sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Quero ver a minha terra, Senhora - Carlos Paião


15 comentários:

  1. Nunca fui apreciador das músicas de Carlos Paião.
    Reconheço, no entanto, o seu mérito.
    Beijoca

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só agora percebi que o teu post tem um desejo relativamente escondido :(
      Desculpa a ignorância do menino, pode ser?

      Eliminar
    2. Gosto das suas músicas e esta retrata o meu enorme desejo que vem ao cimo quando estou um pouco mais "atordoada":)))

      Tu ignorante? Quê nada...a mensagem foi mesmo essa e não precisas de pedir desculpa:)

      Beijos

      Eliminar
  2. "Doi muito partir sem voltar", e "lá longe, lá longe...".
    Fatyly, não são necessárias mais palavras.:( A tua saudade, a dor, a mágoa, estão tão patentes que doiem a quem te lê.

    Um abraço amigo ajuda alguma coisa? Aqui fica.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Subscrevo tudo o que dizes e grata pelo abraço que ajuda e muito.

      Beijos

      Eliminar
  3. Sinceramente desta não gosto muito não:)
    Beijocas

    ResponderEliminar
  4. Que sonhar só tem valor onde houver amor para se viver
    Quero ver a minha terra Senhora
    Para ver a minha gente crescer

    Não se ama menos o que está longe.
    Às vezes.... Ama-se mais!
    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso mesmo e um dia tens que me dar uma consulta para amainar esse "Ainda mais"! A sério!

      Beijos

      Eliminar
  5. Creio que Carlos Paião, com toda a sua versatilidade, nasceu um pouco antes do tempo. Que facilidade ele tinha em compor!

    Um beijinho, Fatyly :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo e era magnífico, afável e super, mas super sorridente. As suas letras eram tão fáceis de decorar e com imenso significado...acessível a todos.

      Beijos

      Eliminar
  6. Um homem que desapareceu muito precocemente e de maneira estúpida.
    Beijocas boa semana

    ResponderEliminar