segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Estou farta de políticos e das campanhas. Desligo a televisão e esbarro com eles na rua.

13 comentários:

  1. Gostei da comparação com o reino animal!! :)))
    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também gostei e é mesmo verdade:):):)

      Beijocas e obrigado

      Eliminar
  2. Olha, és tu e eu!
    Geniais cartoons:)
    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bolas...é tudo tão mau. As charangas da campanha até chateiam e o que vale é que consigo desviar-me delas. Não há pachorra!

      Os cartoons estão excelentes:):):)

      Beijocas e obrigado

      Eliminar
  3. Este ano estarei fora do país no dia das eleições.
    E estranhamente (ou não.... Eu sou daquelas que vota sempre!!!) não ne incomodou nada o facto....
    O que me entristece!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Entendo-te perfeitamente e como tu haverá muita gente na mesma situação. Boa viagem amiga e que tudo corra pelo melhor.

      Beijocas e obrigado

      Eliminar
  4. Mas não há dúvida que agora estamos muito melhor que antigamente. Hoje em dia os políticos continuam a ser maus, horríveis, nojentos, corruptos, feios e porcos, mas pelo menos existe uma coisa que é a democracia e que dá ao povo uma arma infalível: o voto. O problema é que, com tantos direitos adquiridos, muitas pessoas até se dão ao luxo de fazer uso do direito de não ir votar e contribuir assim para a vitória do partido abstencionista que não dá em nada, não leva a lado nenhum e, ao contrário do que muitos julgam, não penaliza em nada o partido que vencer. Lutaram para ter o direito a votar e decidir o destino do país e depois é isto, enfim. :)

    Beijinhos e vamos lá abstrair-nos destas coisas que felizmente sempre é mais vida para além das eleições. E felizmente também não será o fim do mundo ganhe quem ganhar. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu irei votar a não ser que me aconteça algo de muito grave. Mas já duvido "da veracidade" da contagem dos votos.

      Também dou-te um exemplo, desde que aterrei em Portugal sempre votei num determinado local e mesa. Porque tive de fazer o cartão do cidadão mudaram-me e puseram-me onde "o diabo perdeu as botas". Como ando muito a pé não me faz diferença mas para muito boa gente faz com a agravante que os autocarros não passam nem de longe nem de perto.
      Depois são sempre "os amiguinhos" que ficam nas mesas de voto, porque não "rodar"? é que 60€ dão jeito...pois é!

      Beijocas e obrigado

      Eliminar
    2. Eu irei votar a não ser que me aconteça algo de muito grave. Mas já duvido "da veracidade" da contagem dos votos.

      Também dou-te um exemplo, desde que aterrei em Portugal sempre votei num determinado local e mesa. Porque tive de fazer o cartão do cidadão mudaram-me e puseram-me onde "o diabo perdeu as botas". Como ando muito a pé não me faz diferença mas para muito boa gente faz com a agravante que os autocarros não passam nem de longe nem de perto.
      Depois são sempre "os amiguinhos" que ficam nas mesas de voto, porque não "rodar"? é que 60€ dão jeito...pois é!

      Beijocas e obrigado

      Eliminar
    3. Há quem diga que é preciso de um novo 25 de Abril. E eu, só mesmo naquela de provocar, pergunto: outro para quê? O que houve já não fez m... que chegue?? :P

      Eliminar
  5. Fatyly, fico-me com aquela sua primeira frase do título mesmo antes do ponto final. Também eu ando um pouco cansada. Acho que já nem tenho capacidade para ouvir sequer a voz.

    Tenha uma boa noite.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tal e qual e mal se abre a televisão os berros e os discursos são tão irritantes que metem dó.

      Ontem ainda sorri. Ao entrevistarem um casal que vinha de um dos vários autocarros não sei de onde para a Amadora, disseram que não sabiam a razão, o Sr. Presidente da Junta de Freguesia é que nos convidou para o passeio com almoço incluído. Ó minha Nossa Senhora da Santa Ignorância em vez de se informarem, saberem etc e tal...não...aproveitam o passeio. Pior do que isso é uso abusivo de quem está a exercer funções políticas e não só!

      Beijocas e obrigado

      Eliminar
    2. Tal e qual e mal se abre a televisão os berros e os discursos são tão irritantes que metem dó.

      Ontem ainda sorri. Ao entrevistarem um casal que vinha de um dos vários autocarros não sei de onde para a Amadora, disseram que não sabiam a razão, o Sr. Presidente da Junta de Freguesia é que nos convidou para o passeio com almoço incluído. Ó minha Nossa Senhora da Santa Ignorância em vez de se informarem, saberem etc e tal...não...aproveitam o passeio. Pior do que isso é uso abusivo de quem está a exercer funções políticas e não só!

      Beijocas e obrigado

      Eliminar