domingo, 4 de fevereiro de 2018

SEM TÍTULO!

8 comentários:

  1. Duas verdades verdadeiras! lololol
    Beijocas

    ResponderEliminar
  2. Por vezes as pessoas, infelizmente, também são pobres pela forma como vivem, não lhes é permitido ter melhores condições de vida devido aos seus fracos rendimentos, só que, lá está, isso é uma imposição, não uma opção e essa é a parte triste da coisa. Agora, ser pobre de espírito, isso, alto lá, deveria pagar imposto daquele bem alto, era ver o PIB a florescer numa estação que não a Primavera :))

    Deve ser muito bom nascer já com casaco muito quente incluído, tal como a segunda imagem mostra, uma pessoa não tinha que enfrentar o perigo dos abalroamentos dos saldos (eheheh).

    Bom domingo, Fatyly :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Subscrevo inteiramente quanto à "parte triste da coisa", porque sei bem quem passa mal, muito mal e sabe Deus como vivem. Muitas são imensamente lutadoras e ricas em espírito. Outros têm tudo e são tão pobres de espírito que se lamentam de barriga cheia.

      Quanto à segunda imagem, aflige-me ver deliciosas bolinhas de pelo ainda envolvidas nos apetrechos que os donos lhes vestem sem pensarem que já estão protegidos por natureza.

      Beijocas

      Eliminar
  3. A pobreza da alma, do espírito, é a mais terrível de todas as pobrezas.
    Bjs, boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem sombras de dúvidas e a mensagem é mesmo essa.

      Boa semana

      Beijocas

      Eliminar
  4. Há algum tempo vi um filme datado de 1983 cujo título era 'os ricos e os pobres', com Eddie Murphy e Dam Aykroid nos principais papéis.
    Não precisaram de ilustrações para demonstrar as diferenças.

    Quanto a estas (ilustrações) que publicas, dão que pensar.

    Boa semana, beijocas.

    ResponderEliminar