quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Manifestação marcada pela CGTP para dia 19!

CGTP não desiste de manifestação na ponte 25 de Abril

Sinceramente ponho-me a pensar se não andará tudo louco neste país! Escolher a Ponte 25 de Abril e a Ponte do Infante, no Porto para uma manifestação, se não será no mínimo "inconsciente e ou inconsequente" pelos vários motivos que todos sabemos.

Há maratonas com milhares de corredores e participantes, mas antes, muitos meses antes, tudo é "assegurado" ao milímetro.

Ora numa manifestação do género Arménio Carlos poderá garantir que:

"(...)que há uma “campanha terrorista do ponto de vista da informação”, que alude a uma eventual infiltração de movimentos extremistas nas marchas, e deixa uma garantia: “connosco não há violência (...)“Nós não queremos pensar que a pretexto destes problemas técnicos de segurança se esteja a preparar um veto político ao direito de manifestação dos trabalhadores e de outras camadas da população”, (...) fazemos um apelo muito sentido a todos os portugueses e portuguesas, a todos aqueles que continuam a manifestar o seu descontentamento e indignação contra esta política do Governo: é que participem activamente, que tragam, para além dos vossos amigos, também os vossos filhos, os vossos pais, porque esta é uma manifestação de todos e para todos. (...) e reforça o apelo à participação nesta "Marcha por Abril, sem medo de violência ou falta de segurança.”(Renascença ONLINE)

Acredito que por eles e quem se junte a eles tudo ocorrerá por bem e sem violência no exercício de um direito democrático. Mas mesmo sem movimentos extremistas, quem lhe garante que numa multidão os ânimos não se exaltem e em vez de baterem no governo troikano resolvem malhar no que vai pacifico e até atirá-lo da ponte abaixo? E armas? E petardos? E se pegam e retiram ferros? etc.

Não conheço a ponte do Porto, mas acho que a de Lisboa é muito maior, onde eu jamais participaria numa manifestação, porque a única hipótese de fugir e salvar-se seria mergulhar no Tejo...de pés, sempre na vertical, de braços bem esticados e com as mãos dobradas na cabeça (óbvio foram anos a mergulhar) e mesmo assim...não sei! Ou então irem todos artilhados de paraquedas!

Depois, estamos todos lixados e quem irá suportar o gasto policial na eventualidade de a mesma suceder? e a todos que têm de vir trabalhar e terão de pagar muito mais na Vasco da Gama? Porque não escolheu ele a cabeça do Cristo Rei?

Esta é a minha opinião e agora digam-me a vossa para saber se estarei errada.

16 comentários:

  1. Ai amiga, tu tens cá uma paciência!
    adoro as tuas picardias
    kis .=)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi linda, temos que ter paciência quer aqui quer fora daqui:)

      Bom regresso:)

      Beijocas

      Eliminar
  2. Estou a adivinhar m$%^& da grossa.
    É isso que se quer??

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é Pedro não sei...não! Vamos aguardar:)

      Beijocas

      Eliminar
  3. Acho que estás errada.
    Partes do princípio que vai haver violência, mas o nosso povo é pacífico.
    Deixa lá haver a manifestação e aguardemos serenos, e não é por um dia que os carros virem por outra ponte cai o o mundo:)
    Como bem escreveste, no verão também há maratonas:)
    A hipóteses de porcaria também pode acontecer...
    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo contigo e pensando melhor...esperar para ver e só desejo que tudo corra bem e sobretudo que consigam atingir os seus objectivos.
      Bem sabes amiga que aquela Ponte sempre me...ufa que aperto:):):)

      Beijocas

      Eliminar
  4. Uma pergunta apenas: para que vai servir a manifestação?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para o que irão, lá terão as suas razões e não contesto de forma alguma e cada um manifesta-se da forma que entende melhor...mas vendo as anteriores, infelizmente não adiantaram em nada o rumo deste governo.

      Beijocas

      Eliminar
    2. Não é meu habito responder a leitores no blog de alguém, e mais raramente aqui no blog da minha linda amiga Fatyly, mas não aguentei. também não quero que se sinta ofendido, mas olhe que serve sempre para alguma coisa, e só não se sente quem não é filho de boa gente, já dizia a minha santa Mãe que já deus tem, e como hoje estou numa de leituras, como já aqui disse, aqui vai:


      INTERTEXTO
      (Bertolt Brecht)

      Primeiro levaram os negros
      Mas não me importei com isso
      Eu não era negro

      Em seguida levaram alguns operários
      Mas não me importei com isso
      Eu também não era operário

      Depois prenderam os miseráveis
      Mas não me importei com isso
      Porque eu não sou miserável

      Depois agarraram uns desempregados
      Mas como tenho meu emprego
      Também não me importei

      Agora estão me levando
      Mas já é tarde.
      Como eu não me importei com ninguém
      Ninguém se importa comigo.

      Um ben-haja




      Eliminar
    3. Este poema é a mais pura realidade e fizeste bem em recordá-lo:)

      Beijos rapaz e Observador irá responder com toda a certeza porque é gente de bom diálogo:)

      Eliminar
  5. Não concordo muito contigo, embora tenha alguma razão, mas não em tudo.
    Mas nem de propósito, hoje estava a ler Miguel Torga, e dou-me com este texto e como ele está actual;

    “ Coimbra, 31 de outubro de 1961 – tenho a impressão de que estes fascistas nos levam periodicamente ao rubro por táctica defensiva e provocação demonstrativa. Querem, duma só cajadada, verificar a que distância estamos do ponto de explosão e provar praticamente que não possuímos qualquer força reactiva. Procedem como prudentes inquisidores e previdentes dissuasores. Experimentam a resistência da vitima, e tentam ao mesmo tempo desmoraliza-la. Quando lhes parece oportuno, dão meia dizia de voltas á tarracha. E conseguem, ao fim de cada torção, além da certeza de que podem ir mais longe na violência, que ela seja o espelho desencorajante de nossa própria degradação:
    -- E nem assim nos revoltamos!”

    Miguel Torga
    Andam por ai um caramelos armados em democratas, e que se dizem viver em democracia, pois para mim isto continua como dantes, agora é uma ditadura disfarçada de democracia, e enquanto não houver revolta nunca isto vai mudar.
    Aquele abraço amiga e desculpa se estou a ser desagradável.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que nos revoltamos e tu que já me conheces há anos, sabes bem a minha forma de protesto e no que toca a ajudar os outros quem é que me diz que eu não posso resolver todos os problemas do mundo? Vai com calma...pois amigo calma, pacividade e conformismo é o que não tenho e como tal ajo da forma como sabes.

      No que toca a esta manifestação e porque a actual CGTP faz tudo menos defender os trabalhadores, tirando um caso ou outro, e tu melhor do que ninguém sabes do que falo porque sim... temo pelas vidas de quem por lá irá aparecer pacificamente mas aquela ponte mete medo ao susto.
      Não sou contra, mas é apenas e tão só uma ideia só porque a ponte simboliza o 25 de Abril? Aonde? Antes era Salazar e muito depois e já libertos dele é que se passou a chamar como tal.

      Adorei a tua intervenção sempre bem oportuna e coerente.

      Beijocas

      Eliminar
    2. O nome de assassinos jamais devia figura em qualquer lado, muito memos o cao mor, mas emfim, e nao me venham com moralismo de.dizer que ele nao era.
      O
      Ps desculpa se tiver erros pois estou a escrever de tlm

      Eliminar
    3. Eu acho que deveria figurar sim...relembrando os horrores que cometeu e pelos quais nunca pagou para que o povo não se esqueça.

      Não falam do Hitler e de outros? E há locais por esse mundo fora que "avivam" os horrores dos ditadores

      e agora levamos com um quase semelhante...que morram todos à fome, sem emprego etc e tal...no entanto quero ver nas eleições se voltamos ao PS com os mesmos de sempre.

      Vamos com calma meu amigo e cabeça fria:)

      Beijocas

      Eliminar
    4. Mas o hitler não tem nome de ruas nem de pontes, agora devemos ter memória desses e guardar a memória para gerações futuras.
      beijocas.

      Agora isto de ps, psd, é tudo o mesmo, são ditadores disfarçados de democratas, não são eles que governam, são os bancos e companhia,

      Eliminar
    5. Sim tens razão, mas olha que não sei se não haverá placas com o nome do Hitler junto dos campos das atrocidades que viraram museus "para memória futura".

      Beijocas

      Eliminar