sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Eles deram a um sem-abrigo uma pizza, veja o que ele fez com ela ...

O Canal OckTV, decidiu fazer uma experiência social em Nova Iorque, eles foram pedir comida várias pessoas, e filmaram as suas reacções.

Não conseguiram que ninguém lhes desse comida. Mais tarde, os jovens deram uma caixa de pizza a um sem abrigo, passados 20 minutos, um outro rapaz senta-se educadamente ao lado do sem-abrigo e pede-lhe uma fatia de pizza, a sua resposta é uma verdadeira lição de humildade ...

"Quem menos tem, é que mais dá", partilha esta emocionante mensagem.



Tirado DAQUI

13 comentários:

  1. Eu referia-me a essa frase quando a minha ia-velha dava mais do que aquilo que tinha.
    Kis:=)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acredito e há muita gente que é assim, o que é tão gratificante!

      Beijocas

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Também achei e que tal dar com isto nas ventas de muita gente a começar pelo do tal "mexilhão", talvez vissem a bela obra que fizeram nestes anos!!!!

      Beijocas

      Eliminar
  3. Poucos aprendem, porque poucos sentem!
    Até nisso somos umas criaturas estranhas. Se alguém toma a iniciativa de fazer uma campanha de recolha de alimentos, ou de pedir ajuda monetária para alguém que está a atravessar um período problemático, para uma instituição, etc., muitos são os que se chegam à frente. Trata-se de um individuo que, olhos nos olhos diz, "tenho fome", raros são os que se dignam olhar, quanto mais responder à ajuda pedida. Aquela pessoa, aquela, ali, frente a nós, incomoda, representa para a maioria uma fonte de desconforto.
    Não tem conta as vezes que tenho assistido a cenas destas, não tem conta, e o mais grave é que continuo a não perceber(?) o verdadeiro porquê deste comportamento. É que o velho argumento que a moeda dada é "para a droga", nem esse já justifica o que quer que seja.

    Um grande obrigada pela partilha.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando me dizem "tenho fome", convido a entrar num café e pago o que querem. Por vezes dizem que não, preferiam uma moeda e estabeleço uma pequena conversa e por vezes dou outras não.

      Há dias vi uma tipa que anda (melhor andava porque foi detida) com 4 crianças e vi bater em duas para que chorassem. Ao abeirar-me ...disse que tinham fome, mas que precisava era de umas moedinhas. Como se vi a bater-lhes. Eu????????? mal ela sabia que já estava a falar com a PSP que ouviu a conversa. Pois é...só uma é que era dela e as outras três a "gaja" pagava X aos pais para andar na mendicidade.

      Mas concordo com o que dizes porque dar a cara não é para todos, agir muito menos e o mais reconfortante é passar ao largo e dizer que contribuiu para uma associação.

      Achei este video algo bastante esclarecedor, talvez ajude a sermos mais humanos e solidários.

      Beijocas

      Eliminar
  4. Mas isso foi sempre assim, quem mais são os que menos dão.
    Já conhecia o video do facebook, não sou muito de dar dinheiro, principalmente se não conhecer, algumas vezes dou se souber quem é a pessoa em causa, dou algumas vezes aqui no café onde vou de quando em vez, mas muitas vezes na cidade do Porto me pediram e diziam ter fome, nunca neguei comida se tem fome vamos ali e comes, e paguei alguns almoços, mas concluindo o mundo é mesmo assim cruel, e se andas a pedir és visto como um vagabundo, mas as pessoas esquecem que a vida é cruel e também podem virar pedintes, conheço alguns aqui no meu burgo que já tiveram casas de ouro e hoje nem para comer tem, vivem de esmolas.


    Abraços amiga

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acredito no que dizes e fazes e é uma dura realidade dos dias que correm.

      Beijocas

      Eliminar
  5. Emocionada, estou sem palavras!
    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um trabalho muito bom sobre uma dura realidade.

      Beijocas

      Eliminar
  6. Grande murro no estômago. Embora ache que já deu para perceber há muito tempo, até nas portas dos supermercados quando existem aquelas campanhas de solidariedade, que quem mais oferece são aqueles com um ar mais humilde. Talvez sejam essas pessoas que mais têm noção do que é passar dificuldades, portanto ajudam. Já estiveram, ou estão, no outro lado. No lado difícil da vida. As outras, aquelas que não sabem o que são dificuldades e vivem bem, estão-se completamente nas tintas, a não ser que exista uma câmara de televisão por perto e caia bem e tal ser apanhado a dar qualquer coisita. Sem generalizar, obviamente. Porque isto de gente boa também existe entre os ricos. Pelo menos quero acreditar que assim seja.

    Tenha um bom fim-de-semana, Fatyly :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E acredita mesmo que só quem tem conhecimento dessa realidade se incomoda se o vizinho, amigo ou até desconhecido tem fome e subscrevo tudo o que dizes.
      Como em tudo há excepções:)

      Beijocas

      Eliminar
  7. Nem todos os sem-abrigo são como este do vídeo, sabemos muito bem disso. Do mesmo modo que nem todos se recusam a dar comida quando lhes pedem. Outra coisa, este sem-abrigo do vídeo também recebeu a pizza de borla. Se tivesse gasto do seu dinheiro para pagar, pode muito bem ter tido outra atitude. Não sabemos.

    ResponderEliminar