quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Por vezes, raras vezes, a justiça dá provas que é igual para todos os cidadãos. Sendo advogado e ex, ex...não sabia da mecânica da mesma? Tadinho!!!!!

Ex-deputado detido para ser ouvido como vítima de assalto

José Eduardo Martins, ex-secretário de Estado e ex-deputado do PSD, revelou, esta quarta-feira, que foi detido e levado para uma cela por ter faltado a uma diligência em que seria ouvido como vítima no assalto à sua casa de férias, em Grândola.


Numa crónica publicada no Jornal de Negócios, intitulada "kafka e eu", o advogado contou que na passada quinta-feira, às "sete e meia da manhã", dois agentes da PSP à paisana tocaram à campainha da sua residência, em Lisboa, para darem cumprimento a um mandado de detenção. Sem grandes explicações, foi levado para uma cela no tribunal, onde aguardou uns minutos para ser ouvido.

"Tinha na véspera recebido a condenação em 204 euros de multa por não ter comparecido a uma diligência em Lisboa relativa a um assalto de Grândola", referiu o ex-governante.

O assalto à casa de férias - o quarto - ocorreu no ano passado. José Eduardo Martins fez queixa e foi posteriormente notificado para comparecer novamente perante as autoridades para, enquanto vítima, confirmar o testemunho que já tinha dado sobre o assalto. Mas como acabou por não comparecer, nem justificou a falta, o tribunal emitiu um mandado de detenção.

O ex-secretário de Estado contou que foi levado para uma cela, que, segundo lhe disseram, já tinha albergado um "ex-primeiro-ministro". Depois de "meia hora a olhar para as grades", foi levado perante uma oficial de Justiça que se limitou a perguntar se confirmava as declarações prestadas anteriormente e se queria acrescentar algo. E foi restituído à liberdade.

"Ao fim de mais de mais de 20 anos enquanto advogado comprovo que não é só a Justiça que é cega, mas sobretudo a sua mecânica, que além de cega é burra, ofensiva mesmo. Pela minha parte, lição aprendida: não me queixo mais", concluiu, na crónica.

de: Jornal de Notícias

10 comentários:

  1. É como dizes... tadinho! Deveria saber as leis de cor e salteado!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que sim e dizem isso a qualquer cidadão.

      Beijocas e obrigado

      Eliminar
  2. Mesmo que não soubesse, devia saber que a ignorância da lei não aproveita a ninguém.
    Beijocas, bfds

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que me chateia neste tipo de situações é virem com desculpas esfarrapadas para a comunicação social como se fossem seres superiores. Até duvido que tenha pago a coima, porque...sim!

      Bom fim de semana para ti e todos os teus

      Beijocas e obrigado

      Eliminar
  3. Acredito que em Portugal existem muitas mais pessoas que merecem verdadeiramente estar presas mas que não estão. Maravilhas da liberdade. Já dizia o outro, "estou-me a cagar para o segredo de justiça". Penso eu que esse outro até está no parlamento e tem um tacho jeitoso.

    Beijinhos e bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De facto muitos deveriam estar presos, como praticantes de actos horrendos. Neste caso concreto o que me tira do sério é dizer o que disse, como se fosse o rei da parada.

      Bom fim de semana

      Beijocas e obrigado

      Eliminar
  4. A 'chico espertice' de um advogado que a sabe toda mas não diz a ninguém.
    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é amigo e fazem o que querem.

      Beijocas e obrigado

      Eliminar