevi uma simples frase e chegaste precisamente ao cerne da questão que é tal e qual porque aos sermos inimigos de nós próprios...as interrogativas que dizes caem por terra.

      Eliminar
    4. Ainda não viste nada! Podíamos aprofundar ainda mais a questão indo até ao crivo da dúvida como faziam os empíricos gregos, os epicuristas, os estóicos e por aí fora. Podíamos ir pela física quântica, pondo a mão na nossa protoconsciência, e percorrermos o submundo atómico e as dimensões paralelas. Ou, se preferires, consultarmos o mapa astral como fazem os pagãos. O homem é o lobo do homem, ou o homem é um animal naturalmente bom, o "bom selvagem", que é corrompido pela sociedade onde vive, e se pensa é porque existe. Dogmas, amiga! Enquanto houver vida, haverá sempre perguntas para fazer e respostas para procurar.

      Eliminar
  4. O JLP passou há bem pouco tempo aqui por Macau.
    Deixou boa impressão.
    Bjs e votos de boa semana

    ResponderEliminar
  5. Desconhecia e ainda bem, dizem que é um bom comunicador e afável.

    Beijos, obrigado e boa semana

    ResponderEliminar
  6. Medo e receio hoje em dia todos nós andamos com estes dois adjectivos
    kis .=)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente amiga mas temos que saber dar a volta.

      Beijos e obrigado

      Eliminar
  7. Super concordo, Fatyly! Quantas vezes deixamos de fazer algo, por causa dos obstáculos que criamos em função do medo latente que temos em nós. Acho que o grande desafio é encarar os nossos próprios medos. A vida segue mais tranquila quando os nossos monstros são domados. Beijus,

    ResponderEliminar
  8. Tal e qual e até hoje sempre dei cabo dos meus "monstros", caso contrário não teria vencido...o que venci!

    Beijos e obrigado

    ResponderEliminar