domingo, 7 de agosto de 2022

Mais uma pausa!











Vou de novo para o meu SPA:) porque este ano resolveram ter férias aos bocados.😂

Voltarei dia 12 e até lá desejo-vos tudo de bom e desculpem qualquer coisinha😘😍


sexta-feira, 5 de agosto de 2022

Morreu Jô Soares. Humorista brasileiro tinha 84 anos












OBRIGADO PELO TEUS  TRABALHOS HUMURITICOS QUE SEMPRE FORAM A MINHA COMPANHIA.
OS MEUS SENTIDOS PESÂMES À FAMÍLIA E QUE DESCANSES EM PAZ!

domingo, 24 de julho de 2022

António Gedeão - Poema de domingo

Do GOOGLE

Aos domingos as ruas estão desertas

e parecem mais largas.
Ausentaram-se os homens à procura
de outros novos cansaços que os descansem.
Seu livre arbítrio alegremente os força
a fazerem o mesmo que fizeram
os outros que foram fazer o que eles fazem.
E assim as ruas ficaram mais largas,
o ar mais limpo, o sol mais descoberto.
Ficaram os bêbados com mais espaço para trocarem as pernas
e espetarem o ventre e alargarem os braços
no amplexo de amor que só eles conhecem.

O olhar aberto às largas perspectivas
difunde-se e trespassa
os sucessivos, transparentes planos.

Um cão vadio sem pressas e sem medos
fareja o contentor tombado no passeio.

É domingo.
E aos domingos as árvores crescem na cidade,
e os pássaros, julgando-se no campo, desfazem-se
a cantar empoleirados neles.
Tudo volta ao princípio.

E ao princípio o lixo do contentor cheira ao estrume das vacas
e o asfalto da rua corre sem sobressaltos por entre as pedras
levando consigo a imagem das flores amarelas do tojo,
enquanto o transeunte,
no deslumbramento do encontro inesperado,
eleva a mão e acena
para o passeio fronteiro onde não vai ninguém.

António Gedeão

quarta-feira, 13 de julho de 2022

segunda-feira, 11 de julho de 2022

DESABAFOS MEUS

 

1- Recém-nascido encontrado em arbustos no Estoril ainda com cordão umbilical


Porque não dar locais onde possam entregar com condições sem serem julgadas? O que fazem todas as igrejas de diversas religiões? Nada, rigorosamente nada! Antigamente havia a famosa "Roda" julgo no Rossio, hoje só para turista ver. Não consigo imaginar o que leva uma mãe a fazer isto mas deve estar muito, mas muito doente! 


Concordo com as suas palavras mas nos incêndios já deflagrados o que fizeram aos que praticaram "fogo posto"? Os apanhados qual foi a sentença?
Nisto junto e acho que não estou enganada,  a "especulação imobiliária" foi assim que principalmente na Tapada das Mercês, ano após ano queimaram um enorme pinhal onde eu levava as filhas para um piquenique e puderem brincar à vontade com outros que também iam desfrutar. O lixo era posto nos sacos que trazíamos e era uma maravilha.
Hoje mais parece um pombal de betão. Restou uns bons bocados  para o lado de Rio de Mouro e toca a queimar. Não me venham com desculpas esfarrapadas que é da onda de calor, que pode ocorrer, mas limpar as matas não é trabalho para todos, porque trabalhar faz calos! 
Já agora porque não fazer o mesmo nos arredores da casa do vizinho (velho ou ausente)  e  praticarem a boa vizinhança?


Nem comento porque a memória de muita gente é bem curta quer para políticos quer para os cidadãos. Afastem-se? Como assim?

4 - Termino com o caos nos aeroportos, no transtorno dos transportes públicos com greves do  "valha-me Deus" e sobre "o gajo feio para burros que congelou os neurónios e enlouqueceu assim como o seu rancho"

Se puderem fiquem bem porque sou positiva e acredito que tudo irá passar!!!!

sexta-feira, 8 de julho de 2022

TÉNIS - Nadal despede-se de Wimbledon com lesão









O ténis mundial conhece dois nomes como lendas: Roger Federer e Rafael Nadal. Mas as lendas também envelhecem e, cada vez mais, se torna óbvio que está a chegar o fim de uma era em que estes dois nomes dominaram os mais competitivos escalões do ténis mundial sem concorrência.

Nadal, que sofreu uma lesão abdominal, e que venceu na Austrália e em Roland Garros este ano, acabou por ter de desistir do torneio de Wimbledon, o terceiro Grand Slam de 2022, em que tinha marcado encontro com o australiano Nick Kyrgios para decidir quem iria à final do torneio. O maiorquino de 36 anos – que venceu em Wimbledon em 2008 e 2010 – falha assim a luta por conquistar o terceiro Major nesta temporada, que seria também  o 22.º troféu em torneios do ‘Grand Slam’ da sua carreira.

DE: SAPO_SOL

Esta foto comoveu-me e diz tudo!

segunda-feira, 4 de julho de 2022

A Mulher Cão

 










(Sobre o quadro de Paula Rego)

Ela acendeu a brasa do fogão
anos e anos a fio.Esfregou o soalho
lavou a roupa e os vidros
da janela costurou bainhas
descosidas e levou toalhas a cheirar
a rosmaninho à senhora do andar
de cima.

Foi ao quintal buscar hortelã
para a canja e adormeceu ao som
das gargalhadas felizes dos meninos
hoje já todos engenheiros
com a Graça do Senhor.

Agora está atada ao côncavo
da terra por atilhos
grossos. Ladra à lua
e tudo nela
é carne e sangue.

Morde a mão
e dança a valsa
sobre o chão confuso
de algum sonho diluído lá no longe
nos botões do maestro
do coreto aos domingos e feriados.

Ela é grossa
e ladra à lua.
Sente o corpo a crepitar
e rasga o coração.

Inesperadamente
entre coágulos de sangue
fala línguas
que nunca ninguém lhe ensinou.

Está atada
à sangrenta forja
das gramáticas lunares e procura
uma palavra
um nome mesmo que obscuro
e difícil de entender.

É uma mulher grossa
e no côncavo do corpo
fala línguas
sem sentido.

Deixou secar os coentros
a salsa e a hortelã.

Chama-se cão e ladra à lua.

Vive atada
às chamas que a consomem.

José Fanha, in “Marinheiro de outras luas”

sábado, 2 de julho de 2022

A tradução do post anterior

 Depois de tanto "ximbicar"(remar à vara, espetando o bordão no fundo do rio),

encostei na margem o meu "ulungu"(canoa) e entrei no "muxito"(mata junto do rio).
Fui até ao "dilombe"(pequeno santuário) a ver se um "cazumbi"(duende)
pudesse fazer em mim uma "kipa"(magia que concede o poder da metamorfose).
Cansada recostei-me na velha "mulemba"(figueira africana bem frondosa)
e de "mataco"(cú) no chão esperei pelo "kimbanda"(especialista da magia)
e o seu "milongo"(remédio). Mas nada!

O meu pensamento foi "sembar"(dançar) e "singuilar"(passar a noite a conversar)..

- "Avilo"(amigo) quero "bazar"(fugir) porque estou com "bufunfa"(medo).
- "Avila"(amiga) qual é a "maka"(questão, conflito)? Vem cá "quilumba"(rapariga)
pois estou "banzo"(admirado, aparvalhado).
- "Dikamba"(amigo,companheiro) abraça-me e leva-me para a "kubata"(casa)
onde está a minha "minzangala"(juventude)!
- A tua? não, a nossa! Tupariova" (merda), vamos "mazé" (mas é) ver o nosso "cassuneira" (espécie de cato que chega a atingir 4 m de altura)e guarda este "jimbamba"(búzio) que te ajudará. Não "xingues" (praguejar) mais, doce "quilumba" (moça).

Adormeci!



Um relembrar da minha juventude!

 












Nunca falei fluentemente o Kimbundo, mas recordei algumas palavras...já tão esquecidas!!!!

Depois de tanto "ximbicar", encostei na margem o meu "ulungu" e entrei no "muxito". Fui até ao "dilombe" a ver se um "cazumbi" pudesse fazer em mim uma "kipa".
Cansada recostei-me na velha "mulemba" e de "mataco" no chão esperei pelo "kimbanda" e o seu "milongo". Mas nada!

O meu pensamento foi "sembar" e "singuilar"..

- "Avilo" quero "bazar" porque estou com "bufunfa".
- "Avila" qual é a "maka"? Vem cá "quilumba" pois estou "banzo".
- "Dikamba" abraça-me e leva-me para a "kubata" onde está a minha "minzangala"!
- A tua? não, a nossa! "Tupariova", vamos "mazé" ver o nosso "cassuneira" e guarda este "jimbamba" que te ajudará. Não "xingues" mais doce "quilumba".

Adormeci!

Depois se quiserem faço a tradução!

quinta-feira, 30 de junho de 2022

REVIVENDO O QUE SEMPRE FUI!

 








- Se eu fosse um mês seria… Janeiro pelo simples facto de ter nascido.
- Se eu fosse um dia da semana seria… Segunda feira, gosto dos começos.
- Se eu fosse um número seria… o 26, uma conjugação maluca mas eficaz!
- Se eu fosse uma flor seria… um cravo amarelo, a flor que mais gosto!
- Se eu fosse uma direcção seria… em frente, porque não olho para trás!
- Se eu fosse um móvel seria… uma mesa de cabeceira dá jeito e não incomoda!
- Se eu fosse um liquido seria… água porque não sei viver sem ela!
- Se eu fosse um pecado seria… o complemento de todos eles!
- Se eu fosse uma pedra seria… uma das que rolam à beira mar!
- Se eu fosse um metal seria… prata, porque gosto!
- Se eu fosse uma árvore seria… um embondeiro!
- Se eu fosse uma fruta seria… uma goiaba!
- Se eu fosse um clima seria… tropical!
- Se eu fosse um instrumento musical seria… uma guitarra de preferência nas mãos de Santana:)
- Se eu fosse um elemento seria… o ar!
- Se eu fosse uma cor seria… vermelha!
- Se eu fosse um animal seria… um tigre!
- Se eu fosse uma canção seria… Encosta-te a mim de Jorge Palma!
- Se eu fosse um perfume seria… uma simples colónia!
- Se eu fosse um sentimento seria… todos o que envolvem a palavra AMOR!
- Se eu fosse uma comida seria… muamba!
- Se eu fosse uma palavra seria...sorriso!
- Se eu fosse um verbo seria… Acreditar!
- Se eu fosse um objecto seria… Dinheiro para ajudar-me e ajudar:)!
- Se eu fosse uma peça de roupa seria… um lenço de mão para limpar as lágrimas sobretudo das crianças e dos velhos!
- Se eu fosse uma parte do corpo seria… o cérebro!
- Se eu fosse uma expressão seria… gargalhada!
- Se eu fosse um desenho animado seria… Tom & Jerry!
- Se eu fosse um filme seria…Um homem e uma mulher!
- Se eu fosse uma forma seria... uma recta!
- Se eu fosse uma estação seria… Verão!
- Se eu fosse uma frase seria…"Não chores, acredita que a vida é feita de ondas e calmia tal como o mar"!

Fatyly

terça-feira, 21 de junho de 2022

The Sound of Silence. Coral de Monges da Catedral de Compostela. Paul Si...



DEDICO ESTA "MARAVILHA" A TODOS OS REFUGIADOS E IMIGRANTES QUE FOGEM DOS SEUS BERÇOS NO QUAL  PERDERAM TUDO DEVIDO A DITADORES QUE FAZEM GUERRAS E AS RESPECTIVAS ATROCIDADES SEM ESQUECER OS SOLDADOS EM QUE MUITOS SÃO OBRIGADOS A CERRAR FILEIRAS.

quinta-feira, 16 de junho de 2022

*******

 










Aquele que pensa que é demasiado grande para fazer trabalhos pequenos é talvez demasiado pequeno para fazer trabalhos grandes.

(Autor desconhecido)

quarta-feira, 15 de junho de 2022

Cada cabeça sua sentença e a prepósito do discurso de Cavaco Silva em Fafe que só ouvi metade!!!










Não posso deixar de concordar com alguns políticos mas este senhor deveria era calar-se e aproveitar a reforma choruda paga por todos nós. 

Nos seus mandatos e aproveitando os fundos europeus apostou no betão, no pagamento aos agricultores pagando-lhes para não cultivarem e nas pescas e indústria a mesma coisa, já para não falar no pouco investimento no SNS , bem pior do que agora , em vez de apostar na requalificação da mão de obra a todos os níveis da nossa economia e saúde.

Fico fula porque reformado vem agora ditar sentenças, ideias e outras coisas que me agoniam.

Cada vez mais, Portugal é um país que desvaloriza o que vai no seu "eu", já que os "cérebros deste país " a todos os níveis e de todas as áreas seguem a sua carreia lá fora usando Portugal como uma instância de férias!

Depois na era da Troika o que estava ao leme deste barco mandou os licenciados  emigrarem, a Rainha tão religiosa  inovou com uma bela porcaria de uma Lei do arrendamento que até hoje ninguém se entende! A União Europeia desunida como nunca e uma NATO adormecida.

Veio a pandemia e o barco encalhou no calhau desconhecido, digo que o actual executivo estiveram bem e sobretudo a concordância do povo que obedeceram aos apelos da Saúde. Todos os trabalhadores da saúde estiveram sempre, mas sempre presentes mas esquecem-se que são seres humanos e não robôs? São precisos mais médicos, claro que sim, mais enfermeiros, claro que sim, mais médicos de família e outras especialidades, claro que sim, mas não se esqueçam e façam as contas de quantos refugiados e imigrantes vieram para cá tal como eu o fiz quando aterrei em Portugal.

Mais, os administrativos dos Centros de saúde deveriam fazer uma averiguação/limpeza/atualização de quem está inscrito e aqui entra o cidadão que deveria informar, que mudou de direção, comunicar a morte de familiares e ou que foram para fora do país. Em vez de o fazerem só dizem mal de tudo e de todos e muitos de barriga cheia.

Mas sobretudo um alerta do que é gamado nos hospitais e não me venham com tretas porque é mesmo verdade. 

Novo reboliço na política com "mafiosos" e um PSD completamente à deriva e nem quero falar noutros, levámos com mais uma dura e vil realidade: a guerra que decorre e a toque de arrebate lá se uniram. A culpa é do governo? Nunca ouvi tantos especialistas da especialidade (obrigado KK porque está frase que é tua) com soluções para tudo  devido a um louco, rodeado por loucos que está-se nas tintas para o genocídio e com isso tudo aumenta mas no entanto não se preocupam com aqueles que morrem à fome e sim também há fome em Portugal mas não há comparação possível, porque no Centro de emprego há quem não aceite a oferta porque trabalhar faz calos! 

Com o subir das despesas todos querem aumentos! E aqui vou ser má: 

Tadinhos dos funcionários públicos não poderão esperar por melhores dias do que andarem a tramar a vida de quem trabalha com as magníficas greves que andam a fazer e com isso têm grandes fins de semanas? ora pois.

Não digo mais nada porque com a realidade em que vivemos já repetidas no passado não se aprendeu nada e julgo que até Camões já perdeu a pala e rasgou várias folhas dos Lusíadas! 

Agora que já desabafei digam da vossa justiça e vou dar uma volta a pé e voltar à minha positividade e




domingo, 12 de junho de 2022

AS LEIS DE SALAZAR - Muitos viveram na ditadura, mas há quem não saiba e teimam pelo regresso de todo este pesadelo!!!

Salazar controlou e regulou, desde os isqueiros aos beijos na boca. Foi em 1974 que os portugueses se libertaram destas proibições, que muitos não conhecem. Mas porque "quem não recorda o passado está condenado a repeti-lo", vejamos algumas.

(...)

António Costa Santos, na sua obra “Proibido!” faz o levantamento das proibições mais peculiares do Estado Novo, para as quais eram estabelecidas punições para os infratores e benefícios para os delatores.(...)

quinta-feira, 9 de junho de 2022

UM BOM DIA PARA TODOS

 NA TURQUIA

Bonito, bonito, vai 
ser um estádio de 
futebol, cheio de 
muçulmanos a gritar:
"Jesus, Jesus"

🌸🌸


🌸🌸


quarta-feira, 8 de junho de 2022

Como escapar de um agueiro marinho, a causa de tantas mortes na praia!

O SABER NÃO OCUPA LUGAR







https://beachcam.meo.pt/newsroom/2017/05/como-escapar-a-um-agueiro/

PRESENÇA AFRICANA - ALDA LARA

 PRESENÇA AFRICANA

 

E apesar de tudo,

Ainda sou a mesma!

Livre e esguia,

filha eterna de quanta rebeldia

me sagrou.

Mãe-África!

 

Mãe forte da floresta e do deserto,

ainda sou,

a Irmã-Mulher

de tudo o que em ti vibra

puro e incerto...

 

A dos coqueiros,

de cabeleiras verdes

e corpos arrojados

sobre o azul...

A do dendém

Nascendo dos braços das palmeiras...

 

A do sol bom, mordendo

o chão das Ingombotas...

A das acácias rubras, 

Salpicando de sangue as avenidas,

longas e floridas...

 

Sim!, ainda sou a mesma.

A do amor transbordando

pelos carregadores do cais

suados e confusos,

pelos bairros imundos e dormentes

(Rua 11!... Rua 11!...)

pelos meninos

 

de barriga inchada e olhos fundos...

 

Sem dores nem alegrias,

de tronco nu

e corpo musculoso,

a raça escreve a prumo,

a força destes dias...

 

E eu  revendo ainda, e sempre, nela,

aquela

Longa história inconsequente...

 

Minha terra...

Minha, eternamente...

 

Terra das acácias, dos dongos,

dos cólios baloiçando, mansamente...

Terra!

Ainda sou a mesma.

 

Ainda sou a que num canto novo

pura e livre,

me levanto,

ao aceno do teu povo! 


ALDA LARA                               

 

Benguela,1953 (de  Poemas,1966)  

segunda-feira, 6 de junho de 2022

TÉNIS ROLAND GARROS - Rafael Nadal Infeliz pela lesão de Alexander Zverev



Acidentes que ocorrem quando menos se espera e foi duro de se ver. Pelo que li teve roturas graves em alguns tendões no pé e irá ficar afastado por tempo indeterminado. Desejo a sua rápida recuperação e que continue a jogar como joga!

domingo, 5 de junho de 2022

Nadal sagra-se campeão em Roland Garros pela 14.ª vez e conquista 22.º 'Grand Slam'


 







(...) Com 36 anos recém-cumpridos, Nadal, número cinco da hierarquia ATP e vencedor do Open da Austrália deste ano, tem agora mais dois títulos do ‘Grand Slam’ do que o sérvio Novak Djokovic, líder do ‘ranking’ mundial, e o suíço Roger Federer, depois de ter vencido pela 112.ª vez nos 115 encontros que disputou ao longo da sua carreira em Roland Garros.

DO: SAPO DESPORTO

sexta-feira, 3 de junho de 2022

DEVER DE MÃE , FILHA, SOGRA E AVÓ












Hoje fui ao Lar levar umas coisas e ver a minha mãe! Eu encostada ao carro e ela no seu canto na sala. Falámos pelo telemóvel e estava bem disposta.

A minha filha, genro e neta mais velha estão com o Covid e serão 7 dias de clausura. Safou-se a mais nova que tem ido para a escola. 

Também fiz o teste e deu negativo.

Como ontem lhes disse que ia ao Lar, perguntei se precisavam de alguma coisa. Ora pois o genro fez a encomenda muito pequena  deixei-lhes na entrada do quintal  e  gritaram bom dia e obrigado depois fazemos contas.

Pelo caminho o meu carro ficou mais que lavado com tamanhas cargas de água e quando cheguei arranjei logo um lugar à maneira.

Ainda fui aos correios e acho que puseram inseticida porque não havia ninguém para atender quando está sempre cheio!

Não fui ver o meu amigo mar porque estava completamente embrulhado com a chuva:))

Por fim digo que não faço mais e vou almoçar o que me sobrou de ontem.

segunda-feira, 30 de maio de 2022

TÉNIS - ALCARAZ NOS ‘QUARTOS’ DE ROLAND GARROS

 








Carlos Alcaraz, número 6 do mundo, impôs-se a Karen Khachanov e está nos quartos de final de Roland Garros.

 

O jovem talento espanhol, de 19 anos, bateu o 25.º da hierarquia em sets diretos, com os parciais de 6-1, 6-4 e 6-4, na sessão noturna do court Phillipe Chatrier.

 

Na próxima ronda, Alcaraz terá pela frente o alemão Alexander Zverev(...)


De: A BOLA

CANOAGEM - Quatro provas, quatro finais, quatro ouros: Fernando Pimenta destaca-se na Taça do Mundo de Poznan

 









Fernando Pimenta, duplo medalhado olímpico, fechou com ‘chave de ouro’, ao impor-se na final de K1 5.000 metros, depois de ter vencido também as de K1 500 e K1 1.000 metros, às quais juntou o triunfo na prova mista de K2 500, ao lado de Teresa Portela.

Com o triunfo de João Ribeiro e Messias Baptista na prova de K2 200 metros, Portugal terminou no segundo lugar do quadro das medalhas, com um total de sete: além das cinco de ouro, conquistou ainda uma de prata, por Francisca Laia, e uma de bronze, por Kevin Santos, nas provas feminina e masculina de K1 200 metros. 

DE: SAPO24

Tudo isto é fruto de muito trabalhinho o que falta a muitos portugueses em diversas áreas