quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Uma lufada de ar fresco

15 comentários:

  1. Bom dia, encontrei o seu perfil num comentário ao blogue Fio de Prumo, da Helena Sacadura Cabral. Precisava falar consigo. É possível enviar-me um email para lvalente@observador.pt para lhe dar mais detalhes?
    Obrigada

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. Também achei uma maravilha:):):)

      Beijocas e obrigado

      Eliminar
  3. Eh, pá! Agora fiquei nostálgico. De lágrima ao canto do olho, quase. O que isto me fez recordar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é e podes não acreditar, mas lembrei-me de ti e...:):):)

      Todos começam assim e por vezes tornam-se em grandes atletas.

      Beijocas e obrigado

      Eliminar
  4. Respostas
    1. É de facto uma ternura:):):)

      Beijocas e obrigado

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Para mim com ou sem calor sabe sempre bem e com a canalha miúda então...todo o cuidado é pouco. Mas o ar dela é demais:):):)

      Beijocas e obrigado

      Eliminar
  6. Fabuloso!Sei que cá há pais que levam os bebés pra a piscina, mas é para estarem com eles.
    Isto nunca tinha visto:)
    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta garota deve ter os seus dois anitos e deve ter começado bem cedo, mas dentro da piscina está um adulto que me a entender pelo olhar dela e expressão quando o viu que deveria ser o pai:)
      Quando eu praticava natação, após o nosso treino vinham os "franginhas" como os apelidamos e ficávamos dentro de água e os treinadores com eles nas pranchas ou à beira. Reparaste que nem lhe tocam, só lhe diz algo como salta...e recordo alguns garotos do género. Mais tão pequenos nadam com a cabeça debaixo de água, sem medos, o que a partir dos 4/5 já não o fazem e assim se fazem grandes campeões ou campeãs:):):):)

      Uma delícia e que saudades

      Cá não fosse as piscinas serem tão quentes e depois o vapor com cheiro a cloro que me provoca a rinite...eu iria nem que fosse uma vez por semana. Mas prefiro as abertas e há uns anos ia várias vezes à da Praia Grande com as filhas e passava o dia todo:):)

      Beijocas e obrigado

      Eliminar
  7. Ola belissimo video, acho que as criancas devem comecar a aprender a nadar logo cedo.
    beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso mesmo e aprenderem na idade dos "sem medos" como esta garota:):):)

      Beijocas e obrigado

      Eliminar
  8. Apanhei cá um susto quando vi o primeiro salto. Apeteceu-me chamar nomes à criatura mulher grande, depois percebi que esta prática deveria ser obrigatória entre os mais pequenos. Salvaria a vida de muitas crianças, sem dúvida.

    O miúdo é despachado todos os dias. Tão engraçado (ahahah).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deveria ser mesmo obrigatória. Eu e os meus irmãos aprendemos cedo, com 2/3 anitos lá andávamos com o meu pai. Só tenho recordações a partir dos meus 5 anos ao invés dos meus irmãos que se lembram de coisas dos seus 3 anos. O meu pc cerebral é muito selectivo:):):)
      Com 6 anos entrei na dita "natação competitiva e fui de seguidinha até aos meus 18/20 anos.
      É uma mais valia sim senhora, embora nas piscinas e sobretudo também nas represas existam ratoeiras dantescas. O mar, esse enorme rei...é preciso saber ler/ver/olhar as suas manobras do vai e vem. Porque a maioria dos treinos eram em "águas abertas", bem cedo aprendi a não facilitar a fúria e sobretudo a calmia do mar.

      Beijocas e obrigado

      Eliminar